Camaragibe

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Camaragibe
"Saara Brasileiro/Cidade Dormitório de Recife"
Bandeira de Camaragibe.png
Bandeira
Aniversário 13 de maio
Fundação 1982
Gentílico camaragibense
Lema
Prefeito(a) Não disponível
Localização
Localização de Camaragibe
Estado link={{{3}}} Pernambuco
Mesorregião Recife e suas Pobrezas
Microrregião Sua Pé
Região metropolitana Favelas de Recife
Municípios limítrofes Recife, São Lourenço da Mata, Paulista e Paudalho
Distância até a capital 0 Km quilômetros
Características geográficas
Área Pequeno igual o pau de um japonês km²
População 1 milhão hab.
Idioma analfabetês
Densidade hab./km²
Altitude metros
Clima Não disponível
Fuso horário UTC Ver Brasília
Indicadores
IDH 0,001 (Muito Baixo) PNUD/2016
PIB R$ Devendo 1 real pra o governo do estado IBGE/2016
PIB per capita R$ o que é isso ? IBGE/2016

Cquote1.png Lar dos meus testículos Cquote2.png
Satanás sobre Camaragibe
Cquote1.png Saudades de minha terra querida. Cquote2.png
Curupira sobre Camaragibe
Cquote1.png Novas aquisições em VHS: "A Lagoa Azul", "De Volta para o Futuro", "Esqueceram de Mim" e "King Kong", apenas 2 mil réis. Cquote2.png
Mostruário de locadora em Camaragibe
Cquote1.png Gravei alguns filmes lá... Cquote2.png
Steven Spielberg sobre Camaragibe

Camaragibe City é um latifúndio uma prisão um município que compõe parte da região metropolitana do Recife, em outras palavras, cidade-dormitório da capital pernambucana. Trate-se de uma cidade exótica, que já serviu como locação para grandes produções cinematográficas, e onde está localizado uma das únicas reservas nudistas do Brasil.

Camaragibe detém um dos brasões mais famosos do mundo, sendo até retratado na literatura mundial. O animal símbolo de Camaragibe é o sagui, o que rendeu muitas polêmicas entre os moradores e admiradores da cidade, pois todos defendiam que esse cargo fosse ocupado pelos dinossauros únicos de lá.

História[editar]

Camaragibe foi cercada fundada em 1536 pelos primeiros bandeirantes que arriscaram subir aqueles morros que circundavam Recife. Após um longa viagem de Barro/Macaxeira (Várzea), pegando um metrô na integração do Barro, e tendo que andar pelos trilhos da estação Rodoviária até o que mais tarde seria a integração de Camaragibe. A viagem foi cansativa, extenuante e fatal para grande parte dos aventureiros. Reza a lenda que o nome Camaragibe deve-se a história de Dona Gibeana Alcoforado, que acompanhava seu marido, Lúcio Fernandes, na excursão, e foi cruelmente devorada por um urso-polar, quando finalmente haviam chegado ao seu destino: um pântano. A única testemunha ocular do incidente foi sua criada, que era surda, apenas se comunicava através de grunhidos um tanto fanhos e muitas vezes ininteligíveis, e foi desse modo que ela tentou avisar ao senhor Fernandes sobre a morte de sua esposa com a famosa frase aos prantos "Comeram a Gibe! Comeram a Gibe!", mas apenas emitia algo como "CAMARAGIBE! CAMARAGIBE!" Todos riram muito da cena patética e decidiram batizar o pântano em que se encontravam de "Camaragibe".

Apesar do povo pobre, Camaragibe, por suas riquezas, sempre foi muito disputada entre os diversos estados do Brasil, sendo que antes dele ser instituído ao Acre (1863), ele era um Estado Nacional reconhecido pela professora Edna (ou seja lá qual nome ela tinha). Porém com a produção cinematográfica e a descoberta de uma jazida de ununquádio (a única no mundo!), Camaragibe passou a ser disputada, o que resultou na chamada "Guerra dos 100 Segundos", a mais rápida da história mundial. Pernambuco saiu vitorioso e instituiu Camaragibe a seu território, porém estourou a revolução "pelo orgulho camaragibense", comandada por Esperidião Leite, que pedia pela restituição do Estado Independente de Camaragibe. A revolta terminou com um acordo entre o governador de Pernambuco, Ariano Suassuna, e Espiridião Leite, em que Camaragibe ainda seria colônia de Pernambuco, porém seria instituida na Região Metropolitana do Recife.

