Canaã (Minas Gerais)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Em breve Coca-Cola Cquote2.png
Placa de "Bem Vindo a Canaã" sobre Canaã
Cquote1.png Êta bezerro duro de desmamar, mamaram... Cquote2.png
Carro de som em época de política sobre Canaã
Cquote1.png Uh quem manda é a gente! Uhh quem manda é a gente Cquote2.png
Bloco Mameluco sobre Canaã
Cquote1.png Ai delícia, ai ai delícia olha o picolé água pura ninguem qué... Cquote2.png
Vendedor de Picolé sobre Canaã

Canaã é uma grande [carece de fontes] cidade do interior de Minas Gerais, com uma história riquíssima de tristezas e um patrimônio cultural inconfundível. Ouro Preto Canaã tem seu crescimento voltado para... para... Bem, vamos a sua história.

História da criação de Canaã[editar]

Canaã durante a época das chuvas, praticamente uma Veneza.

Em uma era distante onde os deuses ainda faziam suruba no Olimpo, um homem, um mito, uma lenda...

Aquele que não deve ser nomeado por pessoas comuns, Sô Dico, o homem que nadou 60 dias e 61 noites no "mar", e só descansou quando chegou em BH.O homem que não sabia parar sua moto e foi de Canaã a BH sem parar, só parou quando a moto acabou a gasolina, emfim, "esse legendário canaense um dia teve a grande ideia de fundar canaã".

  1. E assim se fez, no primeiro dia ele criou os morros e desfiladeiros que cercam Canaã por todos os lados, inclusive o grande (e quando eu digo grande é grande mesmo!) morro do São Luiz, e ele viu que isso era bom!
  2. No segundo dia ele criou a igreja matriz e a graande praça (bem, agora não é tão grande assim), para as rezadeiras mais antigas de canaã orarem para Ô pói!E então Sô Dico viu que isso era bom.
  3. No terceiro ele criou a rua principal que separava a farmácia de cima com a farmácia de baixo, o posto de cima com o posto de baixo, os bares de cima com os bares de baixo, a lan-house de cima com a lan-house de baixo, e o Nesquik(quer dizer, espaço cultural de Canaã) de nada pois só tem um clube em Canaã.E então ele viu que isso era bom.
  4. No quarto dia ele criou dois grupos sanguinários, os 25 e os 45, que seriam condenados a se enfrentar para todo e sempre, na disputa da única forma de obter comida boa e água fresca da cidade, A PREFEITURA!!!, por séculos os 25 dominaram o poder, porém em uma violentíssima batalha os 45 o tomaram e expulsaram o líder 25 para as longínquas terras de Tocantins.Após criar as tribos Sô Dico contemplou e viu que isso era bom.
  5. No quinto dia Sô Dico criou o campo de futebol para que as duas tribos pudessem exprimir seus sentimentos uma com a outra com afetuosos chutes e pontapés no jogo que parece mais pebolim. No campo as pessoas iriam para ver os grandes clássicos travados, e adjetivar carinhosamente o senhor juiz com predicados dignos de um verdadeiro juiz.Sô Dico viu como o juiz estava feliz e viu que isso era bom.
  6. No sexto Sô Dico criou o lixo e as roças (há alguma relação???), o lixo que é jogado no alto do morro da Marcela (roça) e que junta uma urubuzada do caramba, é por lá que passa o ônibus escolar , o cata-malandro, que leva os favelados do São Luiz (roça de novo) e da Palmeira (caramba , nessa cidade só tem roça?). As roças de Canaã são grandes em número e em falta de criatividade nos nomes, como Água Fria, Tombo da Cachoeira, Tiririca , entre outras pérolas.Sô Dico criou sujeira e muitos nomes engraçados, ele sentou, olhou, e admirou, e viu que isso tudo era muito bom.
  7. No sétimo dia Sô Dico não descansou, porque devido a grandiosidade da sua criação milhares de pessoas começaram a mudar para a sua magnífica cidade, se aglomerando nos subúrbios denotados de Morro do Cruzeiro e Querozene.A alta densidade demográfica fez com que Canaã crescesse e se tornasse tão grande quanto Tangamandápio. Sô Dico olhou, e olhou, então concluiu que isso tudo era bom.
  8. No oitavo dia (é, oitavo mesmo! Não por que Sô Dico seja mais mole que Deus , mas porque o trabalho de criar Canaã e a complexidade de todo o seu sistema axiomático, hiperbolicamente falando, é claro, é muito maior do que o mundo inteiro em si.).Voltando, no oitavo dia Sô Dico reparou que todos estavam felizes e alegres, mas ele não. Então ele teve uma ideia, pronunciou rapidamente a palavra PARANGARICUTIRIMICUARO e eis que surgiu Polininha, Sô Dico agora tinha uma companheira, Sô Dico olhou para Polininha, Polininha olhou para Sô Dico, e os dois viram que tudo era muito bom! E assim Canaã foi criada!
  9. Contudo no nono dia Dona Polininha passeava pelo bosque da Querosene e encontrou uma árvore de jaca, então ela comeu o fruto proibido e deu ao seu companheiro. Nisso deu uma enorme dor de barriga nele e ele baniu todos pés de jaca de Canaã.
  10. No décimo dia ele criou a prainha e a cachoeira grande para a diversão de dona Polininha
  11. Pô já chega né! E o Sô Dico descansou...

Aventuras do Patriarca[editar]

O primeiro maior patriarca da gloriosa cidade Canaã conta em que no dia que participara da 1ª guerra mundial ( eu disse 1ª guerra mesmo ) ele estava com sua frota de marinheiros treinados por Chuck Norris no meio do Oceano Índico a porrilhões de distância da praia de Belo Horizonte atacando os tataravôs da Sabrina Sato quando um míssel nuclear atingiu a proa do seu navio, nisso ele procurou sua amada Polininha e pulou junto com ela ao mar. No desespero os marinheiros foram comidos por 3 tubarões alicate, e sozinho Sô Dico matou os 3 tubarões com os próprios dentes, conta ele que tivera que nadar 999.999.999.999(...)558.225.562 km até chegar à praia costeira de São João del Rey isso com Polininha nas costas e apenas se alimentando de carne de tubarão crua e água do mar.

Ver também[editar]