Celebes Central

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Celebes Central é um pequeno fiapo de terra no qual é subdividida a ilhota de Celebes (aquela que no mapa do War é um nada pertencente à Bornéu). Embora seja um fiapo de terra onde olhando no mapa acredita-se não haver nada ali, a província tem absurdos 3 milhões de habitantes, o que significa que eles devem ficar uns em cima dos outros. A sua capital é a famigerada cidade de Pau-nu-cu, só mais uma cidade merdeira da Indonésia.

História[editar]

Duas turistas curiosas visitam o famoso Pirocão Gordo das Celebes Central.

Nada se sabe sobre a história de Celebes Central, até porque pouco importa e não há historiador com saco para ir lá conferir uma inutilidade dessas. Sabe-se porém que já foram encontrados ao longo de toda a província misteriosos megálitos em forma de pirocas pequenas porém grossas e cabeçudos, indecências essas, datadas, segundos especialistas, como sendo de 3.000 a.C. uma época em que não havia cuidado pelos bons costumes, algo que só veio com a chegada dos islâmicos no século XVII, quando a putaria foi proibida.

Sabe-se ainda que no século XIX a região de Celebes Central foi uma das prediletas onde os holandeses estabeleceram o seu domínio, e com eles veio a inserção do crentelhismo protestantismo na região, e como reflexo disso hoje os índices contam que 25% da população é formada por crentelhos e gente que ora para a televisão de madrugada, a taxa mais alta de toda a Indonésia.

Um fato marcante ocorreu em 2001, quando muitas badernas começaram a atingir a região do município, conflitos gerados por islâmicos não aguentando mais pastores berrando asneiras contra os crentes que não aguentavam mais muçulmano mandando suas mulheres se comportarem como objetos inanimados. Os conflitos chegaram ao fim com o Acordo do Malinha, assinado no Morro da Puta que Pariu, algo que ninguém respeita, pois continuam se matando até hoje por lá.

Geografia[editar]

Como em toda parte da Indonésia, Celebes Central é constantemente epicentros de terremotos, então é uma grande merda.

Na região ainda localiza-se o Parque Nacional de Lore Lindu, uma vasta plantação de arroz reserva de proteção ambiental de mata nativa cuja paisagem é recheada de megálitos misteriosos de conotação indecente. Além disso há animais raros ameaçados de extinção, como o macaco-tolkiano que não aguenta mais ver o James Cameron fazendo merda com a obra de seu ídolo, e também o maleo que é um peru-perdiz falsificado e desconhecido.

Economia[editar]

Não é diferente do restante da Indonésia, é um local pobre e precário, tanto que o motor da economia é a sua produção de 1 milhão de toneladas anuais de algas, agora para que isso serve, deve ser pra pouca coisa, então deve vender por uma mixaria, por isso produzem tanto.