Capela Nova

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Capela Nova Cidade perdida
Inri Cristo Minas.jpg
Bandeira
Cquote1.png Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo eu estou aqui Cquote2.png
Hino Pai Nosso
Local Em algum lugar de Minas Gerais
Idioma Nenhum
Geografia
Clima Ninguém sabe, afinal, nunca ninguém foi nessa cidade
Locais de Referencia Inexistente, afinal, a cidade não possui sequer um ponto turístico
Economia Exportação de crucifixos para matar vampiros e outras criaturas do demonho
Produtos Exportados Crucifixos
Política
Governo
Nuvola apps core.png
Ditadura católica
Atual Prefeito
Nuvola apps core.png
Inri Cristo
Vice-Prefeito
Nuvola apps core.png
Padre Quevedo
Mídia
Cidadãos Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Jesus do SBT
Esporte Símbolo Nenhum
Santo Local Nossa Senhora da Bicicletinha

Capela Nova é uma cidadezinha insignificante, localizada no interiorzão de Minas Gerais. Sua população é majoritariamente composta por aquelas senhoras católicas fanáticas, que todos os domingos de manhã vão na única Igreja Católica da cidade para beber vinho e dormir enquanto o padre reza a missa.

História[editar]

Moradores de Capela Nova passeando alegremente por sua cidade.

Durante o século XVIII, a população brasileira era quase que em sua totalidade composta por [índios canibais e leões famintos, que atacavam todos os negrinhos e missionários que apareciam na frente. Por conta disso, em uma bela tarde de Sol, um missionário europeu, que tinha como objetivo catequizar os índios, acabou se encontrando com um leão faminto, e foi obrigado à correr pra caralho pra não ser devorado. Esse missionário correu tanto que acabou chegando em uma região pantaneira, cheia de matagais, mas que possuía um terreno fértil e cheio de pedras preciosas.

Percebendo que aquele terreno poderia ser bastante desenvolvido, o missionário resolveu erguer uma pequena cabana de palha, pois planejava viver por ali mesmo. Para começar a desenvolver o terreno, o missionário começou uma pequena plantação de uvas, pois era viciado em vinhos. Por conta dessa bela plantação, em muito pouco tempo, começaram a aparecer naquelas terras diversos agricultores, cheios de vontade de beber o vinho ajudar o missionário à desenvolver aquelas terras, que futuramente, seriam a base de uma das cidades mais religiosas do Brasil. Porém, como ainda tinha muito pouca mão-de-obra, o máximo que o missionário e os agricultores conseguiram foi erguer um pequeno vilarejo sem graça e minúsculo, o qual eles batizaram como Capela Nova.

Economia[editar]

Completamente baseada na exportação de crucifixos, que servem para realizar o exorcismo de qualquer tipo de criatura do demonho, como vampiros, lobisomens, loiras do banheiro, mulheres feias e acreanos. Recentemente, a Romênia esteve bem próxima de fechar um acordo com Capela Nova, visto que eles necessitam de uma grande quantidade de crucifixos para manter todos os milhares de vampiros longe, porém, o prefeito de Capela Nova ainda não tem certeza se fecha o acordo, pois ele é analfabeto e não consegue ler todos os termos do contrato.

Turismo[editar]

Inexistente. Ninguém é louco o suficiente para ir até lá.

Principais festejos[editar]

  • Festa do Capelanovense Ausente: O nome já diz tudo. A população festeja a ausência de população na cidade.
  • Festa da Padroeira Nossa Senhora das Dores: Um festejo que possui quase a mesma repercursão midiástica que o Festival da Boa Vizinhança, pois conta com grandes nomes da música internacional, como Zé do Canto e Chico da Voz Fina.
  • Festa Capegalo e natal beneficente: Na Festa Capegalo, todos os atleticanos da cidade ficam malhando um boneco com a camisa do Cruzeiro. Já no Natal beneficente, diversos senhores de mais de 100 anos e mais de 100 quilos se vestem de Papai Noel, e fazem a entrega de maços de cigarro para todas as criancinhas locais.
  • CapelaFolia: Todas as senhoras religiosas da cidade começam a pular como doidas, para comemorar mais um ano de prosperidade [carece de fontes] da cidade.