Central de Minas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Central de Minas é uma cidade pequena pra cacete, mini cópia de Governador Valadares, localizada em Minas Gerais. Apesar de dizer que sua economia vem de "supostas empresas americanas" deve ser mentira ou só uma falcatrua de políticos corruptos dos EUA que usam a cidade para fazer empresas fantasmas e lavar dinheiro.

História[editar]

É impressão minha ou aquele Uno está voando? Foda-se!

Central de Minas sempre teve esse nome tosco. Tosco porque, primeiro, a cidade não fica no centro, segundo, central tá mais para o nome de uma pastelaria, que aliás, segundo fontes atuais, comprou a cidade e deu o nome da pastelaria para a cidade.

Ela começou quando um bando de caçadores de onça vindos do Espirito Santo se perderam e não tinham mais noção de onde estavam. Sem comida, água, dinheiro ou inteligência, resolveram ali se estabelecer. Na falta de inteligência e noção do espaço acreditaram que estavam no centro de alguma coisa, mas na verdade, não estavam no centro de merda nenhuma, talvez no centro de macumba, e olhe lá.

Apesar de tudo, Central virou uma comunidade Hippie macumbeira à la Ilha das Flores. Apesar de tudo, os Hippies começaram a construir casas com o entulho que era jogado lá. Certa vez, alguns gringos estavam passeando para comprar Governador Valadares e acabaram achando essa pequena cidadela e a adotaram.

A cidade virou uma "cidade sempre em obras". Virou um misto de gringos do Texas e caipiras de Minas. Por um lado a cidade nunca deixou de ser caipira, ano passado, os gringos acabaram deixando a cidade após descobrirem que nela nada cresce devido a sua caipirisse. Logo, nenhum negócio ali daria certo.

Central tem na abrangência de seu Município a pequena aldeia de Floresta, mais conhecida como Floresta Doida ou terra dos champs (aqueles que curtem queimar a rosca). Em Floresta há a tradição de se ter a maior festa da virada de ano já vista pelos índios ali perdidos, festa essa em que sempre alguém é assassinado, espancado, morto, abatido, esfolado, empalado.

Geografia[editar]

Uma cidade bem tradicional e antiga, só de saberem que a cidade fazia divisão com a Galiléia muitas empresas religiosas começaram a montar cruzes lá.

Cquote1.png Mas por que eles não faziam as fábricas na Galiléia logo? Cquote2.png
Você sobre Fábricas gringo-religiosas

Pois em Central de Minas eles poderiam fazer tudo quanto é tipo de merda sem fazer pecados na galiléia. É uma lógica ótima. O respeito em Central de Minas é tão grande que a igreja local é pichada, é uma típica cidade religiosa mineira! Fora isso voltemos para a geografia.

O município tem uma população de 6 mil habitantes, sendo que nos últimos 20 anos a cidade sofreu um exôdo de 20 mil pessoas indo em busca de lugares melhores. Faz sentido já que todos sabem que ninguém quer ficar lá para sempre. desses 6 mil, 2 mil são mulheres (biologicamente falando, apesar de terem bigode e menos de 20 dentes), 2 mil são homens (sendo que mais da metade prefere ficar queimando a rosca com o próprio sexo) e 2 mil são indefinidos (aqui estão os ETs, Travestis e Você).

Economia[editar]

Baseado na emigração da própria população para um lugar melhor e a captura de empresas gringas falhas, que irão cavar a própria cova em Central de Minas.