Carmine Infantino

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mattgroening.jpg Ai, minha mão, porra!

Este artigo é sobre algum desenhista, rabisqueiro ou uma pessoa que não conseguiu emprego de pintor. Ele passa a madrugada desenhando, tem calos no lugar das digitais e é viciado em filmes de violência. Se vandalizar, Sai passará a borracha em você!

Asimov-isaac.jpg Este artigo é sobre um(a) escritor(a)!

Ele(a) talvez tenha heterônimos, sua "inspiração" vem de um copo de whisky e sua obra só ficará boa quando morrer de tuberculose.

Balada para ele(a) não é festa em boate! Clique aqui e vire a página.


Carmine Infantino foi o escritor mais famoso de Usain Bolt Flash e também foi desenhista. De onde ele difere dos outros escritores da DC Comics? Simples, ele nasceu em 1925, é um dos roteiristas/desenhistas/escritores da DC Comics mais velhos (talvez o único vivo) e ainda está vivo!

Para se ter uma ideia, o Gardner Fox (quem?) tinha 28 anos quando ele tinha 12! Baseado em cálculos do começo da Segunda Guerra Mundial, ou seja, começado a calcular na segunda guerra mundial.

Infância[editar]

"NÃO FUI EU QUE PEIDEI! ...Agora Troll3.jpeg"

Carmine nasceu no Alabama com dois pais que eram filhos de imigrantes ilegais do México, uma época onde a fronteira dos Estados Unidos não eram tão vigiadas. Carmine nasceu de parto normal mas os seus pais eram "míopes" e "estrabicos" e acharam que era uma Menina que chamaram de Carmine.

Carmine = Carmen em Mexicano Espanhol. Os pais seguiram criando ele até os 8 anos até que a mãe do menino veio ao marido dizendo:

Cquote1.png Ô Marido! Eu acho que a nossa garota é um garoto mesmo Cquote2.png
Mãe de carmine

Se recusando a acreditar e também a "conferir" tocando no objeto (afinal ele achava que não era Cego) ele continuou a comprar coisas de menina, Carmine acreditou até os 12 anos que fosse menina e então ele começou a ter a puberdade, pelo menos o pai de carmine ficou feliz pois estava pensando que sua filha fosse Lésbica.

No fim, Carmine acabou perdendo a virgindade por acidente, ele não sabia que tinha que pagar para isso. Bem, agora onde entra a história desse bravo guerreiro que fez o Flash? Simples, ele desenhava bem e também tinha uma "habilidade com as mãos" assim a sua imaginação e desenhos a mil ele criou o Flash.

Afinal ele pensava ser o maior corredor do mundo. Isso deu um grande produto para ele.

Carreira[editar]

Vantagens de ser um escritor da DC Comics.

Pelos pais serem pobres e pelo Pai acreditar que Carmine era uma menina mesmo e que na verdade aquele "filho" dele era da Mulher dele mas com outro ele acabou não pagando a faculdade para a sua filha, digo, filho, que teve que seguir os velhos costumes da época que ocorriam no México.

Enquanto isso, Carmine engolia HQs do Super Homem enquanto a segunda guerra estava acabando, o Pai de carmine acabou indo para a guerra nesse tempo e ele se rendeu para os Nazistas, a mãe de carmine diz que ele pode ir embora e que ainda acreditava que ela conseguiria um bom marido.

Saiu de lá e foi para Nova York onde havia homens de qualidade e foi mostrar as suas histórias para o pessoal da Grande Maçã, tendo a esperança de que ele fosse reconhecido como um Homem e ganhasse dinheiro no processo.

Mal sabia ele que teria que vender a alma para a DC (assim como todos os outros fizeram) para ter isso.

DC[editar]

Ele trabalhou na DC por, vejamos... Vários anos. Nesse anos ele sempre foi conhecido como Carmine mas todos que ouviam o nome o chamavam de Carmen. Cansado dessa bobagem ele raspou o cabelo para que pareassem de achar que ele fosse um homem, logo adquiriu o apelido de "Olga" entre o pessoal da DC Comics.

Fez várias histórias para o Flash e foi quem inaugurou as cidades Central City e Keystone City, irmãs e gigantes que parecem abrigar milhões mas só tem 100 mil cada, é, o que é do interior não deixa de ser do interior.

Fez vários vilões míopes e estrábicos lutar contra o Flash remetindo aos seus pais e também elaborou uma "incrível técnica" onde você desenhava só um pouco curvado o fundo quando o personagem está correndo. Explêndido, Explêndido.

Fez uma biografia "a minha vida em quadrinhos" onde retratava como é ser filho de imigrantes ilegais, aliás veio de brinde com a revista do Flash... Essa DC é maligna...

Morte[editar]

O QUÊ? ELE NÃO MORREU AINDA! O que você está pensando? Bem ele tá aposentado e ainda escreve algumas coisas para ressuscitar o Flash já que o Fox sei lá das quantas já morreu, então ele é o quebra-galho.

Ver também[editar]

v d e h
O incompreensível mundo do Universo D.C.