Centro Sportivo Alagoano

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Centro Sportivo Alagoano
Escudo do Centro Sportivo Alagoano.png
Brasão
Hino Xote das Meninas
Nome Oficial Clube Sem Atividade
Origem link={{{3}}} Alagoas- Maceió
Apelidos Time do Collor, Azulete
Torcedores Mundiçada
Torcidas Suburbanas
Fatos Inúteis
Mascote Azulete
Torcedor Ilustre Collor
Estádio Monange
Capacidade 150 Azuletes
Sede Maceió
Presidente Informação irrelevante
Coisas do Time
Treinador Muda toda semana
Pior Jogador Nuvola apps core.png Zé Lézin
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Does Not Compute
Patrocinador Fernando Collor
Time
Material Esportivo Collor Materiais Esportivos
Liga Campeonato alagoano
Divisão kkkkkkkkkkkkkkkkk e tem?
Títulos Lider Invicto de Torcida Mais Gay do Ano desde 1993 até 2010
Ranking Nacional PQP°
Uniformes



Cquote1.png Você quis dizer: MST Cquote2.png
Google sobre Centro Sportivo Alagoano
Cquote1.png O time de mundiça Cquote2.png
Portal o Globo sobre CSA
Cquote1.png ÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉ... do CRB! Cquote2.png
Locutor sobre o CSA
Cquote1.png Não foi desta vez! Cquote2.png
Torcedor do CSA sobre mais uma derrota pro CRB
Cquote1.png Eu já sabia! Cquote2.png
Torcedor do CRB sobre o mesmo jogo
Cquote1.png O CSA é um bom aluno: em 2006 estava sem série, em 2007 passou direto pra 3ª, e em 2008 da 3ª pra 4ª, já estando na metade do Ensino Fundamental Cquote2.png
Professor Pasquale sobre CSA
Cquote1.png Tive que ir no mercadinho comprar o pão e a salsicha para alimentar os jogadores após a partida! Cquote2.png
Walmir Louruz sobre No tempo em que treinava o CSA
Cquote1.png Essa merda não dá audiência! Cquote2.png
Galvão Bueno sobre um jogo do CSA contra um time grande
Cquote1.png Oba! Contra o CSA! Cquote2.png
Um time grande do Brasil sobre o sorteio das chaves da Copa do Brasil
Cquote1.png Não dá. Desisti! Cquote2.png
Joseph Climber sobre tentar torcer pelo CSA
Cquote1.png Você sabe o que é Cessiá? Nunca vi, nem joguei e nem ouço falar! Cquote2.png
Zeca Pagodinho sobre CSA
Cquote1.png Nem sei que time é esse Cquote2.png
quem acompanha ao menos a Série B desde 1995 sobre CSA
Cquote1.png Em Alagoas existem 3 times: O CRB, o ASA e o NumSeiSeHá Cquote2.png
Jô Soares sobre CSA
Cquote1.png Cai cai cai cai cai cai cai pra cá! Hei! Hei! Cquote2.png
Ivete Sangalo sobre CSA
Cquote1.png Já que você me provocou agora experimenta, spray de pimenta, spray de pimenta Cquote2.png
Cavaleiros do forró sobre CSA
Cquote1.png Fui despejado ontem! Cquote2.png
jogador do CSA que atrasou o aluguel porque não recebe á 8 meses
Cquote1.png Desse jeito vamos pra segundona de novo! Cquote2.png
Ricardo sobre time novamente na segunda divisão de Alagoas
Cquote1.png O NãoSeiSeHá perde mais uma vez para o seu arqui-rival, o CRB, pela primeira rodada do Alagoano 2011 por 2x0. Após o jogo, o técnico Fernandinho Beira-Mar Lino foi demitido. Agora o time do mangue está a 4 anos sem vencer do seu maior rival e se encontra na lanterna do campeonato, atrás dos fortíssimos Sport Atalaia, CSE, Santa Rita e Ipanema. Ja iniciou a preparação para disputar (pela 300ª vez) a 2ª divisão (DO ALAGOANO) Cquote2.png
Manchete de jornal alagoano

DSA CSA, acrônimo para Clube Sem Atividade ou extra-oficialmente Centro Sportivo Alagoano é um time de travinha advindo da cidade de Maceió. Sua torcida GLS é uma das maiores do Acre reunindo vários tipos de favelados, travestis e ladrões, conseguindo grandes públicos, como o recorde de 126 testemunhas durante jogo válido pelo Campeonato da Série C 2008 contra o 4 de Julho de Piripiri. O Clube Sem Alegria CSA atualmente está se preparando para a temporada do Campeonato de Amistosos.

