Carandaí

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Cquote1.png Você quis dizer: Lar doce lar Cquote2.png
Google sobre Carandaí
Cquote1.png Um fumo Cquote2.png
Moradora de BH sobre Carandaí
Cquote1.png Se micose é o que você quer, micose você terá! Cquote2.png
Cidadão revoltado com o Parque Aquático da cidade
Cquote1.png Emos que vão em show sertanejo? Aham Cláudia Senta Lá! Cquote2.png
Xuxa sobre Carandaí
Cquote1.png Um lugar cheio de aventuras com uma turminha da pesada! Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre Carandaí
Cquote1.png Isso non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre comentario acima
Cquote1.png Tem cerveja? Cquote2.png
James Hetfield sobre Carandaí
Cquote1.png Tem!! Cquote2.png
Seu Pai sobre o comentario acima
Cquote1.png Vai em quais shows?! Cquote2.png
Curioso sobre querendo saber em quais shows da cidade o amigo vai
Cquote1.png No Domingo, porque nesse dia é de graça Cquote2.png
Amigo pão-duro sobre o comentario acima
Cquote1.png Se você está pensando em destruir este artigo cuidado, pois a JOVELINA está de olho, e pode te levar pra conversar com a Dona Sônia! Cquote2.png
Aluno do Ginásio sobre Carandaí

Introdução[editar]

Bairro pequeno de Carandaí

Carandaí é uma das maiores cidades do mundo, perdendo apenas para Atlântida. A cidade foi construida para ser a capital de Minas Gerais, mas devido a sua vasta imensidão, os políticos mineiros estavam tendo dificuldade em chegar aos seus respectivos escritórios antes da sua carga horária diária acabar, logo eles perceberam que se não mudassem a capital de cidade, teriam que aumentar sua carga horária de trabalho de duas para tres horas diárias, então mudaram a capital para Belo Horizonte.

Localização[editar]

Para chegar em Carandai, você precisa apenas atravessar uma rua: se estiver em Barbacena, a rua se chama: Ressaquinha; se estiver em Conselheiro Lafaiete, a rua se chama Cristiano Otoni. Outra maneira de chegar na cidade é seguindo a avenida principal de Ressaquinha que se chama BR-040 (Carandaí encontra-se no km 666).

História[editar]

Carandaí surgiu do nada quando D. Pedro II e sua milícia passavam perto de um antigo povoado indígena no qual havia uma grande criação de gatinhos que eram vendidos (Ou não) para traficantes e cheiradores de gatinhos no Rio de Janeiro. Os índios então espalharam a notícia que a milícia Real estava rondando a região, a frase mais ouvida ou não nequele tempo era:

- Cuidado com os gatinhos, pois os Cara anda aí!

Então a região foi batizada pelos índios como Cara andaí, mas para economizar letras mudaram para Carandaí.

Pintura mais famosa de pintor da cidade.

"Cultura"[editar]

O povo de Carandaí é sem cultura mesmo! Mas como é tudo metido, cada um se acha uma coisa, tem os emos, a elite antiemo, os bebâdos, os que descolorem o cabelo para o carnaval e os pseudo-cults. Por ser um lugar muito grande e ter muita coisa pra fazer as pessoas vão pro bar beber. Os emos, que começaram seu legaydo em uma pequena lan-house onde viviam e se reproduziam são minoria na cidade, odiados pelo resto e sempre combatidos pela elite antiemo, são obrigados a permanecer trancados dentro de suas casas chorando e acabando com toda a água de seu organismo para no fim morrer por desidratação. A maioria da população segundo o censo de 100 anos a.C.viva em baixas condições, sem luz, água, ou qualquer outro meio de comunicação.

Língua oficial[editar]

Carandaí possui dois idiomas oficiais, o português (nativo) e o inglês, cujos moradores dizem aprender no vídeo-game.

