Cara sinistro que mora do outro lado da rua

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

[[#ref_Não confudir com o carinha que mora do outro lado da rua|^]] 

Esta foto foi tirada com uma câmera digital antiga. Assim que eu descobrir como usar a nova, teremos muito mais detalhes.

Pouco se sabe de concreto a respeito do cara sinistro que mora do outro lado da rua, também conhecido como Anônimo, apesar de seu último nome ser "Silva" de fato (ou não). Sua aparência geral pode ser descrita assim: branco, cerca de 1,70 m, forte, cabelos escuros, e geralmente pouco atraente. Ele comprou a pequena casa de dois quartos cerca de dez semanas, e depois de ter seus pertences carregados pelo pessoal da transportadora, só foi visto checando a caixa de correio ou cortando o gramado. Ele é dono de um Fusca azul-calcinha, mas nunca foi visto dirigindo-o.

Tabela de conteúdo

[editar] Observações importantes

Às vezes, a freira sai pela porta dos fundos.

Mesmo uma obsrevação mais casual revela que o "cara sinistro" costuma deixar a sua televisão de plasma ligada até tarde da madrugada. É difícil determinar o que exatament ele costuma assistir, uma vez que ele usa persianas nas janelas da sala, mas parese ser algum tipo de canal de notícias 24 horas, desses de televisão a cabo (o volume baixo demais não permite que se ouça com clareza desde a calçada, e as tentativas com estetoscópio e microfone direcional de alta sensibilidade não obtiveram sucesso).

As luzes de sua casa costumam ligar e desligar de forma aparentemente aleatória, ou como se estivessem programadas para apagar e acender em alguma sequência mais complicada (como os pisca-piscas natalinos). Uma das explicações mais plausíveis para tal compotamento parece ser a de que o "cara misterioso" possui um controle de iluminação remoto de algum tipi, e brinca com os botões quando fica entediado.

O "cara sinistro" não costuma receber visitas, exceto uma: a religiosa que aparece toda sexta-feira entre 18 e 19 horas. Ela parece não carregar nada quando chega, fica por apenas cerca de 5 minutos (a visita mais longa foi de 7 minutos e 47 segundos, de acordo com o cronômetro), e também sai de mãos vazias. A freira poderia ser uma parente ou uma voluntária de alguma istituição de caridade, mas ela nunca foi abordada ou identificada.

O modo como o "cara sinistro" obtém mantimentos, suprimentos em geral, artigos para o lar, e outros permaneces um ainda é um mistério. Entretanto, caixas ocasionalmente são entregues. O número, tamanho, e volume aparentes não parecem ser suficientes para alimentar uma pessoa, mesmo admitindo que todas as caixas contenham ração para gatos. Além disso, o "cara sinistro" não assina ao receber as caixas, mesmo estando em casa o dia todo. Em vez disso, ele espera, e abre a porta para levá-las tão logo o funcionário da transportadora ou dos correios vai embora.

Uma certa ocasião, o "cara sinistro" pareceu inquieto e irritado enquanto observava um certo website em seu computador. Com meus binóculos percebi apenas que o tal website tem o desenho de uma batata no canto esquerdo superior da página.

[editar] Fatos

Fotografia do quarto do "cara sinistro" tirada durante uma invasão bem sucedida em sua casa. Note em especial todo o equipamento. Depois de tirara a foto, ele me perseguiu com um taco de beisebol e ameaçou chamar a polícia. Sinistro.
  • O "cara sinistro" comprou a casa do outro lado da rua por cerca de R$ 110.000,00, embora o valor real deva ter sido menos, uma vez que este era o preço proposto e não o preço final negociado. Uma vez que a fonte de renda do "cara sinistro" é desconhecida, parece provável que ele trabalhe em casa, possivelmente algo baseado na internet ou tenha um home office de qualquer tipo. Também é possível que ele tenha recursos independentes, ou seja, herdou uma grande quantidade de dinheiro, ganhou o dinheiro em algum lugar, ou ganhou algum processo judicial. Desculpe, estamos usando de muitas conjecturas a partir daqui, vide abaixo.
  • Todas as noites, som de máquinas pesadas pode ser ouvida claramente saindo da caverna do "cara sinistro". Uma das ferramentas é claramente de uma serra circular ou serra de mesa, embora não haja evidência de madeira transportada para dentro da casa do "cara sinistro". Parece que o "cara sinistro" está engajado em reformar todo o interior de sua casa, para fins desconhecidos.
  • Uma vez, enquanto aparava seu gramado, um dos garotinhos que moram no final da rua chutou acentalmente sua bola de futebol para dentro da garagem do "cara sinsistro". Apesar de se imaginar que a maioria das pessoas teria pelo menos acenado para o garoto ou, eventualmente, pego a bola e jogado-a de volta (alguém mais mal-humorado talvez xingasse o garotinho), o "cara sinistro" agiu como se nada estivesse acontecendo. Não esboçou literalmente nenhuma reação nem aparentou perceber a existência do tal garotinho, quando ele entrou na sua garagem, pegou a bola e saiu. Sinistro.
  • A garagem do "cara sinistro" fica aberta o tempo todo, mesmo tendo um mecanísmo de fechamento automático em excelente estado. Qualquer um podia entrar e roubar praticamente qualquer coisa, mas ninguém o faz.
  • O "cara sinsistro" já foi visto numa lojinha de conveniência do bairro. Ele ficou olhando fixamente para uma das prateleiras enquanto comia um saquinho de amendoins e carregava um caixinha de latas de cerveja. Pegou uma caixinha de Tampax e saiu imediatamente.
  • O "cara sinistro" também foi visto saindo pela janela do velho Nestor levando um vidro de picles e respirando com dificuldade.