O CSA é um dos mais antigos e tradicionais clubes de Alagoas, fundado em 1913 e mesmo depois de tanto tempo ainda não desistiu do futebol, mesmo após já ter falido pelo menos umas 25 vezes durante toda sua história.

Em termos nacionais o CSA é absolutamente irrelevante, desconhecido e um dos timecos que os grandes adoram enfrentar para eliminar na primeira partida nas primeiras fases da Copa do Brasil.

Enquanto que o ASA e o CRB são os clubes de maior prestígio no estado de Alagoas e apesar de serem ruins são pelo menos reconhecidos adquirindo as melhores campanhas em campeonatos nacionais, o CSA no máximo sempre briga para não ser osúltimo colocado no Campeonato da Série D (isso quando conseguem por algum milagre vaga no torneio, o que não é tão difícil, convenhamos, quando CRB e ASA terminam nas primeiras colocações do Alagoano e cedem a vaga para o NãoSeiSeHá, já que não consegue jogar com a propina paga aos árbitros - que chega a incrível quantia de R$ 2,00).

É famoso por ser o único time em que o treinador (Walmir Louruz) vai as compras, para evitar fome de seus jogadores.

O uniforme oficial do Centro Sportivo Alagoano é da cor azul-marinho com cor de machucado.

História[editar]

Fundação[editar]

O time foi fundado em 1913 por alguém que não tinha algo melhor do que fazer da vida. Já esbanjava amadorismo e falta de organização desde sua época de fundação. Foram pelo menos 10 trocas de nomes, 5 trocas de sede, 2 falências em apenas 10 anos de história.

Primeiras décadas (1920 a 1960)[editar]

Jogadores do CSA comemoram mais um título alagoano.

Ganhou uma porrada de campeonatos alagoanos na época que não existia nem futebol em Alagoas, vai entender a lógica, mas por isso possui uma quantidade praticamente inalcançável de títulos estaduais por mais péssimo que o time seja, afinal existem história de que o CSA venceu um time de velhinhos com Mal de Parkinson, mancos no Campeonato Alagoano de 1944 pelo placar de 22x0.

Garrincha no CSA: 1973[editar]

Poucos sabem que o CSA foi também o time de despedida do Garrincha, que estava já gordo, com as pernas mais tortas que o normal e cambaleando em campo, o tipo de jogador perfeito que o CSA sempre buscou em toda sua história de inglórias. Desde então o CSA se comprometeu e se especializou a sempre contratar jogadores aposentados ainda em atividade.

Copa Conmebol de 1999[editar]

O CSA fez uma participação história na Copa Conmebol de 1999, sendo o primeiro time de Alagoas a viajar mais de 10 quilômetros para disputar alguma partida de futebol. O torneio que era apelidado carinhosamente de Série Z da Libertadores reunia os piores times de cada país da América do Sul, de maneira que Bahia, Vitória e Sport recusaram o convite de participar de tamanha porcaria de torneio, assim ficando a vaga com o CSA que no primeiro jogo eliminatório enfrentou o todo poderoso Vila Nova de Goiás (já deu pra perceber o nível desse torneio, né?) o qual passou com muito sofrimento. Nas quartas-de-final eliminou o irrelevante Estudiantes de Mérida. Na semi-final enfrentou e eliminou o São Raimundo do Amazonas (porra! Isso era um torneio internacional? A Conmebol considerava o Amazonas um país a parte?), e na final jogou contra o argentino Talleres, olha só o nome... E incrivelmente venceu por 4 a 2 na partida de ida em Alagoas, mas não seria o CSA se terminasse um torneio de fodido daquele com glória, e assim sendo conseguiu a proeza de perder por 3x0 na partida de volta e ficar com um esquecido vice-campeonato que ninguém se importa.

Anos 2000[editar]

A partir do século XXI, quando o futebol chegou no estado de Alagoas e alguns times profissionais surgiram, o CSA tornou-se apenas história e não conseguiu nunca mais ganhar alguma coisa agora nem a nível estadual.

Rebaixamentos no estadual alagoano[editar]

Novo azulino chorando por perder mais uma do CRB e ser rebaixado pra 2ª do alagoano

Algo que parece ser tão impossível, aconteceu com o CSA, que é rebaixar no podre e falido estadual alagoano. Ninguém consegue sequer imaginar nomes de 2 times que não sejam ASA e CRB, mas mesmo assim o CSA rebaixou.

O que o CSA gosta mesmo é de ser rebaixado no Campeonato Alagoano pelo CRB, a cada ano a torcida fica apreensiva com essa possibilidade cada vez mais corriqueira. É um clube respeitado: Passou 2 anos na segunda divisão do fortíssimo Campeonato Alagoano (e em 2009 caiu de novo). Em campeonatos brasileiros, sequer conhece a quarta divisão, pois ainda necessitará garantir-se no fundo do poço, precisando de uma colocação necessária no Estadual de 2009.

O clube entrou na área de vendas de produtos de higiene da casa: as camisas do time, que naturalmente encalham nas vendas, são repassadas para serem reutilizadas como pano de chão, papel higiênico e flanela. O clube também abriu um projeto para receber como jogadores arruaceiros que foram sentenciados a penas alternativas. Atualmente, o mais conhecido é Valdiran, conhecido mais pelas baladas, prostituição e cagadas que não arruma do que propriamente por gols.

O estranho retorno à primeira divisão[editar]

Mundiçados nas Pecinhas de Maceió comemorando o título do fortíssimo Alagoano da 2ª divisão.

O CSA, com a ajuda do ladrão,desgraçado,mentiroso candidato derrotado ao governo do estado, Fernando Cheira-Collor (que pagou propina ao juiz com o dinheiro de sua campanha), venceu uma suspeita semifinal o Sem Domingos pelo incrível placar de 10x1. O time adversário acabou com 7 jogadores em campo fazendo corpo mole, sem goleiro e sem nenhum reserva para substituir algum jogador machucado (dos quais os mesmos foram vistos na arquibancada junto com a torcida mancha gay). A comissão técnica do CSA (formada pelo técnico e por um traficante) nega envolvimento.

Hino oficial[editar]

VIADO Goleiro do CSA nas horas vagas
A desgraça da vida esportiva
E que vamos sempre se ferrar
Nossa gloria estas a deriva
E o campeão dos viadões, CSA!
Viadinhos, arrombados e fortes
Chuparemos os nossos rivais
Nosso time não tem adversarios
Não seremos vencedores jamais
Centro Satanista Alagoano!
Um Mutante e Eterno Perdedor
Se treme com Prostitutas e com Bucetas
Alvi Celeste e meu Cocô (Refrão)
Neste seu Seio com Leitinho Glôria
Este Centro Satanista......tem
A Viadagem que e sempre melancolica
E que sempre Excitou alguem
Vamos todos em busca de Pirocas
Com o Coração na boca da Buceta
União e forças espaciais
Azul e Branco e uma tosqueira

Estádio[editar]

O seu estádio é assim como seu avançado centro de treinamento com grande estrutura com um campo cheio de mato em cima de uma favela.

O CSA zela pelo seu Estádio Gustavo Paiva, para que seu estádio mantenha o honroso título de (in)Mutange.

Torcida[editar]

A torcida do CSA é muito animada, sempre apoiando e confiando nas brilhantes contratações de semi-aposentados feitas pela diretoria. Sempre ficam especulando não irem ao clássico contra o CRB por conta do medo do preço dos ingressos.

Títulos[editar]

A típica boa forma dos jogadores do CSA.
  • Uma penca de Campeonatos Alagoanos da época que ninguém era nem nascido.
  • O rebaixamento do CRB para a série C, em 2008.
  • Empatar com o CRB em 2x2 com gol no final.
  • A desclassificação do CRB nas semifinais da série B, em 1997.
  • A desclassificação do CRB nas semifinais da série B, em 2001
  • Título do baile de pecinhas do carnaval de 2008.
  • Título da Segunda Divisão do Campeonato Alagoano.
  • Vitoria sobre o santos de 1x0 com um gol do juiz com a mão.
  • Penta campeão da maior competição de dar o rabo de Maceió com 100% de participação da torcida.
  • Campeão de todos os tempos da copa de dar o cú cambalhotas na lama pelado(coisa de Maceioranu muithu cabra machu)
  • Ganhar um jogo do CRB(claro que não na vida real, no brasfoot ne?!)
  • Chegar na final da Copa Conmebola! (e perder,claro)
  • Passar 95 anos sem ganhar um título fora de Alagoas.
  • Maior número de integrantes de um clube gls torcida a se assumir em um ano. Tendo atualmente 300 gays em sua torcida, atingindo 90% de sua enorme torcida.
  • Três tentativos de subir um pano de chão em um clássico e todas falidas.
  • 15 Camisas vendidas em 1 ano. comprada principalmente por donas de casa para o uso de flenela e pano de chão.