Cajuri

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cajuri é uma cidadezinha microscópica em Minas Gerais com 4 mil habitantes, ou seja, um bairro de uma cidade de 100 mil habitantes. Ao menos estipulando. Cajuri é a cidade dos títulos ridículos e insignificantes, até soa engraçado e desonroso dizer que "é capital disso" e talvez a pior parte seja os "filhos ilustres".

Cidade[editar]

Cajuri, a típica cidade Caipira, presa no século 19, rara de se encontrar hoje em dia.

A cidade não tem dinheiro sequer para tirar uma foto aérea. Gastou tudo para fazer uma estátua em memorial de um jogador velho pra cacete que jogou nos campinhos de Cajuri mas nem joga mais futebol e para um cantor que lembra o seu tio engraçadão e só deve ter vendido em sua cidade natal mesmo.

Cajuri, por outro lado, não conhece playboys mas tem a arte de conseguir fazer com que cada pessoa saiba o que a outra fez, isso nem existe mais nos dias de hoje mas nessa cidade é raro. Então todos sabem se uma pessoa deu o rabo para outra por lá, perdeu o toba no truco e... A maior diversão do Cajuriense é apostar o toba.

E sempre perder. Enfim, a grosso modo, há uma padaria que todos compram seu pãozinho e suas coisas por lá, uma pastelaria, uma videolocadora que só tem VHS (que os filmes chegam atrasados) e sempre tem uma festa de uma banda sub-famosa. Geralmente o show dessa banda é cancelado pois ninguém foi ir ver.

A prefeitura é anexada à um banheiro que fica na praça, o prefeito é um cachorro que governa muito bem a cidade. O vice é uma pedra que provavelmente vai ser eleito depois do mandato do cachorro.

Filhos Ilustres[editar]

O filho mais "ilustre" de Cajuri.

A maior piada de Cajuri. Toda cidade tem um "filho ilustre" mas Cajuri abusou. Tudo bem que políticos não são filhos ilustres, mas ao por quase sub-celebridades, um jogador de futebol que ninguém se lembra ou aquele cantor de brega que não é o falcão mas que de longe já se sabe que é ruim... Isso só acontece em Cajuri, que se a Mulher Melancia fosse uma "filha ilustre" eles apostariam nisso.

  • Jogador de futebol do Cruzeiro dos anos 80 que ninguém sabe o nome: É um jogador que começou bem desacreditado, mas por não ser bom em Matemática, Português, Filosofia, Física, Química... Ele teve que virar jogador de futebol, foi longe, mas após ficar ruim virou um Garçom de uma churrascaria-posto-hotel de Cajuri.
  • Wando: Um cantor tão anônimo que só pelo nome já sabemos que a música é ruim, Wando não vingou e deve ter ficado menos de 4 meses no mercado fonográfico e ter voltado e aceitado o fracasso em Cajuri, hoje está mofando em frente a uma varanda como todos os caipiras de Cajuri.

Ver também[editar]