Carnaval

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Jamelão Mangueira.jpg
"QUEM VAI-VAI VER A MANGUEIRA ENTRAR?"
"Quem não gosta de samba, bom sujeito não é: ou é emo, ou funkeiro, ou paulista, ou mané!"

Este artigo é sobre Carnaval. Pode também ser sobre uma escola-torcida, mas se você não é do samba, não vandalize. Seja engraçado e não apenas idiota, ou Sólon Tadeu vai atrás de você!
Tsunami de Olinda.
A matemática do Carnaval.
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Carnaval.

Nota: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

Cquote1.pngVocê quis dizer: Vagabundagem.Cquote2.png
Google sobre Carnaval
Cquote1.pngVocê quis dizer: Música Ruim.Cquote2.png
Google sobre Carnaval
Cquote1.pngVocê quis dizer: Putaria.Cquote2.png
Google sobre Carnaval
Cquote1.pngVocê quis dizer: Gente bêbada beijando na boca e pulando atrás de um caminhão.Cquote2.png
Google sobre Carnaval
Cquote1.pngVocê quis dizer: Orgia pública.Cquote2.png
Google sobre Carnaval
Cquote1.png Oba Agora aulas so dia 15 de fevereiro!!!! Cquote2.png
Você ao entrar na escola dia 1º de Fev e saindo dia 2 de recesso
Cquote1.png A pipa do vovô não sobe mais, a pipa do vovô não sobe mais, apesar de fazer muita força, o vovô foi passado pra tras! Oê! Cquote2.png
Silvio Santos sobre carnaval
Cquote1.png Interessante mas não se compara as orgias dos poetas vitorianos de Londres... Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Carnaval
Cquote1.png O Carro Alegórico, segundo maior símbolo do carnaval carioca, é um pseudo sub-produto do Trio Elétrico, criado na Bahia Cquote2.png
Ministro e auto intitulado Entidade Umbandista Gilberto Gil sobre Patrimônios culturais não-bahianos
Cquote1.png Na União Soviética, o carnaval pula VOCÊ!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Carnaval
Cquote1.png Entrei na feira da fruta... Cquote2.png
Coringa sobre Carnaval
Cquote1.png Ôxente, na Bahia é sempre carnaval Cquote2.png
Baiano sobre Carnaval

Ó pai ó!! Vô é estudar música clássica que é melhor, meu rei!!

Cquote1.png O melhor carnaval do mundo é no Rio de Janeiro. Olinda não faz parte desse mundo Cquote2.png
Dito popular sobre Carnaval
Cquote1.png Pirulito, banana ou salsicha, Mulher gosta de dinheiro, quem de Piru é Bicha!!! Cquote2.png
Unidos do Caralho a Quatro sobre Carnaval
Cquote1.png Tempo de orgia pública em massa, aproveite e fique grávido você também! Quer maior variabilidade de genes que um filho do carnaval? Cquote2.png
Gregor Mendel sobre o programa de Marta Suplicy CARNatalidade.UP.2008-Já!
Cquote1.png Teria sido melhor ir ver o filme do Pelé! Cquote2.png
Chaves sobre Carnaval do ano passado

O Carnaval é uma festa Cristã em comemoração à traição de Judas Iscariotis, na qual é realizado um famoso ritual de sacrifício humano à Deusa da Bunda feito por povos indígenas pouco desenvolvidos da região do Rio de Janeiro. As pessoas, geralmente mulheres seminuas, são obrigadas a vestir fantasias pequenas e que não cobrem quase nada do corpo, usar maquieagem pesada e sambar até a morte, por uma longa passarela, ou ser atropeladas por um carro alegórico gigante com alguma tema sem graça. As vítimas, conhecidas como passistas, geralmente se unem em bandos, e sambam juntas em direção ao holocausto, enquanto uma turba em êxtase os observa da arquibancada. Isso geralmente ocorre em fevereiro, no solstício de verão e praticamente nos outros 364 dias de folias das micaretas, sem que nenhum otário,trouxa ou boçal se enjoe desse troço todo.

Ritmo, suor e bunda.

Tabela de conteúdo

Tipos de Carnaval

Carnaval na Bahia

Dedada em pleno carnaval de Salvador
Na Bahia, também há uma variação do carnaval, só que esse se passa na rua, e os passistas entram em êxtase sambando, enchendo a cara e tendo relações sexuais até a morte. Essa varição do carnaval começa no dia primeiro de janeiro e termina no dia trinta de dezembro. Durante o dia trinta e um os baianos terminam a festa e vão trabalhar. Por uma triste coincidência, o dia trinta e um de dezembro desse ano cai num domingo.
Carnaval de Salvador. Axé, folia e muita menina de família.

Qualquer pessoa que queira participar desta variante do Carnaval provalvelmente terá que se desfazer de todos os seus bens para adqurir um Abadá. E aqueles dos de que não se desfizer, vão perder nos assaltos e arrastões mesmo.

O carnaval foi criado na Bahia, um baiano chegou para a baiana e falou "te cutuco", ela "num cutuca", "te cutuco", "num cutuca".

E assim surgiu o ritmo do carnaval.

Carnaval em São Paulo

Ver artigo principal: Carnaval de São Paulo

Carnaval em Curitiba

Ver artigo principal: Carnaval de Curitiba

Carnaval em Olinda

Ritual no qual os participantes sobem e descem ladeiras de 87,3º de inclinação em meio a uma orgia desenfreada e amorfa. O folião deve escolher uma das 154647 orquestras de frevo que transitam ininterruptamente e acompanhá-la até a exaustão máxima beijando e sendo beijada por qualquer figura minimamente humananóide que encontrar pelo caminho. As noções de Individualidade e Monogamia devem ser abandonadas. Existe a possibilidade de 4,21% de que o folião não seja furtado se ele conservar quaisquer objetos de valor ou dinheiro em seu estômago. Relatos de sobreviventes a tal manifestação carnavalesca são escassos e ainda carecem de confirmação de uma fonte independente.

