Casa da moeda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Opa amigo, beleza? Te vi meio perdido por aqui e achei por bem te avisar que o artigo sobre a Casa da Moeda do Brasil fica no outro lado da rua, certo?


A casa da moeda é o local onde o governo manda fazer o dinheiro, literalmente. É nelas onde são impressos os papéis-moeda — no caso do Zimbabué são só papéis mesmo. O local é como uma gráfica comum que imprime aquele monte de santinhos eleitorais, só que ao invés de imprimir aquele monte de lixo que ninguém quer, uma casa da moeda imprime dinheiro, coisa que qualquer um com sangue judaico persegue até a morte.

História[editar]

Um típico chefe numa das casas da moeda espalhadas pelo mundo.

As casas da moeda surgiram todas praticamente no mesmo período, quando o romance publicado por Adam Smith começou a influenciar os mentes fracas da época, o que fez com que o mundo fosse abolindo o escambo, onde alguns ignorantes trocavam itens valiosos em troca de meras lembrancinhas pra sogra — como os índios que trocaram todo um continente com Pau-Brasil e o escambau para receberem em troca um mísero espelho de banheiro — e passando a utilizar nos troca-troca entre eles, ouros de 18k, cunhados à mão por escravos de alguma entidade que mais tarde viria a se tornar uma casa da moeda.

Saindo da idade das trevas (literalmente...), as casas da moeda do mundo todo foi passando a emitir papeis que não valiam porra nenhuma, mas que por consenso dos illuminati passaram a valer uma fortuna. Essa modalidade de impressão continua valendo até os dias de hoje, só que ao invés do papel cru e pintado com alguma figurinha besta, as casas da moeda foram colocando alguns decalques e uns fru-frus a mais para passar aquele efeito placebo de segurança.

Casas da Moeda[editar]

Algumas das casas de cunhagem mais relevantes são:


Ver também[editar]