Chá Waska

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Folha seca de Waska

Introdução[editar]

Waskariums Mariskóidis é o nome científico da planta conhecida popularmente como Waska. Tradicionalmente cultivada nos países baixos, é muito apreciada por suas propriedades estimulantes, revigorantes e por seu sabor peculiar. Recomenda-se o consumo dessa planta em forma de chá, que é geralmente apreciado quente, mas no verão pode ser ingerido com pedras de gelo. Em algumas confeitarias de Amsterdã, mais especificamente as do Bairro da Luz Vermelha, o chá é servido juntamente com bala de hortelã, o que torna a experiência muito refrescante.

História[editar]

Registros históricos indicam que a planta Waska foi descoberta por Adão, enquanto desbravava o Jardim do Éden. Ao provar a iguaria, Adão sentiu em sua boca um gosto tão agradável que passou a cultivar a planta e a ingeri-la em forma de chá. A tradição perpetuou-se até os dias de hoje, sendo apreciado por homens e mulheres.

Características[editar]

Waska possui sabor forte, cor rosácea, pode conter acúleos e seu tamanho e aspecto variam de acordo com a idade da planta, sendo pequena e lisa na juventude e grande e rugosa na idade adulta.

Cultivo[editar]

A Waska deve ser cultivada em locais onde há grande umidade relativa do ar e em terra de solo roxo, que é muito fértil. Essas características são encontradas principalmente nos países baixos.

Preparo[editar]

É importante a higienização da planta antes do início do preparo. É recomendado que lave-se a Waska com sabão neutro e água corrente levemente morna. Ao ser exposta ao calor, a Waska solta uma espécie de secreção amarelada e viscosa. Essa é a parte ingerida e apreciada. Algumas culturas ensinam a temperar o Chá Waska com leves salpicadas do que preferir(adoçante, chantilly, calda de frutas frescas, leite condensado, etc.). No Phanshequistão o Chá Waska é muito apreciado, mas pela cultura dessa sociedade, ele é temperado com os dedos, o que torna mais íntima a experiência com a planta.

Curiosidades[editar]

Em algumas culturas, o Chá Waska é tão sagrado que só pode ser ingerido por homens após o casamento. A noiva prepara o Chá para o Noivo na noite de núpcias, em sinal de seu amor e para revigorá-lo após a longa cerimônia religiosa. Porém, na maioria das culturas (óbviamente que não é a brasileira ou a norte-americana), o Chá Waska é apreciado por ambos os sexos e em qualquer ocasião, até quando um pobre arruma dinheiro e gasta na praia. O chá é amplamente utilizado para fins sexuais terapêuticos e medicinais.


v d e h
Chás

Cha rosas.jpg
Azul - Branco - Preto - Verde - Vermelho - Chá de Bebê - Boldo - Chá de cadeira - Chá de calcinha - Camomila - Chá de Carqueja - Capim Santo - Chá de Coca - Chá de Cogumelo - Chá de cu - Dente-de-Leão - Chá de fita - Chá de losna - Chá de louro - Mate - Mate REAAAAAL! - Chá de Panela - Chá Panhe - Chá de Pau Barbado - Chá de Picão - Chá de pilha - Chá de quebra-pedra - Chá de Sangue - Chá de sumiço - Chá Waska