Charlatanismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Charlatão)
Ir para: navegação, pesquisa
Numa Reunião de Bacanas. Os dois indivíduos sorrindo serão os lesados
É na reciprocidade de gentilezas entre os charlatões que se define a verdadeira sociedade.

Nas sociedades secretas, Charlatanismo é um título honorífico, cujo o qual classificou-se como sendo o 33º degrau da ordem wicca de charlatanear, em consequência disso, charlatanear é o mesmo que dar um nó sem rodar o outro.

Compreende-se então, que os profissionais que dominam essa ciência recebem o título de charlatão, por que o primeiro nó "desse tipo" já havia sido desfeito por um wiccarista que habitou o oriente médio chamado Charlescxandrer no ano de 333 A.C e os mais instruídos, situados numa escala acima dessa categoria profissional recebem o título de babaca. Contudo, já não existem grandes diferenças entre charlatões e babacas, porque com o passar das eras houve um intercâmbio de habilidades artísticas e hoje usufruem-se livremente desse privilegio assim sendo charlatanear tornou-se o sinônimo de oportunismo uma virtude estendida a todos os brasileiros.

Simplificando, é o prejuízo financeiro ou outro, gerado por ocasião de uma troca recíproca de gentilezas entre espertalhões que diferenciam o charlatão do verdadeiro charlatão (o babaca).

"Juridicamente" entretanto o bilhete premiado continua sendo a melhor uma forma de fazer transferência de culpas entre charlatões, condições si ne qua nom que tornam o charlatão final imune a qualquer acusação do charlatão babaca (o verdadeiro), normalmente tratado pela mídia, como a pobre vítima que adquiriu por vinte, o bilhete de mil contos já premiado.

Numa reunião entre charlatões, ninguém pode encontrar-se à salvo é a LEI. Se não tem gravata no loja vai essa mesmo

O charlatanismo também é muito explorado por outras mentes incompreendidas, sendo que uma parte segue a doutrina científica de William de Ockham, outra a doutrina política do Lula e ainda uma terceira, que é a forma mais divina do charlatanismo explora as emoções alheias e, como das três é a mais disputada entre os clérigos, com o tempo, depois de muitas desavenças, criou-se entre eles uma convenção espontânea que procura estabelecer regras para o uso comum e preservação da profissão, não sendo permitido "entre eles" um dedurar o outro.

Charlatanismo no Brasil[editar]

Segundo a primeira e segunda lei da termodinâmica a RÉ-SOLUÇÃO CFM nº 1.499/98 e baseada no código do direito ao consumidor o charlatanismo é uma especialização pizzo-cultural, preservada pela UNESCO e universalmente garantida onde sua praticagem, organizada pelo Penalcod 283 em todos os países sérios, desse modo fica substabelecido que o que é permitido aos charlatões daki e permanentemente proibido aos charlatões dali e vice-versa, Entenderam?

Atualmente a cultura do charlatanismo encontra-se cada vez mais integrada no dia a dia das pessoas,já é comum perceber a influência desse péssimo costume na sociedade brasileira. Na foto, tudo indica que até o Papa aderiu a nova doutrina de olho por gravatas.

Nesse contexto e segundo Eduardo Paes, o desacreditado Instituto Nacional de Meteorologia, com o endosso do prefeito do Rio de Janeiro, no uso das atribuições legais (Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957) proíbe aos profissionais de carreira utilizarem práticas não reconhecidas pela comunidade científica Fundação Cacique Cobra Coral |

Novas modalidades do charlatanismo[editar]

...e esse pré-sal será só seu... uma convenção espontânea entre as classes que procura estabelecer regras para o uso comum e preservação dessa nobre arte, não sendo permitido entre as partes a quebra de acordo, isso é, um dedurar o outro.
é o prejuízo financeiro gerado pela troca recíproca de interesses entre charlatões que identificam o charlatão do charlatão BABACA

De três, a primeira lei do charlatanismo (numa linguagem popular) não permite pegar laranja madura deixada na beira da pista. A partir desse principio, charlatanismo pode ser aplicado em diversas áreas do conhecimento humano, distribuindo-se por igual em vários setores da sociedade sendo que na vida publica alcançou seu clímax com resultados bem marcantes, tanto que muitas personalidades políticas fazem uso da imaginação para burlar a auto-inteligência alheia e desse modo misturar hipotéticas riquezas "que nunca existiram" com as realidades pré-existentes formando assim Golpe do Paco.

Na termodinâmica, não se pode fazer energia sem consumir outra de igual a partir do nada, o pré sal é um exemplo "de quebra de acordo" dessas convenções sem fundo, esse último usado pela PTbrás mas que graças a habilidade artística da candidata, o PT transformou-se em combustível do pré sal imaginário achado, vindo a fundir-se com aos royalties pré-existentes pertencentes ao charlatão final vulgarmente tratado como o BABACA .

Ligações externas[editar]

Sinônimo: Wiccaristas ou seja, o mesmo que vigaristas.

Citações[editar]

Este artigo cabra ômi é um esboço.
O cão foi qui butou nóis pra iscrevê. Ajude esta bertaféra a matar rênti safada!