Celso Cardoso

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gazeta.JPG Este artigo é relacionado à TV Gazeta e talvez você não conheça Celso Cardoso
porque só consegue assistir Best Shop TV.

Conheça as poucas coisas dela aqui

Tropadele.gif Este artigo é protegido pelo BOPE!

Este artigo é da Tropa de Elite e faz coisas que assustam o Satanás. É bom você não ser traficante, membro do CV, playboyzinho maconheiro ou da tropa dos corruptos, ou o 07 vai pegar a vassoura!

TimeBope.jpg
Maradonna.jpg ¡¡NO DJORES POR MI, DESCICLOPÉDIA!!

La hinchada del Boca Xuniors há assegurado que esto artículo és un lerrítimo arrentino porteño, y por eso, és lo más merrór de la Desciclopédia, así como Maradona és merrór que Pelé.

Cquote1.png Você quis dizer: Anti-Clubes Cariocas? Cquote2.png
Google sobre Celso Cardoso

Cquote1.png Internacional é favorito! Cquote2.png
Celso Cardoso sobre qualquer merda que este time dispute

Cquote1.png Palmeiras é favorito! Cquote2.png
Celso Cardoso sobre qualquer merda que este time dispute

Cquote1.png Nos vemos a seguir no Jornal da Gazeta Cquote2.png
Celso Cardoso

Cquote1.png Grande noite pra você que acompanha o Gazeta Esportiva Cquote2.png
Celso Cardoso

Celso Cardoso trabalha na Gazeta, após anos de estudos na Iugoslávia e Teerã. Durante a apresentação do programa de TV em que aparece diariamente, é costumeiramente cortado em fatias por Chico Lang, um ser monocelular, que habita as águas rasas de corrégos, lagoas e fossas sépticas. Argentino de nascimento, Celso também trabalha ao lado de Osmar Garrafa de Alcatrão, Michelle Pfifer, ex-atriz, e o do nauseabundo Flávius Pentateus, de quem não se tem grandes referências nem lembranças. Sabe-se que foi um ex-ajudante de ordens do Imperador Sylvio Luiz o criador de "pelo amor dos meus filhinhos".

Na foto, Celso Cardoso ajeita sua máscara de cantor antes de entrar no palco auditório. A fama o fez anônimo.

Nascido na cidade de Boca Juniors, filho de Evita Perón e Carlos Gardel, Celso aproximou-se da música em tenra idade, para desespero de parentes e familiares, que haviam se cotizado, para que ele concluísse um curso para presidente da Argentina. Seu primeiro e inseparável instrumento foi um bandoneón, com o qual promovia saraus a preços módicos. De afinação duvidosa, aventurou-se ao canto após assistir uma performance do "Village People", que visitava a aldeia Argentina. Para desespero de Celso, durante a "Guerra das Malvinas", o oficial inglês, capitão Kirk, subtraiu-lhe o instrumento, alegando que as peças musicais por ele cantadas, causavam a emissão involuntária de urina e indisposição intestinal na tropa inglesa.

Alijado de seu maior sonho, Celso, aos prantos, e amparado pelo seu professor, mestre Lucho Gatica, abandonou aquelas terras, e aventurou-se em busca de novos caminhos. Num Posto Texaco, conheceu o empresário angolano Johnny Weissmuller, que acabava de inventar o Tarzan, que o convenceu a conhecer um novo país: a Avenida Paulista.

Os olhos de Celso brilharam intensamente. Após quinze dias de viagem, chegaram ao destino. Numa pastelaria, nosso herói conheceu o chinês Xico-Lang, um bem sucedido mercador local, e propretário do estabelecimento. Contratado por onze dinheiros, Celso ali cantava e distraia os aldeões, que lhe arremessavam nacos de carne frita e miúdos de boi, que eram aparados por seu guru, Cabeção, e que viria a ser, anos mais tarde, um festejado arqueiro do Corinthians.

Celso Cardoso e Xico Lang no início de carreira, fazendo uma apresentação no Circo do Arrelia.

Com um razoável saldo bancário, Xico-Lang logrou adquirir numa loja de conveniências, a TV Gazeta, levando para essa nova empresa seu contratado Celso Cardoso, onde ele conheceu a jovem Zilda, depois Zilda Cardoso, com quem viveu maritalmente, e teve quatro filhos: Aquiles (cujo ponto fraco era o calcanhar); Édipo (que depois virou complexo); Teseu (que venceu Minotauro, um lutador esloveno) e Agamenon (que depois de contrair grave enfermidade, tornou-se Roberto Avalone Ponto de Exclamação).

Hoje Celso vive nas planícies fluviais, nas colinas e vertentes montanhosas do Sul de África, onde se alimenta da parte aérea de plantas, raízes e tubérculos, ao lado da cantora Medusa, sua segunda esposa, espécie dotada de belos cabelos, presas pontiagudas, mãos de bronze e asas de ouro, por isso, raramente aparece no Mesa Redonda.

Celso Cardoso, o Pé de Gelo[editar]


v d e h
Grande série Locutores e comentaristas Esportivos
Silvioluiz70anosband.jpg
Gaviao.jpg

Abel NetoAndré HenningAntônio MorenoAlberto Helena Jr.Álvaro JoséArnaldo Cesar CoelhoBatistaCacaloCaio RibeiroCelso CardosoChico LangCláudio DuarteCléber MachadoDavid CoimbraÉder LuizEv CostaEveraldo MarquesFernando SoleraFernando VanucciFlávio PradoGalvão BuenoGlenda KozlowskiGuerrinhaIvan ZimmermanJáder RochaJohn MaddenJon KabiraJorge IggorJorge KajuruJosé Luiz DatenaJosé SilvérioJosé TrajanoJuca KfouriJúniorKenny BragaLasier MartinsLéo BatistaLuciano do ValleLuiz Carlos FabriniLuís RobertoLauro QuadrosMarco BianchiMarco de VargasMauro BetingMauro Cezar PereiraMaurício SaraivaMaurício TorresMichelle GianellaMilton LeiteMilly LacombeMilton NevesMylena CiribelliNarrador fanhoNetoNivaldo PrietoOscar Roberto GodoyOsmar GarraffaOsmar SantosOswaldo MacielPaulo BonfáPaulo MorsaPaulo BritoPaulo Sant'AnaPVCPedro Ernesto DenardinRégis RösingRenata FanRoberto AvalloneRuy Carlos OstermannSérgio NoronhaSilvio LuizTadeu SchmidtTéo JoséTiago LeifertTino MarcosWalter CasagrandeWanderley NogueiraWianey Carlet