Casa & Vídeo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa



Papaco.jpg AVISO DE MONTE DE BOSTA!
Esta página é um monte de bosta. O autor reconhece isso.


Cquote1.png Nossa tática é diferenciada: Temos preços muito baixos, principalmente porque arrumamos descontos junto ào pagamento de impostos Cquote2.png
Presidente da Casa & Vídeo sobre preços dos produtos
Cquote1.png TUDO, TUDO, TUDO, TUUUUUUUUUUUUUUUUUDO EM ATÉ 10 VEZES SEM JUROS!!VEEEEM PRA CASA & VÍDEO! Cquote2.png
Locutor dopado do comercial
Cquote1.png SmileySmall.png Cquote2.png
Mascote da Casa & Vídeo delirando
Cquote1.png Agora teremos que decretar a falência da Casa & Vídeo devido à sonegação de ICMS, IPTU, IPVA, Imposto do Boi, Contas de água, luz, telefone, gás natural, e da pensão da tia Joana. O que tens a dizer sobre isso? Cquote2.png
Juiz criminal para Casa & Vídeo
Cquote1.png XD.png Cquote2.png
Mascote da Casa & Vídeo sobre declaração acima

A Casa & Vídeo, ou Casa e Vídeo para quem tem preguiça de apertar a tecla shift para digitar o & éra uma loja de departamentos que costumava colocar preços que chegavam até ao negativo, atraindo assim os pseudo-mãos-de vaca(Julius Rock e sua família compram sempre lá) e os pobres que cansaram de pagar até a própria bunda junto a um carnê que mais parece uma enciclopédia de tantas canhotos que tem nas Casas Bahia. Se utiliza de uma técnica milenar para conseguir esses descontos para seus produtos que nunca precisam ser trocados, até porque a Casa & Vídeo não aceita trocas.

Política da empresa[editar]

Tudo nessa foto é contrabandiado. Até o letreiro...
Nem os outros ladrões perdem tempo roubando coisas vindas da Casa & Vídeo

Um grupo de traficantes cariocas resolveu tentar criar uma nova forma de crime organizado: o crime super-organizado. Eis que assim foi convocada uma reunião na Favela da Rocinha para uma discussão organizada típica dessa região juntos com seus nobres moradores, contando com a presença até de alguns FUCKeiros que animaram a festa com algumas iguarias gastronômicas. Ao meio de tudo isso, surge a ideia de criar uma rede de contrabando revolucionária, que importaria produtos de qualidade inigualável de países especialistas em produção técnológica, como a China, Sri Lanka, Mongólia(você veio de lá), e, principalmente, da República das Bananas. Rapidamente, graças ao dinheiro do outro trabalho dos organizadores da Casa & Vídeo, foi criada uma nova loja, erguida após a expulsão de 24 famílias de suas casas. As mercadorias nunca faltaram, até porque vinham junto com as Drogas no carregamento de contrabando(suspeita-se que além de engolirem cápsulas de cocaína, alguns 'transportadores' também engoliam geladeiras e fogões. Mas, devido à indigestão que alguns deles sofreram, a Casa & Vídeo decidiu por não vender produtos de linha branca), e, como nenhum policial consegue impedir isso, deu que o trabalho deu certo no início. Havia algo de Robin Hood nisso, até porque tiravam clientes dos ricos e os davam para os pobes(eles mesmos!Ou não...).

Outras intenções no sistema[editar]

Cquote1.png Corre que a Polícia tá vindo!! Cquote2.png- Compradores da maconha made in Buraquistão

Logo quando começaram a evoluir decidiram investir muito mais, especialmente porque como os produtos básicos como TV, DVD e MP666 estavam baratos, os maconheiros passaram a investir seus ganhos em maconha. Por isso que os traficantes sao tão ricos. E, por seguir esse mesmo raciocínio, hoje a Polícia Federal suspeita que o verdadeiro dono das Casas Bahia é o Fernandinho Beira-Mar.

