Carinha do Templo de Pandora

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Cquote1.svg Senhor onde é que fica o banheiro? Cquote2.svg
Kratos sobre Carinha do Templo de Pandora
Cquote1.svg Aqui não tão banheiro meu filho, se quiser faz ali no matinho! Cquote2.svg
Carinha do Templo de Pandora
Cquote1.svg Thanks! Cquote2.svg
Kratos
Cquote1.svg Nossa quanto soldado que foi fudido por esse cara Cquote2.svg
Você sobre Carinha do Templo de Pandora
Cquote1.svg É um Zumbi do Resident Evil Cquote2.svg
Eu sobre Carinha do Templo de Pandora
O Carinha do Templo de Pandora é um tio quase morto que perdeu o braço durante o duelo com o foderoso Zeus. Ele lembra aqueles zumbis malucos do Resident Evil que fica gritando o nome da Jill Valentine. O cara nem olho têm, ele usa um binóculo para olhar.

Como ele era antes?[editar]

Ai está ele.

O Carinha do Templo de Pandora antes era um traficante famoso que vendia drogas em Esparta, lá na cidade que já tinha sua própria Cracolândia, os espartanos tudo viciando no fumo que ele vendia.

Daí o Carinha teve a ideia absurda de roubar a Caixa de Pandora para ficar mais rico, mas falhou ao cair numa armadilha e perdeu um braço, como castigo o todo foderoso Zeus ordenou que o Carinha se tornasse o porteiro e queimar todos os soldados que se fudessem ao tentar roubar a caixa do Templo de Pandora.

O Carinha e o Kratos[editar]

O Carinha do Templo de Pandora soube que o espartano iria chegar ao templo, mas como ele estava com medo do Kratos dar um fatality nele, o Carinha do Templo de Pandora deixou Kratos passar do portão sem pagar nenhum imposto, mas Kratos teve que matar os Cyclops que queriam entrar de penetra no cabaré Templo sagrado

v d e h
God of War logo.png