Campo Florido

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pão-de-queijo... hum... bão dimais...
Minas
Uai sô, ocê num intendeu?
Esse artigo é de humor mineiro uai! E foi feito por arguém que tava comeno um queijim... Pra entender, só comeno um pãozim de queijim com um copo de leitche! Ooooô trem baum de mais da conta, sô!


Cquote1.png Você quis dizer: Coruripe? Cquote2.png
Google sobre Campo Florido

Cquote1.png O maior negócio do mundo é comprar um Campo Floridense pelo preço que ele vale e depois vendê-lo pela metade do preço que ele pensa que vale Cquote2.png
Dito local

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...O site da prefeitura de Campo Florido demora duas horas para carregar?

Campo Florido, aldeia indígena localizada em Minas Gerais, mais precisamente no Triângulo Mineiro. Possui um nome bastante controverso, pois não existe nada de florido na cidade, apenas diversos matagais e alguns fenos, que ficam correndo na principal avenida local.

De acordo com dados do IBGE/Datafoda-se, em 2009, Campo Florido possuia uma população estimada em 7.105 habitantes, contando com os animais que a população cria no quintal.

A cidade desenvolveu-se a partir do cultivo de cana-de-açúcar, pecuária e desvios de verbas públicas do ex-prefeito Catanant.

Política[editar]

Catanant, O ex-prefeito dedicou parte de sua vida à engenharia parti$cipativa. Seu amor pela engenharia fez com que o seu rebanho de primeira qualidade seja um dos mais caros do Brasil. A arroba do boi do ex-prefeito alcançou preços recorde pra justificar seus ganhos como engenheiro. A Ciência quer descobrir as causas deste estranho caso de mutação genética: como é que um monte de bois e vacas em Campo Florido se transformou num bode imenso em Campinas? Pobre Campo Florido! É uma cidade injustiçada que já nos deu grandes cidadãos, agora, só nos dá dor de cabeça. Bem que Campo Florido podia nos dar um tempo. Atual campeão de processos o ex-prefeito destacou-se por brilhar em outras áreas, como criação de gado, distribuição de Gasolina, ocultação de: (Sacos de Cimento, Janelas, Portas, Tijolos e etc).

Luiz Manteiga é uma experiência mal sucedida no meio político, vive escondido em lugar secreto e aparece a cada quatro anos. Diz a lenda que ocupava seu mandato de vereador prestando serviços relacionados a desmatamentos ilegais a serviço da Usina Coruripe. Conhecido como o "Bin Laden Campo Floridense', ele dificilmente está calmo, o seu temperamento é semelhante a uma panela de pressão e toda vez que alguém o chama ele responde gritando. Na ultima eleição já com os direitos políticos cassados, resolveu investir pesado na campanha que elegeria sua filha vereadora “Manteguinha”, o primeiro ato político dela foi votar o retorno da taxa de iluminação pública extinta há alguns anos atrás, inclusive seu pai que na época era vereador votou contra a taxa, realmente não dá pra entender a família tira a lei quando é conveniente$$ e põe a lei quando é conveniente$$.

Talibinha foi Prefeito de Campo Florido 2007 a 2009, quando teve seu mandato cassado pelo TRE. A gestão de Talibinha também foi reconhecida por avanços na área de saúde quando foi implantada a primeira maca (antes os pacientes eram atendidos no chão), instalado um bebedouro no hospital, uma maca a manivela (única na região), além de contar com a participação popular, que sempre fez questão de morrer de fome por ele... Em 2009, o TRE confirmou sua cassação e ordenou a diplomação do segundo colocado no pleito, o então pecuarista mais bem sucedido da história “Catanant”, Talibinha se recusou a abandonar a Prefeitura, o movimento de resistência ao novo governo recebeu o nome de "Fica Talibinha”. Desde então Talibinha tenta retornar ao cargo de Prefeito, porém seus adversários sem votos, mais com muito dinheiro compram a eleição na noite que antecede o pleito.

Ronaldo Iniciou sua vida como estrume de jegue em sua fazenda, chegando a ser prefeito de Campo Florido, de tanto comer capim. Sendo Ronaldo, oriundo da bosta, todos sabemos que um dia foi capim, logo depois sendo comido e digerido, para dar no que deu. Quando iniciou seu mandato, Ronaldo se disse jegue e decidiu comer o capim que ele gerou. Comeu tanto capim e fez tanta merda, que acabou por criar uns bostas que chamou de Secretários. Enfim, depois de tanta cagança, veio a decomposição. Toda a carreira de Ronaldo começou a se decompor. Seus secretários viraram adubo (Com Exceção de Paulinho Gretchen que até hoje continua na Prefeitura), Enfim Ronaldo se candidatou a ser o cidadão caganohorário de Campo Florido, onde promete dar uma bela cagada, todas as manhãs, as 10h pontualmente!

Pinzon É um político e mafioso dono de botecos “Que vendem bebidas e outras substâncias Toxicas”, iniciou sua carreira criminosa política em 2009. Graças ao dinheiro que ganhou com seus botecos, Pinzon montou um verdadeiro império que inclui carros e casas em Campo Florido. Novamente na campanha de reeleição Pinzon comprou conquistou votos de milhares de dependentes em Campo Florido, fez alianças com todos os cramulhões vereadores, subornou e ajudou colegas de câmara e foi eleito presidente do legislativo local cargo que permanece até os dias atuais.

