Camponês

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
CarlosMagno-coroacao.jpg
Cruz-3.jpg

Este artigo fala sobre coisas medievais!


Tenha respeito ou terá que trabalhar nos campos para o rei!


Cquote1.png Você quis dizer: Favelado da Idade Média? Cquote2.png
Google sobre Camponês
Cquote1.png Você quis dizer: Caipira? Cquote2.png
Google sobre Camponês
Cquote1.png Você quis dizer: Carioca dos morros europeus medieval? Cquote2.png
Google sobre Camponês

Cquote1.png O meu Deus, como eu sou magnifico! Cquote2.png
Camponês sobre trabalhar duro

Camponês eram os pobres, vagabundos e mendigos da era medieval, mas trabalhavam mais que todo mundo .Eram escravos do Chefão, o rei, que os davam um salário pequeno para que eles pagassem seus impostos e tocassem a putaria no meio do feudo, para depois serem linchados com o Chicotão pelos seus inimigos, os Nobres .

Trabalho[editar]

Uma boa parte (Ou toda) do trabalho camponês era extremamente dedicado á pegar no pau, e, trabalhar duramente nos campos feudais recolhendo diariamente umas frutinhas lá e acolá, colhendo palha e outras coisas para o Foderoso Rei. Pelo o fato de terem uma vida bosta, sofriam o preconceito das outras classes sociais que os chamavam de favelados, e como não haviam direitos trabalhalistas e bolsa família, eles não faziam passeatas, faziam barraco e etc .

A expectativa de muitos meliantes que trabalhavam tristemente nas lavouras era de que um dia quem sabe poderiam nascer numa pele real, serem um ricão ou um Passáro. Porém isso nunca foi ensinado aos camponeses pela igreja,em sim pelos temidos celtas.

Os celtas eram povos indígenas que tocavam o terror na Escócia e Irlanda, que adoravam causar alguns estupros, queimar umas casas, gerar um caos, etc .Os celtas no auge de sua putaria sem controle começaram á ensinar aos seus camponeses que quando a pessoa morre ela revive no corpo de outra pessoa ou outra coisa.

Pelo fato de não gostarem de ser celtas; a maioria se matava para ver se incorporava no corpo de um nórdico radical mas acabavam sua vida indo para o além. Assim para que eles simplesmente não perderem a principal fonte de riqueza do reino europeu medieval feudal; os cristãos diziam que ao morrer você ia conhecer o metre da igreja Capeta que assim como a igreja tramava em matar o cara lá de cima.

[editar]

Sua existência deve-se simplesmente para recolher alimentos nos campos do rei e ser discriminado e roubado pela Igreja, manter sua acesa na vida pro meliante trabalhar mais. Segundo relatos históricos a maioria dos camponeses trabalhavam muito e eram apesar disso, pouco recompensados, sendo diariamente considerados como mendigos numa tentativa de migrar ao centro feudal na expectativa de obter uma vida melhor.

Pelo fato de serem boa parte EXTREMAMENTE católicos sabendo até mesmo o sobrenome de Jesus e a marca do pão que Jesus comeu, sua fé era diariamente testada dentre muitos perguntada. Um exemplo: O lema das igrejas Francesas em 1276 era: Se Jesus aguentou isso tudo, porque vocês não, seus vagabundos?. Isso realmente comovia muito os camponeses que segundo historiadores conseguiam sair da igreja mais motivados e ao mesmo tempo mais pobres.

Os camponeses adoravam uma religiosidade.

História[editar]

Camponeses gordinhos, com roupa limpa e felizes; um pesadelo para os Nobres .

Como já havia sido dito mais anteriormente; nas sábias palavras de platão: "Não existiria o esperto se não existisse o abestado." Sendo assim os abestados do reino eram mais especificamente denominados camponeses ao passo que o 1° e 2° estado se aproveitavam de tais. O fato de a classe social camponesa européia medieval ser extremamente não só humilhada e desprezada como ainda desprovida de estudo; eles na maioria das vezes eram tratados como lixo pelos tas estados mas desfrutando do luxo de serem a classe mais predominante da era feudal.

Os camponeses para se ter apenas uma mínima ideia do tamanho da discriminação sofrida por tais; foram brutalmente impedidos de sequer aparecer no filme da Barbie. Por Barbie ser a interpretadora do papel de puta Princesa; e viver em um reino absolutista; o pobre mendigo sequer teve direito ao seu tão exigido ádêvógadu; e teve que passar 13 anos sendo torturado nos calabouços das igrejas por Bento XVI que na época ainda era jovem e virgem mas isso não o impede de continuar o seu método de tortura nos calabouços do vaticano. Poucos foram os camponeses que escapavam das catatumbas das igrejas vivos. Segundo alguns o maior segredo era apenas ser criança ou mulher; pois o padre ou era tarado ou era pedófilo; e quem não era nenhum dos dois teria que enfiar uma bala de prata no peito do padre ou então rezar o pai nosso na frente dele; o desfigurando e o mandando de volta ao inferno e o fazendo desaparecer.

v d e h
Coisas medievais

Rei rainha.jpg