Carl/Quentin

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Radio Controlled Robosapien Style Robot Toy Roboactor.jpg Este artigo é sobre uma MÁQUINA!

Ela sabe brincar, pular, cantar, destruir, esmagar e, no futuro, vai escravizar a humanidade e dominar o mundo. Então, cuide muito bem dela e não vandalize este artigo!

Carl/Quentin é uma engrenagem que sofre de dupla-personalidade prima de septuagésimo-quinto grau do Hagurumon que aparece no jogo Conker's Bad Fur Day. Enquanto a primeira parte parte é macho até debaixo de outro macho, e só queria que o mundo acabasse em buceta pra morrer fudendo, a outra parte é meio aboiolada, e só queria que o mundo acabasse em piroca pra morrer sentando.

Características[editar]

A engrenagem demoníaca em sua forma "macho", cujo único objetivo na vida é fumar charutos havanos e comer prostitutas tailandesas.

Aparentemente, essa é apenas uma engrenagem corroída comum, cuja única função no mundo é fazer parte de um mecanismo para fazer as máquinas de Bat's Tower funcionarem. Porém, como no lisérgico mundo de Conker the Squirrel todos os objetos falam, cantam e fazem bosta, a engrenagem também possui uma personalidade própria. Ou melhor, duas. A primeira parte, Carl, é um descendente de Dercy Gonçalves, boca suja pra caralho, que odeia a humanidade e acredita que os humanos servem apenas para produzir charutos havanos. Carl odeia qualquer coisa que se mova e faça barulho, com exceção das engrenagens fêmeas, com as quais o mesmo gosta de fazer orgias regradas a muito óleo.

Já a parte Quentin é o oposto da primeira personalidade, pois adora flores, cigarros de prostitutas francesas e homens sarado. Adora a humanidade, e seu sonho é participar de algum filme do Pai de Família, especialmente se for em um dos papéis principais. Quando não está sentando em outras engrenagens masculinas, só na brotheragem, Quentin tem como hobby assistir o vídeo do Bixo Piruleta.

Aparição[editar]

A primeira aparição de Carl/Quentin foi no cenário Bat's Tower, onde ele fica plantado na parede, apenas observando a paisagem como se fosse um vagabundo. Quando Conker chega, a primeira coisa que ele vê é Carl/Quentin. Como não sabia o que fazer, Conker vai conversar, e, quando começa a falar, a engrenagem assume a forma de "Carl", e começa a falar mais palavrões que a Dercy Gonçalves e o João Gordo juntos.

Depois de ouvir tantos palavrões, Conker viu que ele precisava encontrar algumas engrenagens para ajudar Carl/Quentin a funcionar da maneira correta. Assim, Conker começa a buscar as engrenagens, e Carl/Quentin simplesmente fica observando, e soltando o seu saco de palavrões.

Quando Conker termina de coletar todas as engrenagens, ele volta e coloca todas elas em seu lugar, e Carl/Quentin agradece mandando-o tomar noku. Porém, quando a engrenagem começa a funcionar, a parte "Quentin" assume o comando do corpo, e começa a desmunhecar, querendo que Conker brincasse com ele de médico. Porém, como Conker é macho, ele usou o correr pra caralho pra fugir dali.

v d e h
ConkerLogo.PNG