Vereadores em geral Em geral os vereadores de Campo Florido, são ladrões e ocupam o mesmo cargo a 30 anos, nunca muda e quando muda entra alguém mais ladrão. Qualquer um pode ser candidato, já tivemos ótimos ex funcionários da copasa, um cara que fugiu da cidade por dever todo mundo, o mesmo dono de buteco, filhos de ex vereadores e por ai vai.

Etimologia[editar]

Campo Florido, quando os bandeirantes chegaram lá em 1811.

O nome inicial da cidade de Campo Florido era Nossa Senhora das Dores de Campo Formoso, que foi posto pela grande população católica local, que seguia a mais nova modinha nacional, que era a de batizar a própria cidade com o nome de algum santo, mesmo que o tal santo não tivesse nenhuma importância para a cultura católica como um todo. Isso porque o papa dizia que, se a cidade não tivesse o nome de algum santo, todos os moradores iriam cair no meio do inferno, sem escalas.

Passados os anos, quando foram aparecendo pessoas evangélicas, judias, budistas, fudistas, onanistas, satanistas e congêneres em Nossa Senhora das Dores de Campo Formoso, a cidade foi rebatizada, ganhando o seu nome atual de Campo Florido (nome muito melhor, diga-se de passagem, principalmente para os estudantes de geografia, que não precisam mais ficar decorando o antigo nome da cidade, que era grande pra caceta).

História[editar]

Campo Florido atualmente, mostrando o quanto o povo local é comprometido com o desenvolvimento de suas terras.

Em 1811, a região da atual Campo Florido era composta apenas por mato (mais mato do que existe atualmente, se é que isso é possível).

Os primeiros homens que chegaram na região que atualmente é Campo Florido foram alguns bandeirantes, que estavam atravessando o Triângulo Mineiro, indo em direção à região metropolitana de Belo Horizonte (que também era praticamente só mato, mas que possuia uma bela aldeia no centro). No meio do caminho, alguns bandeirantes sentiram uma forte diarréia batendo à porta, por conta do jantar do dia anterior. Bem, isso não era um grande problema, afinal, tinha mato em tudo que é canto, e eles poderiam dar aquela descarregada em qualquer lugar. Porém, como mato é tudo igual, após terem liberado o refém, os bandeirantes acabaram se perdendo do resto do grupo, e não faziam ideia de como fariam para encontrar os seus companheiros. Então, contando apenas seus facões afiados, os bandeirantes começaram a desbravar todos os matagais que existiam na região, e acabaram chegando em uma localidade em que havia um pequeno rio, que jorrava águas tão límpidas quanto às do Rio Tietê. Como sabiam que nunca conseguiriam encontrar os seus companheiros, os bandeirantes resolveram formar uma comunidade naquele tão belo local [carece de fontes], e iniciaram algumas plantações para subsistência, pois essa era a única forma de se sobreviver na região, visto que eles não tinham acesso às principais cidades de Minas Gerais (para dizer a verdade, o território não tinha acesso para lugar nenhum).

Após alguns anos, os bandeirantes já estavam completamente satisfeitos com a sua nova vida, pois eles possuiam bastante comida e água, podendo sobreviver tranquilamente. Certo dia, os bandeirantes foram encontrados por um pequeno grupo de pessoas, que faziam parte do MST, e estavam interessadas em morar naquelas bandas, ajudando a construir um pequeno vilarejo cheio de barracos de madeira. Como os bandeirantes já estavam cansados de viver sozinhos, eles resolveram aceitar a ajuda do grupo, e se uniram para formar uma comunidade realmente forte e auto-suficiente coisa que nunca conseguiram.

Terminada a construção das moradias, surgiu o primeiro esboço do que atualmente é Campo Florido. Pena que até hoje ninguém teve culhão para desenvolver Campo Florido}, e transformá-la em uma cidade de verdade.

Hoje Campo Florido pertence ao grupo Tércio Wanderlei, que com forte participação no setor sucro-sacoleiro, vem trabalhando para o desenvolvimento e geração de emprego e renda dos seus parentes e amigos no desgoverno da cidade.

Turismo[editar]

Ninguém nunca foi louco o suficiente para visitar essa cidade. Primeiramente, porque lá não tem porra nenhuma para se ver, nem mesmo as mulheres salvam a paisagem, visto que elas se parecem com mapas do inferno. Segundamente, porque, de acordo com a Wikipédia, existe uma Chácara Maldita na cidade, que serve como cenário para uma estranha aparição, que mata qualquer turista. Se é verdade, ninguém sabe. Mas talvez nós descubramos quando o Geraldo Luis for investigar.

Educação[editar]

A melhor e única escola da cidade é estadual, dirigida pela prefeitura com muita falta de responsabilidade - Acaba sendo o aluno o mandante da escola. A escola atualmente é centro de troca de drogas, fofocas atualização de notícias e bruxaria. As salas de aulas realmente servem para muitas coisas, menos para o aprendizado.