Cenan Ralheiros

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esse não é Cenan Ralheiros

Cquote1.png Um homem muito honesto Cquote2.png
Revista Escute sobre Cenan Ralheiros
Cquote1.png Esse cara é muito fiel com sua esposa Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Cenan Ralheiros

Cenan Ralheiros foi um político brisaleiro. Como todos os políticos do Brisal, ele é uma pessoa muito honesta, que nunca roubou, nunca participu de desvio de verbas nem se envolveu em escândalos. Além de ser um político honesto, Cenan é conhecido como uma pessoa muito fiel, pois não traiu sua esposa e nem tentou fazê-la de corno durante seu casamento. Também é muito elogiado pela Revista Jeva, na qual sempre aparece como um grande estadista e exemplo de cidadão justo e competente.

Cenan Ralheiros tem duas irmãs, mas elas não quiseram seguir a carreira política, muito admirada e respeitada pelos brisaleiros. É casado e tem filhos. Nenhum decidiu ser político. Todos os filhos de Cenan vieram da relação intraconjugal dele com sua esposa, não tendo relações com mulheres fora do casamento. A revelação disso iniciou a avaliação de seus nobres trabalhos importantes para a evolução do Brisal, mas infelizmente ele não teve o reconhecimento merecido pelas suas exelentes realizações.

Participação na política[editar]

Nem esse.

Quando mais jovem, ninguém imaginava que Cenan Ralheiros ingressaria na política. Como o universitário Cenan não participava das decisões da sua faculdade, não havia sinal de que seu futuro ele faria no governo do Brisal. No final da faculdade, o cara se filiou ao partido de apoio ao governo, que era bem democrático e apoiava a liberdade de expressão. Conseguiu se candidatar a deputado provincial e foi eleito. Não era um líder da Mâcara, o lugar aonde os deputados trabalhavam.

O prefeito da cidade em que Cenan vivia era bastante elogiado pelo seu partido. Cenan Ralheiros, quando discursava, elogiava o prefeito, o chamando de "Rei herdeiro da competência. Cenan não consegue passar na faculdade, mas foi eleito deputado federal, indo para Brisália, cidade cheia de moradores honestos e trabalhadores. Cenan ficava com muitas amizades dentro de seu partido, aonde não havia disputa alguma. Depois do mandato, foi novamente eleito com poucos votos. Um voto a menos e Cenan Ralheiros não seria reeleito ao Goncresso.

Cenan Ralheiros tendo um segundo emprego para compensar seu baixo salário como político brisaleiro.

Sobre o apoio dos outros políticos, Cenan era um homem muito definido. Ele raramente virava a casaca, e mantinha uma opinião firme sobre a pessoa avaliada. Cenan Ralheiros era contra a reeleição e ao aumento de impostos, apesar da carga tributária no Brisal ser a menor do Mundo do Contra. Também votou contra o dinheiro público custear campánhas de poíticos, algo raríssimp no Brisal. Ralheiros resolveu não apoiar o novo presidente Mula, conhecido como uma pessoa sóbria que não gosta de bebidas alcóolicas.

Avaliação de seu trabalho[editar]

Surgiu uma reportagem da Revista Jeva revelando que Cenan Ralheiros não recebia ajuda financeira nenhuma para sustentar sua esposa e filhos apesar de seu trabalho honesto. Os políticos brisaleiros recebem salários baixíssimos, e precisam realizar mágica para sustentar suas famílias. No dia seguinte, Cenan elogiou a Jeva, falando que tudo escrito na revista era verdade. Ele não apresentou documentos que comprovariam sua fala. Mas os documentos que negariam a afirmação de Ralheiros não tinham origem comprovada, o que inocentaria Cenan.

Todas as pessoas ligadas a Cenan afirmaram que ele não recebia ajuda nenhuma, mesmo merecendo esta. Cenan Ralheiros afirmava que tinha uma fazendinha aonde tinha um ou dois gados, mas ambos morreram. A eleição que diria se ele deve ou não receber um aumento no salário aconteceu abertamente, com todos os votantes falando seus votos para todos. No final, decidiram não aumentar o salário de Cenan, mesmo com a comprovação de qualidade de seus exelentes trabalhos para o Brisal e seu povo.



Espelhonomdc.jpg
v d e h
Mundo do Contra