Catherine Tramell

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Madonna-britney.jpg
Botina.jpg
Cuidado! Catherine Tramell é sapatão ou fala sobre sapatas!

Este artigo contém fatos sobre sapatas, lésbicas, cola-velcros, bolachas e botinudas.
Catherine Tramell adora um pastel de pelo.

Ptbosta.gif Este artigo tá uma bostinha.
Ele está pequeno, chato e sem graça. Será que teria alguma alma caridosa capaz de fazer uma boa ação, tipo a de editar e colocar coisas engraçadas, de forma que ele fique mais engraçado e menos idiota?
Só tome cuidado porque o Moderador Malvado está de olho em VOCÊ!
No Wikipedia.png
QUEBROU A CARA! Os espertalhões da Wikipédia NÃO têm um artigo sobre: Catherine Tramell.

Catherine Tramell é a psicóloga e escritora lésbica tarada do filme Basic Instinct, interpretada pela (então) gostosa Sharon Stone.

Catherine não usa calcinha, sutiã e pega um monte de mulheres gostosas ou não. Ela também pega o personagem masculino do filme, que eu não me lembro direito, porque só lembro da cena em que ela cruza as pernas e mostra a ausência de calcinha.

Existem duas versões sobre a história, uma delas que segue uma sequência lógica e consistente, e outra que só passa pela cabeça de algum produtor babaca.

[editar] Versão lógica

A cena que coroou Catherine Tramell

Tudo indica que ela era maluca assassina, matou os pais e o namorado, mas no fim do filme revela-se que não foi ela que matou o namorado, foi uma namorada dela, também psicóloga, lésbica e tarada, mas maluca (o que a Catherina não parece ser).

A história poderia terminar assim, com tudo fechado e lógico, mas os produtores gananciosos filhos da puta resolveram criar um ganho para poder enfiar no público uma sequela, e colocaram uma cena em que ela age como maluca.

Só que em vez de fazer logo Basic Instinct 2, quando Sharon Stone ainda era gostosa, esperaram mais vinte anos, até ela ficar mumificada. Então ninguém viu esta merda, e não dá para escrever nada sobre a vida de Catherine no filme 2.

[editar] Versão do produtor cheirador de gatinhos

Nesta versão, a psicóloga morena tarada não é a assassina, e até o policial tarado Nick Curran (Curra para os íntimos), descobre que sua amada loira é uma estripadora de homens!

Isso porque Catherine tinha descrito previamente e de forma ritualística suas desovas em seus livros, confirmando o ditado popular de que "o pior cego é aquele que não quer ver", ou ainda "o pior policial é aquele que não sabe ler", já que Curra leu a cena em que seu amigo gorducho vira peneira nas mãos da loira devassa! Mesmo assim, com a testosterona em níveis estratosféricos, Curra finge que não entende e "senta o dedo" em sua pistola, matando a insossa ex-namorada de Catherine e psicóloga Beth, inocentando Trammel.

v d e h
Oscar 1.jpg Logo Coisas de Hollywood.jpg Oscar 1.jpg
Oscar 4.jpg
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas