Carlos Rodrigues

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ladra02.gif Carlos Rodrigues é mais um dos
POLÍTICO$ DO BRA$IL

E gosta de coligações.


Bispo Rodrigues
Roberto-Jefferson-e-Bispo-Carlos-Rodrigues.jpg
Carlos, enquanto bispo, paquerando Roberto Jefferson
ex-Mensaleiro Federal por Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Período 1 de janeiro de 199912 de setembro de 2005.
Partido PL
Nível de honestidade Baixo, ruim, pobre... Baixo, não deixe dinheiro perto dele!
Perfil
Nome completo Carlos Rodrigues Pinto
Nascimento 4 de outubro de 1957
Rio de Janeiro, Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasileiro
Partido PL
Religião Umbanda protestante
Profissional
Profissão ex-Bispo da IURD
(atualmente trabalha como desempregado)
Escândalo Mensalão do PT
Dados Pessoais
Sexo link={{{3}}} Masculino
Nível de Inteligência Médio-cre Astuto quando se trata de dinheiro público.
Vícios Dinheiro


Cquote1.png Você quis dizer: Milhouse Van Houten Cquote2.png
Google sobre Carlos Rodrigues

Carlos Alberto Bispo Rodrigues Pinto ou somente Bispo Rodrigues é um ex-apadrinhado de Edir Macedo e ex-deputado federal brasileiro que ficou famosos por integrar a trupe dos aloprados mensaleiros.

Biografia[editar]

A vida política de Carlos começou bem cedo, aos perto de seus 40 anos, quando ainda tinha aquela um nerdão virjão. O Bispo, como era conhecido dentro da empresa que ele trabalhava, o banco Universal, era um dos líderes e mentores daquela instituição. Era ele quem participava dos esquemas e negociatas entre os pastores e os espíritos zombeteiros.

Carreira brilhante no Banco Universal[editar]

Carlos em um de seus Fala Que Eu Te Escuto: Agora quem precisa de ajuda é ele.

O Bispo Pinto sempre foi amigo pessoal do Macedão, eterno CEO e diretor-executivo da instituição financeira. Então ele ajudava a comandar de perto os esquemas políticos daquela seita que ele ajudava a comandar, oferecendo apoio logístico, estratégico, ajuda na elaboração do plano de dominação mundial, tendo inclusive criado as video-aulas que mostravam como convencer os fiéis que era melhor dar do que descer. Na época não era igual é hoje que existia um YouTube, não era qualquer favelado que poderia comprar uma GoPro da época além de uma fita VHS ser caro pra burro, ou seja, o Bispo do Pinto era bichão meeermo!

Depois de auxiliar o chefão nas tarefas dentro daquela seita, Carlos Rodrigues ajudou a criar Rede Aleluia irmãos!, uma rádio nos mesmos moldes da Rádio Bradesco. Esta, aliás, foi sua inspiração para a criação da rede de alienação em frequência modulada.

Com vários serviços prestados dentro da igreja e fora dele, esbanjando talento e sagacidade, o Bispo Rodrigues foi pro mundo, cara! tentar repetir seus feitos na Câmara dos Deputados como deputado federal, sendo eleito pelo estado que ele mais representava, o Rio de Janeiro.

Na Câmara dos Deputados[editar]

Carlos perdeu o cabaço na deputaria federal em 1999, pelo DEMo -- que na época se chamava PFL, o que fez com que ele se mantivesse como membro da seita que ele frequentava. Como o bispo sempre foi conhecido por seu vicio em dinheiro (afinal, não estava na IURD à toa), ele se meteu em três escândalos: o das sanguessugas, o escândalos dos bingos e o mais famoso deles, o mensalão -- este último passou a ser considerado um mensalinho perto do arrombado deixado pelas descobertas feitas pela leva jato.

Mensalão[editar]

Alguns anos depois que foi condenado no Mensalão, o bispo fez algumas declarações impactantes, sobre o período que teve que comer gororoba pastada atrás das grades. Segundo ele afirmou ao repórter Rafael Gomide, o período na solitária o fez tornar mais homem[carece de fontes] e que deixou de usar óculos porque o quebrou durante uma briga na cadeia, apesar de testemunhas dizerem que o apelido dele na Papuda era na verdade Ana Buceta(sic), em alusão ao seu glorioso sobrenome.

O bispo Rodrigues ainda contou ao repórter da Falha sobre os período vivendo no presídio do Mato Grosso, o qual o próprio considera como sendo uma segunda casa e onde teve que conviver com presos de mais alta periculosidade, como o Fernando Costeiro. O bispo diz ter batizado o traficante ali mesmo, antes de ambos partirem para uma festinha privada em Cabaçal, uma cidadezinha irrelevante perto de Cuiabá. Sobre a festa, o bispo disse ao reporter que apesar de ter ido, não desfrutou de nenhuma iguaria oferecida local, como alguns tira-gosto e mulheres feias.

Como bem conhecemos a justiça brasileira, o Bispo Cazalbé mal chegou a ficar 30 dias presos e já voltou a liberdade, mesmo que a justiça lhe enfie o dedo indicador no rabo algumas vezes.

Pós-mensalão a atualmente[editar]

Hoje em dia o Carlos Pinto tem uma vida regrada e bastante pacata, mas vive como um detendo em regime semi-aberto na Papuda, onde no período em que não está na prisão trabalha como desempregado em lugar nenhum.

Ladra02.gif Carlos Rodrigues é mais um dos
POLÍTICO$ DO BRA$IL

E gosta de coligações.