Carlos Rodrigues

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
100malafaia.jpg Bispo Rodrigues
Roberto-Jefferson-e-Bispo-Carlos-Rodrigues.jpg
Carlos, enquanto bispo, paquerando Roberto Jefferson
ex-Mensaleiro Federal por Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Período 1 de janeiro de 199912 de setembro de 2005.
Perfil
Partido PL
Profissional
Nível de honestidade Icon 33 percent.png Baixo, não deixe dinheiro perto dele!
Pessoal
Nome completo Carlos Rodrigues Pinto
Origem Rio de Janeiro, Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Nascimento 4 de outubro de 1957
Nacionalidade Brasileiro
Religião Umbanda protestante
Profissão ex-Bispo da IURD
(atualmente trabalha como desempregado)
Escândalo(s) Mensalão do PT
Sexo link={{{3}}} Masculino
Nível de inteligência Alto Astuto quando se trata de dinheiro público.
Vício(s) Dinheiro
®Desciclopédia

Carlos Alberto Bispo Rodrigues Pinto ou somente Bispo Rodrigues é um ex-apadrinhado de Edir Macedo e ex-deputado federal brasileiro que ficou famosos por integrar a trupe dos aloprados mensaleiros.

Biografia[editar]

A vida política de Carlos começou bem cedo, aos perto de seus 40 anos, quando ainda tinha aquela um nerdão virjão. O Bispo, como era conhecido dentro da empresa que ele trabalhava, o banco Universal, era um dos líderes e mentores daquela instituição. Era ele quem participava dos esquemas e negociatas entre os pastores e os espíritos zombeteiros.

Carreira brilhante no Banco Universal[editar]

Carlos em um de seus Fala Que Eu Te Escuto: Agora quem precisa de ajuda é ele.

O Bispo Pinto sempre foi amigo pessoal do Macedão, eterno CEO e diretor-executivo da instituição financeira. Então ele ajudava a comandar de perto os esquemas políticos daquela seita que ele ajudava a comandar, oferecendo apoio logístico, estratégico, ajuda na elaboração do plano de dominação mundial, tendo inclusive criado as video-aulas que mostravam como convencer os fiéis que era melhor dar do que descer. Na época não era igual é hoje que existia um YouTube, não era qualquer favelado que poderia comprar uma GoPro da época além de uma fita VHS ser caro pra burro, ou seja, o Bispo do Pinto era bichão meeermo!

Depois de auxiliar o chefão nas tarefas dentro daquela seita, Carlos Rodrigues ajudou a criar Rede Aleluia irmãos!, uma rádio nos mesmos moldes da Rádio Bradesco. Esta, aliás, foi sua inspiração para a criação da rede de alienação em frequência modulada.

Com vários serviços prestados dentro da igreja e fora dele, esbanjando talento e sagacidade, o Bispo Rodrigues foi pro mundo, cara! tentar repetir seus feitos na Câmara dos Deputados como deputado federal, sendo eleito pelo estado que ele mais representava, o Rio de Janeiro.

Na Câmara dos Deputados[editar]

Carlos perdeu o cabaço na deputaria federal em 1999, pelo DEMo -- que na época se chamava PFL, o que fez com que ele se mantivesse como membro da seita que ele frequentava. Como o bispo sempre foi conhecido por seu vicio em dinheiro (afinal, não estava na IURD à toa), ele se meteu em três escândalos: o das sanguessugas, o escândalos dos bingos e o mais famoso deles, o mensalão -- este último passou a ser considerado um mensalinho perto do arrombado deixado pelas descobertas feitas pela leva jato.

Mensalão[editar]

Alguns anos depois que foi condenado no Mensalão, o bispo fez algumas declarações impactantes, sobre o período que teve que comer gororoba pastada atrás das grades. Segundo ele afirmou ao repórter Rafael Gomide, o período na solitária o fez tornar mais homem[carece de fontes] e que deixou de usar óculos porque o quebrou durante uma briga na cadeia, apesar de testemunhas dizerem que o apelido dele na Papuda era na verdade Ana Buceta(sic), em alusão ao seu glorioso sobrenome.

O bispo Rodrigues ainda contou ao repórter da Falha sobre os período vivendo no presídio do Mato Grosso, o qual o próprio considera como sendo uma segunda casa e onde teve que conviver com presos de mais alta periculosidade, como o Fernando Costeiro. O bispo diz ter batizado o traficante ali mesmo, antes de ambos partirem para uma festinha privada em Cabaçal, uma cidadezinha irrelevante perto de Cuiabá. Sobre a festa, o bispo disse ao reporter que apesar de ter ido, não desfrutou de nenhuma iguaria oferecida local, como alguns tira-gosto e mulheres feias.

Como bem conhecemos a justiça brasileira, o Bispo Cazalbé mal chegou a ficar 30 dias presos e já voltou a liberdade, mesmo que a justiça lhe enfie o dedo indicador no rabo algumas vezes.

Pós-mensalão a atualmente[editar]

Hoje em dia o Carlos Pinto tem uma vida regrada e bastante pacata, mas vive como um detendo em regime semi-aberto na Papuda, onde no período em que não está na prisão trabalha como desempregado em lugar nenhum.

v d e h
Ladra06.gif POLÍTICO$ DO BRA$IL

Carlos Rodrigues fez implante de cabelos.

Outros políticos em que você já votou e se arrependeu:

Maluf tn.jpg