O povo local insiste em dizer que a cidade é boa, mas se fosse boa assim eles não precisavam trabalhar todo dia em Recife. A sua autonomia foi conquistada em 1982, ano em que a prefeitura de Recife decidiu que não queria mais gastar dinheiro todo verão tendo que acolher as famílias vítimas de deslizamentos de terra.

Geografia[editar]

Relevo local, impelindo que a arquitetura de Camaragibe seja sempre inovadora.

Conhecida como a capital dos barrancos, a paisagem camaragibense é formada por encostas e casinhas equilibradas nas mesmas. Com uma absurda população de 150 mil miseráveis para um pedacinho de nada de área, a única saída é construir casas na beira do precipício. Os governos estadual e municipal não impedem isso, porque quanto mais miseráveis morrerem, melhor para eles.

Na Mata do Privê, que é uma área preservada da Mata Atlântica, há um lago onde se joga cocô, e tem resíduos radioativos. Há relatos de que um menino caiu lá e se transformou em uma criatura muito perigosa, denominada "Torcedor do Santa Cruz como primeiro time". O lago é o mesmo usado na gravação do filme dos Simpsons.

Economia[editar]

Outro motivo pelo qual Camaragibe é muito frequentado, é o fato de se tratar de um paraíso fiscal. O excelentíssimo Deputado Federal, senhor Clodovil Hernandes, certa vez disse para uma revista G especializada, numa entrevista: "Quem quer Suíça quando se tem Camaragibe?"

Andam as más línguas dizendo que o segredo de civilizações como os Maias, os Astecas, Egípcios, etc, estão guardados em cofres no banco mais famoso de Camaragibe: "The International Thief Bank".

Camaragibe foi considerada a cidade com o melhor padrão de vida do planeta, com ruas largas, asfalto impecável, sistema de metrô invejável, renda per capita mais elevada do país, essa maravilhosa cidade atrai pessoas de todo o mundo. Depois de Hollywood, Camaragibe é a cidade que tem mais casas de veraneio de estrelas do cinema, no verão podemos encontrar personagens do mundo cinematográfico passeando ou fazendo compras no Mercado de Camaragibe, diga-se de passagem, lugar pitoresco, chic, com suas lojas de grife, que nós pobres mortais podemos apenas admirar as vitrines com seus produtos caros, tais como fumo de rolo, bolo de rolo, feijão de corda e tantos outros.

Política[editar]

Camaragibe é a única cidade que ainda adota o coronelismo (extinto na era Vargas) como forma de poder. Todo poder local está concentrado nas mãos da família Leite, notável pelo fato de ser a única a manter uma criação de mafagafos como cãezinhos de segurança.

População[editar]

Conforme último censo, Camaragibe possui 154.000 habitantes, uma quantidade absurdamente monstruosa, intrigando diversos cientistas, antropólogos, sociólogos e filósofos, que não entendem como o ser humano pode se reproduzir em ambientes tão insalubres. Cientistas coletaram algumas ratazanas de esgoto e começaram a torturá-las em laboratório, concluindo que os seres humanos são similares aos roedores testados, e isso explica como é possível os cidadãos camaragibenses se reproduzirem em meio a tanto lixo, pobreza e miséria.

Camaragibe também é lar das mais belas mulheres de Pernambuco. Sendo o berço de beldades como Angela Bismarck, Hebe Camargo, Dona Florinda, Rita Cadillac, a Mulher Melancia, Gretchen, Mama Bruschetta, Pamela Anderson e Carmen Electra. Mas certamente a filha mais bela e famosa que Camaragibe já produziu foi Xuxa Preta, eleita Miss Mundo em 1997. Porém alguns xiitas afirmam veementemente que Xuxa Preta não é natural de Camaragibe, mas sim do Cabo de Santo Agostinho, distrito da região metropolitana do Recife. Nossa equipe não confirmou o boato e a assessoria de Xuxa Preta não quis discutir o assunto.

Transportes[editar]

Apesar de toda glória, Camaragibe também é uma terra muito sofrida, porém com um povo bonito, jovem, educado e hospitaleiro que adotam a prática do ambientalismo, só andando de charrete, preservando o meio ambiente.