[editar] Possível relação com o desaparecimento do garotinho que mora no final da rua

Relatos do desaparecimento do garotinho que mora no final da rua foram feitos várias vezes à polícia. Alguns relatos de que o "cara sinistro" seduziu o menino do final da rua com alguns doces chamam a atenção da polícia. A polícia foi à casa do "cara sinistro" por pelo menos três vezes e na terceira vez, havia um mandado de busca para procurar pelo garoto em sua casa. A respeito dessa visita, a polícia descreveu o "cara sinistro como Cquote1.png estando extremamente nervoso enquanto [eles davam] a busca Cquote2.png.

Aparentemente, nenhum sinal do garoto que mora no final da rua foi encontrado. De forma muito suspeita, o "cara sinistro" suspirou aliviado quando os policiais deixaram a casa. Até a presente data, 23 de novembro de 2014, o garoto que mora no fim da rua ainda continua desaparecido, e parece que ele foi dado como morto.

O "cara sinistro" ainda vem sendo observado pela vizinhança e autoridades locais, eles suspeitam que ele é realmente o assassino. Na ausência de evidências, notam-se sons de digitação vindos da casa do "cara sinistro". Um relatório reinvidicado pela associação de moradores junto à informantes locais afirma que foi observado pela janela da casa do "cara sinistro" que o mesmo vem escrevendo um romance chamado "Se Eu Houvesse Feito: Como estuprei e matei o garoto que morava no final da rua]]. Tal relatório provocou grande comoção aos olhos dos observadores da vizinhança.

Alguns reinvindicam ser essa uma lenda urbana uma vez que o livro ainda não foi publicado, mas trouxe uma grande preocupação entre os vizinhos até hoje.

[editar] Conjecturas

  • Um dos outros vizinhos, cujo nome completo ficará anônimo, sugeriu em certa ocasião, que o "cara sinistro" tem funcionando em seu porão um laboratório de metanfetamina clandestino, ou que talvez ele seja o procurado Carlos Pablo Jesus Rodriguez Martinez Pedro De La Puta Ramani La Vieja, membro do alto escalão de um cartel de drogas na Colômbia.
  • Alguém com quem conversei por telefone há uns seis meses, e cujo nome dizia ser "Flávio" (não lembro exatamente), supos que o "cara sinistro" pode estar no Programa de Proteção à Testemunha, Se assim for, você e eu provavelmente nunca saberemos ao certo, porque na verdade, não antes dele acabar se mudando para o Acre.
  • Sua mãe reclamou que você não tem ligado muito para ela, e imagina que seria melhor ter o "cara sinistro" como filho em vez de você.

[editar] Planos futuros

O plano quanto ao "cara sinsitro" é não fazer nada — por enquanto. Obviamente, é fundamental que tal plano tenha uma certa flexibilidade, caso o "cara sinistro" passe a representar claramente um risco para a vizinhança. Vigilância contínua e extrema é claramente necessária. Se você notar alguma atitude suspeita ou incomum do "cara sinistro", qualquer coisa, por favor, informe nossa central de atendimento "Linha Direta 'Cara Sinistro'" pelo 0800-SINISTRO.

Outro relatório a respeito dos possíveis próximos passos do "cara sinistro" foram feitos com base em rumores, sem que qualquer dessas informações tenha sido plenamente exclarecidas.

Relata-se a aparição do "cara sinistro" nas imediações do campo de futebol do "Operário Vársea Clube", mas não há provas cientíticas de que ele realmente planege algum tipo de aniquilação universal, parecendo ser essa hipótese pura e simplesmente fruto de paranóia nuclear. É mais provável que o "cara sinistro":

  1. Iniciar um grupo de rap.
  2. Abrir um bar chamado "Boteco do Cara Sinistro"

== Ver também==

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas