Carlos Martel

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Carlos Martel.

Carlos Antônio Martelo e Marreta, nascido talvez em 668 e morto em 741, foi um prefeito do palácio (embora tivesse mais moral que o rei) e também foi um duque dos francos. Bem, pela primeira vez vou usar uma piada que já tem na Wikipédia: "seja quais forem os títulos, ele governou os reinos francos". Era filho bastardo de outro prefeito do palácio, Pepino de Herstal.

Todo mundo lembra de Carlos Martel nem tanto pelo seu martelo, mas por ter vencido a Batalha de Poitiers ou de Tours, você escolhe o que quiser, a casa é sua), que foi decisiva pra impedir que os infiés árabes tomassem a Europa inteira, já que a Península Ibérica já tava nas mãos deles.

Carlos Martel deu origem ao Império Carolíngio, substituíndo os inúteis merovíngios, e também foi considerado pelo papa Gregório III o primeiro super-herói cristão, igualando-o ao poderoso Thor, que também tinha uma marreta, engraçado isso...

História[editar]

Pepino de Herstal morreu, mas antes, ele queria indicar Teobaldo, filho bastardo de um filho legítimo seu (confuso, não?), mas a nobreza achou um abuso, devido ao pirralho ter apenas 8 anos e mal ter tirado o dedo da boca. Aí enfiaram o Martelo de Carlos no meio e deu que ele virou o prefeito do palácio.

Com isso, gerou uma guerra civil dentro do reino franco. Jogaram o Martelo do Carlos na cadeia já, já, já e colocaram um merovíngio retardado no poder. Mas nessa briga entre um grupo e o outro dos Francos por mais cream cracker, Carlos Martelinho de Orelhas fugiu da cadeia e decretou CADEIA NELES!!! E enfim ele virou prefeito do palácio, depois de muuuuuuuuuuitos anos de cacete.

Batalha de Poltiers[editar]

Carlos Martel enfrentou os mouros que tentavam invadir o reino franco e por fim "DOMINAR O MUNDO" com o islamismo. Ao matar o emir Abdar Rahman no meio da batalha, fez os mouros mijarem de medo e sairem dalí correndo implorando a Alá pra que poupasse as pobres almas deles.

Depois de Tours[editar]

Depois de Tours continuou a sina dos bárbaros: guerras e mais guerras (ô vida filha da puta...) e assim ele viveu para morrer até sua morte, em 741, quando eu seu lugar subiu Pepino o Breve e Carlomano, seus dois filhotes, assim começando definitivamente o Império Carolíngio, que durou quase porcaria nenhuma, já que depois de Carlos Magno o Império foi pras cucuias...

E o martelo do Carlos?[editar]

Querem ver o martelo do Carlos é? Safadinhos!!!

Está aqui, ó!


Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!