Caverna

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cratera1.jpg Este artigo é da mãe Terra!

Cuidado com terremotos e vulcões em erupção. Em caso de dúvidas, assista Volcano ou jogue Quake.

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Caverna.
Entre e fique a vontade, seu gostoso!

Caverna, também conhecida como: Gruta, Buraco, Túnel Secreto, Centro de Prazer. É toda cavidade natural que tenha uma entrança no interior de uma rocha ou qualquer formação sólida.

História[editar]

O homem, que era um vagabundo preguiçoso, nunca teve coragem de fazer merda nenhuma, até que um dia, ele viu na montanha um oco ( Deixado pelo Paulo Guina), e como era um vagabundo preguiçoso, resolveu morar ali.

Como o homem era muito inteligente, ele pegou suco de morango e ficou passando na mãeo dele e então colocou na parede da caverna, logo, percebeu ele que sua mãe tinha ficado muito brava foi ele tinha sujado a parede da caverna, como ela era outra vagabunda preguiçosa, deixou lá.

O homem, que era péssimo em desenhos, começou a desenhar tudo o que ele via, e essas merdas ficaram conhecidas como pinturas rupestres.

As Cavernas pela a sua formação[editar]

isso um dia vai ser uma caverna (ou não)

Existem inúmeras formas de cavernas. Porém os seres humanos sempre comparam as cavernas com certas partes da anatomia humana. Por isso, os seres humanos classificam como:

Cavernas Prikitocânicas[editar]

São cavernas que tem em sua caracterista terem sido formadas pela passagem da lava vulcânica. São quentes, úmidos e agradáveis de se ver e visitar. Por que será?

Cavernas Gelo[editar]

São cavernas que foram formados no interior de estruturas de água congelada, não salgada, pois quem estuda química sabe que água salgada não congela. Os humanos comparam estas cavernas a certas mulheres que não sentem nenhuma vontade brincar com os seus companheiros.

Cavernas Marinhas[editar]

São cavernas que são de relativo acesso, pois só mergulhadores ou gente especializada pode ir neste tipo de local. Afinal, estas cavernas estão no fundo do mar. Este tipo de caverna, lembra certas mulheres permitem o seu acesso se os seus exploradores tiverem habilidades para desvendar os seus mistérios.

Caracteristas das Cavernas[editar]

Há dois tipos de Cavernas, devo a sua topologia e morfologia, são elas:

Úmidas[editar]

São cavernas que, em algum período de sua existência, estiveram cheias de água. Permintindo a sobrevivência de seres vivos, como plantas, fungos e algas. (Nada mais natural.)

Ei! Há uma Luz no fim do túnel!!!

Topográficas[editar]

As cavernas são divididas da seguinte forma:

  • Abrigo: Lugar perfeito para cozinhar, se proteger e dar uma boa relaxada...
  • Toca: Um lugar para abrigar certos tipos de animais. (Mas dando uma "forçadinha" dá para abrigar um homem.)
  • Gruta: Lugar perfeito para alegria dos homens!!!
  • Fosso: Buraco fundo, porém estreito...
  • Abismo: É parecido ao fosso, só que muito mais largo...

Habitantes das Cavernas[editar]

Típico morador das cavernas.

Há sempre nas cavernas criaturas que se adaptaram em suas estruturas úmidas e escuras. São elas:

  • Morcegos: São mamíferos voadores que se alimentam de insetos e frutas. As vezes, algumas espécies gostam de sangue mesmo.
  • Lacraias: São criaturas nojentas que gostam de viver em lugares úmidos e apertados.
  • Homens das Cavernas: O que houve? Como estão os aluguéis hoje em dia, os homens certamente vão voltar para lá...
  • Criaturas que você não deveria saber que existem: Amigo. Se um dia você for numa caverna, tenha certeza que não há absolutamente que não há nada lá! Certamente não seria muito agradável que você tope com algum tipo de criatura que normalmente não deveria existir pela visão da Ciência, mas pode ser que exista. Por isso, todo cuidado é pouco...

O Mito da Caverna[editar]

Desde a era das cavernas os homens já conheciam o perigo existente
Imagem puramente ilustrativa sobre o assunto.

A mais famosa história relativa as cavernas conhecida pelo homem estudioso, é uma que conta a aventura de homens que ficaram presos no interior de uma caverna que os idiotas ficaram hipnotizados pelas sombras das criaturas passam diante da caverna. Tal história é chamada de:

Mito da Caverna

Escrita por Platão, contada por Sócrates, conta que um dia um jovem morador daquele mundo subterrâneo resolveu sair daquele mundo de imagens e deu uma voltinha pelo mundo exterior. Depois de ficar maravilhado com tudo que viu, o sujeito foi contar para os seus companheiros. Só que ele foi considerado como louco e ficou preso no fundo da caverna pelo resto da vida.

Moral da História:

Quando ver uma coisa fantástica, não conte! Pois ninguém quer saber se você se deu bem, as pessoas querem mesmo que você se ferre!

Ver também[editar]