Campeonato Brasileiro de Futebol de 2001

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Protesto-das-coxinhas.jpg Passa a certeira! Perdeu, preibói!

Aê, meu, este artigo é verde-amarelo, mano! Só fala de futebol, come feijoada, exporta diplomatas e prostitutas, puxa o saco de políticos e de picaretas em geral, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela enorme quantidade de buracos no asfalto das ruas da cidade.

Aviso importante: Futebolismo aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa pra quem você torce, seja o Flamengo, o Vasco, o Botafogo ou o Fluminense. Seja engraçado e não apenas idiota.
Cquote1.png Somos nós na fita! Cquote2.png
O Time do Atlético Paranaense sobre o titulo ganhado no Campeonato Brasileiro de Futebol de 2001

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 2001 foi vencido pelo manos Atlético Paranaense, que conquistou o seu primeiro título nacional e tornou-se o 14º campeão brasileiro em 31 anos de certame, com a ajuda do baixinho tarado por bola e pelas mulheradas.

O que rolou neste ano?[editar]

Romário, do Vasco da Gama, foi mais uma vez o artilheiro do campeonato, com 21 gols com uma ajuda dos juízes propinados por ele. Mas o grande destaque foi o atacante Alex Mineiro, do Atlético/PR, que se tornou o primeiro jogador a marcar 4 gols numa série final de Campeonato Brasileiro após muito rala-rala entre os jogadores. Antes dele, Reinaldo do Atlético/MG fez 3 gols nas finais de 1980, Marcelinho Carioca do Corinthians fez 3 em 1998; Guilherme do Atlético/MG e Luizão do Corinthians fizeram 3 gols cada na série final de 1999, todos eles usavam a violencia bruta, quebrando muitas pernas de muitos jogadores para poder marcar gols.

Retomando a normalidade de acesso e descenso após muitas pancadarias no ano passado, em 2001 os 4 últimos colocados foram rebaixados para a Série B de 2002: Santa Cruz, América/MG, Botafogo/SP e Sport. Subiriam em 2002 o campeão e o vice da Série B: Paysandu e Figueirense, mas que depois despencariam daqui a uns 8 anos, levando os seus esforços por água abaixo.

A fórmula da disputa[editar]

  • Primeira fase: 28 clubes jogando todos contra todos e contra um em turno único. Classificam-se para a próxima fase os 8 primeiros colocados que sobreviverem na pancadaria dos turnos.

Fase final: sistema eliminatório; nas quartas de final e nas semifinais, confrontos em partida única, com mando de campo e vantagem do empate para o clube com melhor campanha e na melhor porrada sem que o juíz lhe de cartão vermelho; na final, jogos em ida e volta, a viadagem de sempre para poder levar o título para casa.

Obs: A proposta inicial era de apenas os 4 primeiros se classificarem para a Segunda Fase (semifinal), que seria em jogos de ida e volta. Porém foram acrescentados mais 4 clubes ao "mata-mata" para que haja mais sangue rolando em campo de futebol.