Caso Thomas Mantell

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

O Curioso Caso de Thomas Mantell diz respeito à queda e morte do famoso ( ? ) capitão Thomas F. Mantell, de 25 anos, piloto da Kentucky Air National Guard, em 7 de janeiro de 1948, enquanto perseguia discos voadores.

O caso[editar]

Na manhã de 7 de janeiro de 1948 , comandados pelo capitão Thomas F. Mantell, quatro aviões de combate tipo F-51D Mustang ( conhece?) voltaram de uma revoada de exercício na Base Aérea de Godman, em Fort Knox nos Estados Unidos, claro. Nesse exato momento, o controlador de rádio da torre gritou que um objeto voador não identificado tinha sido visto no céu, entre as nuvens (Ele estava Voando). Açulerando, os caças saíram atrás do OVNI . Um dos caças, com desculpa de estar com menos combustível, pousou. Os outros dois pilotos acompanharam o Mantell na caçada do objeto. Eles depois diriam que viram um objeto, mas falaram que era tão pequeno e indistinto que não puderam identificá-lo (Assim como sua namorada sobre seu pinto). Apenas um dos companheiros de cama de Mantell, tenente Albert Clemmons, tinha uma máscara de oxigênio, e seu oxigênio estava acabando,inutilizando-a. Clemmons e o outro piloto, tenente Hammond, abandonaram a perseguição a 6.900m de altitude. Mantell continuou subindo. Ele foi subindo,subindo...subindo.... subin... O pessoal da torre de controle ouviram ele dizer, excitado(hum...): “Estou chegando perto dele”,(O objeto tinha formato cilíndrico alongado). Ouviu-se então um som de arrombamento anal. Depois,silêncio apenas.Apenas silêncio. Eram 15h15min quando Mantell tomou chá de sumiço. Uma hora depois acharam o seu avião despedaçado, e seu corpo decapitado. Seu relógio parara às 15h18min. MWAHAHAHA!!!

A explicação do planeta Vênus[editar]

O Caso do Mantell foi rapidamente investigado pelo Projeto Sign (In The Rain), o novo grupo de pesquisa da Força Aérea dos Estados Unidos que havia sido criado para estudar episódios de Ben 10 e,nas horas vagas, estudar casos envolvendo OVNIs. Apesar da equipe do Projeto Sign (In The Rain) nunca ter chegado a uma conclusão, outros desocupados em geral sugeriram que Mantell havia observado o planeta Vênus(putz,esse tava alto mesmo), e acreditando ingenuamente que poderia se aproximar para dar uma olhada melhor, morreu por falta de oxigênio. Entretanto, esta conclusão foi logo considerada idiota, porque embora Vênus estivesse na mesma posição do OVINI, astrônomos trabalhando para o Projeto Sign (In The Rain) revelaram que o planeta estaria quase invisível para observadores àquela hora do dia. A causa da queda de Mantell permanece oficialmente listada como indeterminada pela Força Aérea Americana.

A explicação do balão Skyhook[editar]

O Dr. Joseph Allen Hynek, um professor de astronomia e um consultor científico (desempregado) do Projeto Sign (In The Rain) sugeriu que Mantell tinha confundido um balão meteorológico Skyhook com um PMV (Pênis Metálico Voador). De fato, essa explicação parece bem plausível: os balões eram um projeto secreto da Marinha à época, continham alumínio, e tinham cerca de 30m comprimento, o que bate com a descrição de Mantell de um comprido objeto metálico. Uma vez que os balões Skyhook eram inexistentes naquele tempo, nem Mantell nem os outros observadores na torre de tráfego aéreo estariam aptos a identificar que diabos era aquilo. Além do mais, pesquisas posteriores do Project Sign (In The R...ah,vai à merda) e céticos mostrariam que diversos balões Skyhook haviam sido lançados em 7 de janeiro de 1948 em Clinton County , Ohio, aproximadamente 150 km ao nordeste de Fort Knox. O cético Philip Klass argumentou que os ventos do dia teriam soprado o balão para perto da área onde Mantell caiu. Resta saber como um balãozinho derrubou um caça.

A Verdade[editar]

A verdade é que o Caillou,neste dia havia dado pirraça para seus pais bobões levarem ele para dar um passeio de Asa-Delta. Atentado como ele só, Caillou conseguiu levar escondido com ele uma pipa,pensando que iria ver a bichinha voar de perto.Vendo a careca de Caillou brilhando à distância no sol,o pobre piloto inocentemente pensou que seria um disco voador ( a primeira coisa que vem à mente de um piloto,lógico). Acontece que,naquele momento,Caillou enpinava a pipa,e como esta continha altas quantidades de cerol,cortou ao meio o avião,junto com a cabeça do coitado do piloto (E outras partes corpóreas vitais), dispencando das alturas. Caillou,vendo a obra que fez, caiu fora do local. Quanto ao relógio do piloto,parou por falta de bateria mesmo. (Como eu sei disso tudo? Eu estava lá).

Ver também[editar]