Porque a Casa & Vídeo NUNCA trocou um produto[editar]

Cquote1.png Pô, logo quando consegui tomar coragem e quebrar o porquinho pra comprar aquela Juicer Walita que anunciaram... Cquote2.png

Ora, os ladrões são inteligentes! Eles colocam um stand vermelho na entrada de TODAS as lojas da empresa em Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo com um grande letreiro em cima escrito TROCAS. Mas, quando o feliz consumidor percebe que sua nova TV de 800 polegadas made in Omã não funciona após apenas um dia de uso, e, decide ir à loja trocar, acaba conhecendo uma das principais formas de convencimento que o atentente desse stand tem com relação a qualidade do produto. Rapidamente convencido, o mesmo acaba facilmente aceitando que o erro é dele, que ele mexeu em algo errado, que ele que fabricou essa merda de maneira erra e que ele é o culpado até da fome no mundo. Mas misteriosamente pouco tempo depois ninguém o vê para questionar algo sobre a Casa & Vídeo. Por esse motivo a Casa & Vídeo pergunta na hora da compra a profissão do consumidor. Se for um PM, rapidamente dizem que devido ao fato de ser sexta-feira dia 13 e por ter discos voadores sobrevoando a filial naquele momento não seria possível vender o produto para ele. Mesmo sendo segunda, dia 29 e, ser apenas um pombo o objeto que sobrevoa a filial.

Ih, lascou![editar]

Cartaz da festa de aniversário da Casa e Vídeo(aliás, todo dia é anunciado como dia do aniversário da loja...)

Até que em um belo dia um policial malandro disse que sua proffisão não era policial, mas sim o que ele era nas horas vagas. Deu naquilo, o microondas made in Patagônia explodiu na hora do almoço do mesmo e ele foi trocar o produto. Ele nunca mais apareceu na delegacia. Começaram a investigar a Casa & Vídeo em simultâneo em que o grande estrategista da mesma acabou preso. Ele, em troca de receber dois dias de banho de sol e um escudo para seu cu não ser comido dentro da penitenciária, revelou o esquema todo. Acabou que a mesma sonegava tudo o que era(e até o que não era!) imposto e foi o fim.

MAS O MUNDO É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS!!!

O juiz que decretaria a falência da mesma recebeu um pequeno estímulo para dar uma mãozinha aos traficantes e deixar a Casa & Vídeo funcionar. E não é que deu certo? Só tiveram que mudar de nome: de Casa & Vídeo S/A virou CASA&VIDEO S/A. Grande mudança, não!?

Invenções e acusação de plágio[editar]

As informações que a Casa e Vídeo dá são 100% confiáveis e corretas

A Casa & Vídeo foi a pioneira do Carnê múltiplo, onde, no mesmo carnê você podia pagar seu microondas, seu Polystation e sua maconha. Foi um sucesso absoluto, até porque o nome vinha bem discreto na conta: ao invés de vir maconha, vinha escrito apenas droga. Como todos os produtos contrabandiados da mesma também eram uma droga, ninguém percebia a diferença. Até que a empresa sofreu dois processos de plágio: o primeiro, das Casas Bahia, que também ficou muito imcomodada com a rivalidade de quem põe os preços mais altos e consegue enganar melhor o consumidor, que pensa que os preços são uma pechincha. A Casa & Vídeo ganhou, mas apenas graças à tática de defesa do advogado da loja. Logo depois, de novo um processo advindo das Casas Bahia, dessa vez contra o Carnê inovador da Casa & Vídeo. Aí, nem o melhor tipo de agrado do mundo conseguiu mudar a opinião do juiz, até porque ele era gay, e, as Casas Bahia ganharam o caso. Assim foi criado o Casa & Vídeo Card Visa Internatioanal, mas que não deu tão certo já que as maquininhas da cartão dos traficantes só aceitavam Visa internacional, mas a maioria dos clientes só tinha Credicard. Por fim, a AEMO(Associação dos Emos) reclamou e muito do emoticon que a empresa usa como mascote. Mas logo foi descartada qualquer ameaça de processo, uma vez que o mascote da mesma vive sorrindo, diferentemente dos emos...

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Casa & Vídeo no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
Ladraompce.jpg Casa & Vídeo é um ladrão.

Este artigo é sobre alguém em que votamos de 4 em 4 anos.
Se ele ainda não lhe roubou, vai roubar.

Guarde bem sua carteira antes de ler este artigo.

Maluf tn.jpg


Merda.jpg Este artigo é um Lixão Gaúcho de piada repetida.
Alguém fez a maior bosta neste artigo. Chame o limpa-fossa.