Flagrante do Camaragibe/CDU, raridade aparecer na hora certa.

O novíssimo terminal integrado de passageiros é o orgulho de Camaragibe, com ônibus para diversos locais inabitados, tais como São Lourenço da Mata, Abreu e Lima, Igarassu, Jardim Teresópolis e diversas outras favelas. O terminal integrado de passageiros foi mais um feito da dinastia Leite. A herdeira da dinastia ordenou sua construção, já que, ao atingir a idade de 11 anos, ela firmou seus estudos em Recife, e o único meio de transporte para a capital do estado era um pau-de-arara onde os cortadores de cana-de-açúcar se amontoavam para pegar no batente. Porém, ainda não satisfeita, ela ordenou a criação de uma linha de ônibus exclusiva para trazer-lhe de sua casa até sua escola: o Camaragibe/CDU, facilmente identificado pela coloração azul característica da dinastia Leite. Porém a excêntrica medida da herdeira virou tendência, e todas as locações adotaram esse molde de ônibus. Atualmente temos mais de 500 linhas de ônibus ___/CDU. Mas em 2014, após a herdeira ter concluído o curso em Recife, todas as linhas CDU foram extintas em 2014.

Cultura[editar]

Povo camaragibense acompanhando as emoções da novela: "Maria do Bairro", um acontecimento na cidade.

Camaragibe é a cidade brasileira na qual a novela Maria do Bairro teve maior média de audiência, e isso reflete muito o estilo de vida e cultura de sua população, que é completamente miserável e vive apenas de sonhos de algum dia alguma fortuna cair do céu, nunca indo realmente trabalhar e se aprimorar.

Construção comum em Camaragibe.

A arquitetura de Camaragibe fica entre o barroco retocado com rococó com neo-surrealista clássico, com requintes do gótico. A única construção que não atende a esse molde é a "Villa de Leite", a morada da família que detêm o controle de toda região a mão de ferro.

A planta símbolo de Camaragibe é o bambu. Ela ganhou esse título pela memorável atuação de Sir Menina do Bambu, no épico programa Sílvio Santos, onde numa atitude desesperada de se livrar das prestações do carnê do baú, essa corajosa camaragibense contou uma anedota inocente e cândida, a fim de amaciar o coração gelado do homem do baú. O estratagema funcionou, e a menina nunca mais se viu presa as mensalidades do carnê. Quando voltou a sua terra natal, seu feito havia sido consagrado entre os habitantes, ela ganhou o título de "SIR" pelas mãos do próprio Espiridião Leite, e atualmenteum busto seu está exposto na entrada da cidade.

Turismo[editar]

Camaragibe sempre foi muito procurada pelos cinéfilos, por ter servido de cenário para diversos filmes, graças à sua fauna e flora única. Jurassic Park, por exemplo, teve todas suas continuações filmadas em Camaragibe pelo fato de ser o único lugar onde ainda pode ser encontrado dinossauros vivos (ou você acha que o Spilberg fez aqueles dinossauros com efeitos especiais?). King Kong também foi gravado em Camaragibe graças a grande população de gorilas gigantescos remanescentes na cidade (Camaragibe também é conhecida como o "Santuário dos Gorilas Monstruosos"). Podemos destacar também O Senhor dos Anéis, que fez uso das exclusivas árvores falantes para gravar algumas cenas (ou será que você achou MAIS UMA VEZ que aquilo era efeitos especiais? Seu bobo, seu ingênuo, seu paspalhão...).

A fama de Camaragibe começou após as filmagens de Cidadão Kane. Orson Welles rodou seu mais famoso filme em Camaragibe, já que na cena inicial do filme o personagem principal ao morrer, murmura... "Camaragibe", a partir desse momento a cidade ganhou fama em todo o mundo. Além de set de filmagens, Camaragibe é lar de reality shows de muita putaria, tal como LOST, onde um grupo de pessoas acham que sobreviveram a um acidente aéreo, e acham que estão passando por perigos mortais. O filme pornô mais famoso foi a Orgia da Integração de Camaragibe, das Brasileirinhas onde Mônica Mattos faz uma pequena participação com um cavalo marombado.

Outros ainda destacam a mundialmente famosa colonia de nudismo da cidade, fundada por imigrantes indianos que decidiram homenagear o deus da orgia nomeando a colônia que fica as margens do límpido e cristalino rio Beberibe.