Música[editar]

Os ritmos mais apreciados em Carandaí são:

  • Ópera Chinesa
  • Rock Tailandês
  • Forró da Moldávia
  • Pagode Boliviano

População[editar]

Carandaí sempre esteve com uma imprensa fortalecida e exercida com verdade e competência por uma família de muitos séculos nesse "ramo da informação", assim desde que o mundo é mundo, antes do advento da internet, do telefone e até mesmo da escrita, vindos da Lituania, a família Litu se destaca, sendo Sonia do Litu, a fofoqueira, sua maior representante. Também se destaca o Tochinha que é uma pessoa que atingiu QI 35 vezes maior que a inflação do ano de 123 A.C. Incluímos aqui também o professor João Paulo, que só pode ter reencarnado para saber tanto das vidas passadas de todos os moradores da cidade. Faz dos seus alunos, suas vítimas obrigatórias em sala de aula, para que ouçam suas canções em latim. Há fontes que afirmam um homícidio duplo após ele cantar "Minha xoxota é dura", embora a imprensa da cidade tenha abafado o caso para evitar que professores de história de Barbacena tenham que ser contratados se o demitirem.

Bairros Famosos[editar]

  • Vale-Verde: região militar restrita. No Vale-Verde (vulgo V-V) encontram-se todos os crentros de inteligência militar da cidade, tais como, a delegacia de polícia e a sede dos cavaleiros da ordem dos V-V.Para entrar no bairro vv é necessário um passaporte de entrada, confirmação por imprensão digital e analise por retina.
  • Cohab: conjunto habitacional. Resumindo: "pobres"
  • Praia: região litorânea da cidade. Sempre que chove a maré aumenta causando inúmeros transtornos a população ribeirinha.
  • Pedra do Sino: região industrial da cidade. Em pedra do sino todas os habitante possuem pulmões de pedra devido a alta incidencia de pó no ar liberado pelas empresas cimenteiras.
  • Salgado: é de lá que saem todos o emos(Ou não).
  • Dombi: já tem luz, aguá encanada, asfalto e coca-cola. Um grande avanço. Parabéns a prefeitura!
  • Arame: fazem tudo agachados, comem, conversam e até assistem TV agachados.
  • Caveira: o próprio nome já diz.
  • Corte-Pedra: local onde cortam pedra para depois comerem(Ou não).
  • Canjamba: ótimo lugar para se tomar uma canja.
  • Tabuleiro: assa-se pão, torrada, rosquinha, às vezes queima, etc.
  • Souza: que também poderia se chamar (Ou não) Silva, Soares, Santos.
  • Crespo: melhor bairro da cidade, com uma vista privilegiada das montanhas.
  • Ponte Chave: para entrar você só precisa passar debaixo de uma ponte. Para sair vivo você vai precisar de mais do que uma chave.
  • Acampamento: ponto turístico. Ótimo lugar para acampar, ser assaltado. Acham que moram no centro e gostam de um barraco, literalmente...(Ou não)
  • Matinada: condomínio fechado, onde não se pode matar nada. (Ou não)
  • Santa Cecília: conhecido como Favela. Não precisa dizer mais nada né?
  • Rua do Sapo: alguns moradores nascem verdes outros apenas coaxam, usando a língua de sinal para dialogarem entre si.
  • Olímpico: local construido para os jogos olimpicos de 2016. No ano de 2014, a Rede Record comprou os direitos de exibição.
  • Caeira: local habitado por uma tribo indígena, onde os morados caçam seu próprio alimento.
  • Hermilo Alves: Lugar maravilhoso, já que as senhoras fofoqueiras estão se mudando para o centro da cidade( para ficarem mais perto do hospital, ou nao.

Pontos Interessantes[editar]

Carandaí possuí realmente muitos e muitos pontos interessantes; veja:

  • Calçadão, onde pessoas de diversos estilos estranhos se encontram.
  • Morro do Cruzeiro, o lugar perfeito pra meter, e ainda com fetiche de enxergar toda a metrópole.
  • Cachoeira da Fumaça, água de esgoto, muito visitada por alguns neguinhos da favela.
  • Antiga Estaçao Ferroviária, um ótimo lugar para dar um tapa na pantera ou pular na frente do trem.
  • Sales, o antigo shopping de Carandaí, substituído recentemente pelo "BH".
  • Estrada Real, construída exclusivamente para o uso restrito da familia real carandaíense.
  • Lagoa do Germano, lugar frequentado por atletas da elite anti-emo que treinam para as novas modalidades olímpicas: natação na lama, mergulho na lama, ginastica na lama, salto triplo na lama, tiro no barro. Lugar tambem frequentado para pesca esportiva de caranguejo.
  • Campo Carandaí, o maior estádio da cidade, reúne a elite que gosta de Cricket, Hipismo, e também de Rugby.