Cambuquira

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Onde estou?! Cquote2.png
Alguém sobre Cambuquira
Cquote1.png Até que enfim achei minhas botas!!! Cquote2.png
Judas
Cquote1.png Você quis dizer Terra do Nunca Cquote2.png
Google sobre Cambuquira

Cquote1.png Não, não minha casa é mais perto. Cquote2.png
Peter Pan sobre comentário acima
Grande movimento no centro da cidade

História[editar]

Segundo a lenda, numa enchente as águas do Rio Verde chegaram até a região onde hoje é o centro da cidade, trazendo com ela várias porcarias, entres elas tricordianos, q após a estiagem não souberam voltar para casa e aqui ficaram formando então um pequeno vilarejo. Logo após a descoberta das águas medicinais vários estudiosos ( entre eles Professor Pardal )vieram para a cidade obrigando os então moradores a se mudarem do centro. Eles fizeram um quilombo denominado Figueira e por lá estão até hoje.

Origem do Nome[editar]

Na Amazônia existe o Boto Cor de Rosa e aqui existia o Boto Cor de Abóbora. Daí a origem do nome, Caam = Boto Byikira = Abóbora. Mas como não existia energia elétrica era usada a gordura do boto como combustível, exterminando assim os famosos botos.

Geografia[editar]

Cambuquira fica equidistante das três principais capitas do Brasil ( São Paulo, BH e Rio) formando triângulo, assim como o Triângulo das Bermudas. Isso explica o desaparecimento de muita coisa, como por exemplo: dinheiro da Prefeitura, festas, empregos e homens bonitos.

População[editar]

Dos 14.000 hab 13.500 moram na zona rural, uma vez que Cambuquira é uma roça. Os outros 500 vivem em outras cidades como Três Corações e Varginha. Estimasse que existe 6.250 homens, 7.500 mulheres e 250 SRD, mas por incrível que pareça parece que só vemos os últimos 250 hab. e todos contaminados pela dengue.

Como chegar[editar]

Se você conseguir chegar em Três Corações e Campanha, missão quase impossível, você certamente estará prestes a realizar a missão de fato impossível, que é chegar nesse grotão chamado ou amaldiçoado que é Cambuca. Foi na estradinha entre Três Corações e Cambuquira que foi filmado aquela cena do Sherek, em que o Burro ficava enchendo o saco perguntando "chegou", "já chegou", "tá chegando".

Turista (ou farofeiro) de Três Corações chegando chapado pra noitada em Cambuquira

Atrações Turísticas[editar]

  • Parque das Águas, visite enquanto é tempo.
Vista da caixa D'água do Marimbeiro apos cheirar gatinhos
Salto do Piripau
  • Cachoeira do Congonhal, fica no quilombo do Congonhal a 10 km da cidade
  • Vale do Sol, é bonito ver a Lua de lá.
  • Caixa D'água do Marimbeiro, ótimo ponto para efetuar cheiramento de gatinhos e tapa na pantera.
  • Pico do Piripau, excelente local para decolagem de paragliders e de bicicletas.

Cronologia de Acontecimentos[editar]

  • 1666 : Chegada dos primeiros habitantes, trazidos pela enchente;
  • 1800 : Chegam os pesquisadores;
  • 1850 : É criado o quilombo da Figueira;
  • 1877 : Primeiro veículo de rodas da cidade, a charrete do Merquinho;
  • 1900 : Feito o primeiro Guaraná com água da cidade, tampado com rolha;
  • 1909 : Dizem que virou cidade;
  • 1910 : Aparecem os turistas;
  • 1930 : Capricho é eleito prefeito;
  • 1942 : Primeira instalação hidráulica da cidade;
  • 1950 : É feita a rede de esgosto;
  • 1960 : Zetti é eleita Miss Cambuca e posteriormente Miss Minas Gerais;
  • 1961 : Zetti é eleita Miss Brasil e posteriormente Miss Universo;
  • 1970 : Começa a Festa do Ovo tendo Batata Doce como Rainha e Tiana Veranista como Princesa;
  • 1971 : Termina a Festa do Ovo e também os turistas, o Parque a Mata e os Hotéis;
  • 1980 : O primeiro carro, um Fusca 1.300, comprado de meia pela elite da cidade;
  • 1990 : Chega a eletricidade.
  • 2000 : Abriu-se uma cratera ao lado da rodoviária, tendo engolido 5 ônibus e 23 carros.
  • 2009 : É aberta a cota para Afrodescendentes ao cargo de Prefeito.
  • 2010 : Divulgado pelo censo como a cidade com a maior taxa de desempregados do Brasil com 99 em cada 100 habitantes.
Prefeito em frente o Hotel Elite
Pequeno buraco ao lado da Rodoviária