Carnaval de Minas Gerais

Image tt ps (22).jpg

Em Minas, o carnaval não acontece na capital, pois não há ninguém por lá durante esta época do ano. Portanto, as cidades históricas preparam sua estrutura para acomodar os moradores afáveis da capital durante muito tempo antes do início do período carnavalesco, 2 horas. Segue uma lista de cidades-martir que suportam os belo-horizontinos e paulistas amishs durante longos 6 dias.

Na capital mineira, a paz se instala nesta época. Você pode atravessar a Av. Afonso Pena - uma espécie da Av. Paulista com a diferença de alguns Kilômetros e sotaque - de olhos fechados. O resultado é quase sempre bom, mas o problema é quando há outra pessoa fazendo o mesmo teste na direção contrária.

Carnaval de Diamantina

Considerado pelos belorizontinos como "o maior carnaval de interior numa cidade histórica onde viveu Chica da Silva", os festejos de Momo desta cidade consistem em duas bandas que se revezam na praça principal (Praça do Mercado), concorrendo pela preferência de centenas de bêbados e drogados que não conseguem distinguir uma da outra. A estátua de JK é anualmente eleita o folião mais animado, só para se ter uma ideia. O ar é sempre irrespirável, dado o futum emanado de urina e de fezes que os foliôes insistem em deixar por todo lado. Apesar disso, a horda etílico-maconheira retorna todos os anos, o que se explica pelo fato de que ninguém consegue se lembrar de nada que aconteceu entre a noite de sexta e a manhã de quinta-feira.

Carnaval televisionado

Mapa de Olinda para turistas sexuais que vem para o carnaval

Apesar da Rede Globo praticamente possuir o monopólio do carnaval televisivo, os desfiles sempre são exibidos tendo em foco o público que não aprecia carnaval. A audiência que assiste os desfiles que, em 99,9% dos casos, passam de madrugada apenas assiste por falta de opção, afinal que gosta de carnaval nestas horas está se esbaldando nas orgias nababescas nos bailes e desfiles e não assistindo transmissões tediosas no qual colocam narradores que além de não entender nada do tema ficam matraqueando e impedindo a audiência de ouvir os samba-enredos do desfile. O que não resulta em absolutamente nada, já que as duas coisas são uma merda mesmo.

Carnaval na Rede Globo

A Rede Globo, a maior patrocinadora de lixo na TV brasileira, transmite o carnaval ao mundo todo, tentando assim chamar mais gringos para participarem do ritual. A deusa da bunda Carla Perez paga uma taxa a Rede Globo para transmitir o carnaval o ano todo, por isso suas novelas mostram sempre muitas mulheres nuas, cenas de orgias e sexo na rua.

Crítica ao Carnaval

Sua boca por dentro e por fora depois do Carnaval.

Naturalmente, existem pessoas que não gostam dessa suruba famigerada de 72 horas sem dormir e só com manguaça na cabeça. Eles tentam convencer os demais que o carnaval é uma merda, mas acabam indo parar na folia no final das contas. Enfim, eles dizem o seguinte:

  • Não tem graça ficar pulando correndo atrás de um caminhão que anda a 5km/h no meio de uma muvuca Filha da Puta. Como o som é de 7000000 decibéis, depois de um tempo você não vai conseguir ouvir nada, e tudo que você vai ver é aquele bando de pobre em volta de você, catinga de suvaco e um bafo quente infernal. Não vai dar nem pra cantar a gatinha que tá GRUDADA em você, já que ela não vai ouvir nada mesmo (você só vai ser notado se der aquela apalpadinha malandra; mas no carnaval é tanto esbarrão pra cá, pederastia pra lá que é capaz de ainda assim você ser ignorado).
  • A razão de banheiros químicos é 1 banheiro/50000 foliões. Então prepare-se para sentir cheiro de mijo durante toda a celebração, e se você não quiser contribuir para o mesmo, leve uma sacolinha da mercearia da esquina. Ou então você pode aproveitar a pocinha de lama, suor e mijo que tem em tudo quanto é lugar pra atender ao chamado da natureza.
  • Então, no meio da suruba, você avista aquela gata! Só que pra andar 10 metros você demora 1h pra abrir caminho e ainda por cima sua pele tem que aturar 50 litros daquele suor comunitário (também conhecido como catinga do povão).
  • Carnaval não funciona sem breja pra cima. Então tu tem que beber litros pra conseguir aturar a merda que é, e até você voltar à consciência no dia seguinte pode ter certeza que tu fez coisa que não devia com gente que não devia (MWAHAHAHAHAHA!).

Aliados do Carnaval

Pessoa assistindo os desfiles carnavalescos televisionados
Típica carnavalesca mostrando o seu melhor no carnaval

Inimigos do Carnaval

Outras Religiões Primitivas

Quando aconteceu e quando vai acontecer essa porra?

Ano Data
2000 7 de março
2001 27 de fevereiro
2002 12 de fevereiro
2003 4 de março
2004 24 de fevereiro
2005 8 de fevereiro
2006 28 de fevereiro
2007 20 de fevereiro
2008 5 de fevereiro
2009 24 de fevereiro
2010 16 de fevereiro
2011 8 de março
2012 21 de fevereiro
2013 12 de fevereiro
2014 4 de março
2015 17 de fevereiro
2016 9 de fevereiro

Links

Samba enredo típico



Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas