Carlinhos Brown Jr.

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Charlie Brown Jr)
Ir para: navegação, pesquisa


Arband.jpg

Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.
Certamente, fãs idiotas alienados odiarão este artigo!!

Va-a-merda-porra-(Luiz-Carlos-Alborghetti).gif Este artigo pretende ser ofensivo!
Se não se sentiu ofendido, edite-o até se ofender.
E se você se sentiu ofendido, VÁ A MERDA, PORRA!!!
Cquote1.png Você quis dizer: Xarli Braw Cquote2.png
Google sobre Charlie Brown Jr.

Cquote1.png Experimente também: Músicas sobre Vagabundo apaixonado por Patrícinha desmiolada Cquote2.png
Sugestão do Google para Charlie Brown Jr.
Cquote1.png Tipow eu amow Sk8 i u Xoraunnn i fodaxi o rexto. Cquote2.png
Miguxa sobre Charlie Brown Jr.
Cquote1.png XARLIE BRAW NA VEIA \,,/ Cquote2.png
Emo Skatista sobre Charlie Brown Jr.
Cquote1.png Sk8 na veia e pau no cu desses mané...Xnif Cquote2.png
Emo Chorão sobre este artigo.
Cquote1.png Noossa que embromation... Cquote2.png
qualquer um sobre músicas em inglês do Charlie Brown Jr.
Cquote1.png Prefiro ter um filho viado do que um filho 'Chorão'... Cquote2.png
O pessoal do Terça Insana sobre Charlie Brown Jr.
Cquote1.png O melhor presente ocê me deu. A mina me ensinou a lutar que nem judeu. Cquote2.png
Piolho sobre cantando Charlie Brown Jr.

Charlie Brown Jr.
CharlieBrown.jpg
Atual vocalista da banda Charlie Brown Jr.
Origem Santos
País Republica das Bananas, Brasil Republica bananas bandeira.jpg
Período ontem - atualmente
Gênero(s) Trash Emo disfarçado de Hard Core por causa do SK8
Emo
Gravadora(s) Rede Globo
Integrante(s) Ultimão
Putão
Cagão
Chorão
Ex-integrante(s) Mickey Mouse
Donald Duck
Pateta
Site oficial http://www.capricho.com.br/


Charlie Brown Jr. é uma banda que inaugurou o gênero Emo-Playsson Skatista no Brasil.

Muito popular nas rádios AM, escutadas pelas empregadas domésticas e porteiros, é liderada pelo pseudo-skatista e gordo conhecido pela alcunha de Chorão.

Carreira

Em meados dos anos 90 na Baía de Guanabara, praia de Santos, Chorão(sin.Emo)., cujo nome verdadeiro é Carlos Gordini Merdoni Junior, (daí a inspiração do nome da banda: Charlie como uma americanização do Carlos, Brown em referência à Merda por causa do Merdoni, e Júnior porque o pai dele já tinha esse nome escroto) juntou uns maconheiros amigos dele e começaram a tocar na garagem da avó dele.

Como ninguém sabia tocar nada, foram fazendo barulho de qualquer jeito e andando de skate, entre uma pinga e um cigarro de maconha.

A banda tocando em Coriza, no Acre

A Descoberta

Certa vez, um primo dum amigo dum vizinho dum locutor de uma rádio AM estava dando o rabo para um dos integrantes da banda, e levou uma fita Demo até a rádio, que tocou sem querer no ar e teve gente que gostou.

Com isso, assinaram um contrato para gravar 1000 fitas k7 para serem vendidas nos camelôs.

Trilha Sonora de Novela

Um dos locutores da mesma rádio AM dava a bunda para um funcionário da Rede Globo, e comentou sobre essa banda estranha com um som bizarro, mas inovador. Com isso, Chorão foi chamado na sede da televisão carioca, e depois de alguns "testes", conseguiu emplacar sua música na trilha sonora de Malhação. Originalmente a música chamava-se "Vou te levar pra puta que o pariu", mas em função da faixa etária dos telespectadores do programa (em média 5 anos) o nome da canção foi reformulado. Hoje em dia, a novelinha mirim é apresentada sob os embalos de outra canção do Charlie "Putsh putsh kuh wirl" Brown.

Comerciais

Além de tema de novelinhas, as músicas da banda também foram apreciadas em comerciais de refrigerantes, remédios para caganeira e revistas de economia do Irã.

O Skate

A ligação da banda com o skate é bastante forte. Um dos integrantes foi atendente de uma skateshop por 3 meses e o próprio Chorão já quase conseguiu subir em cima de um no palco.

Porém essa relação é super valorizada, visto que hoje em dia qualquer coisa que tiver uma relação com o skate é bem vista nas produções voltadas para o entretenimento infanto-juvenil. O que de certa forma explica o sucesso comercial desta banda.

Integrantes

Fora os 30 ex-integrantes que Chorão mandou embora porque chamaram ele de bobo e feio.

Curiosidades

  • A banda também é muito apreciada pelos estudiosos de música. A banda de catedráticos Loser Manos revelou recentemente adorarem a disposição da banda para trabalhos extra-musicais.
  • Recentemente o vocalista, falso bad boy e gordo Chorão iniciou sua carreira nas telinhas, onde fará uma participação na novela teen RBD, no papel dum malfeitor gay.
  • Chorão já emplacou seu nome no livro dos recordes com o maior número de atropelamentos simultâneos,ocorrido na cidade de Santos totalizando cerca de 10 pessoas e uma barraca de côco, que curiosamente possuia o mesmo nome da banda. Além da barraca, foram atropelados 7 jovens, uma velhinha, um padeiro português e a mãe do Robinho. O vocalista jura por Bob Burnquist que não estava sob o efeito de drogas.
  • Atualmente Chorão se mostra em ótima forma de kibe - devido ao cheiramento de gatinhos, práticas saudáveis como cerveja, chopp, putaria, drogas injetáveis skate na veia, viagens(sic) e Coca cola. Veja ao lado a foto tirada de Chorão na última turnê.
Bostão mostrando que sua forma de baleia e vício não trazem malefício
  • Bostão, como é carinhosamente chamado pelos seus pais, escreveu recentemente um roteiro de um filme autobiográfio. Aparentemente o filme retrata um travesti viciado em drogas, ao estilo Almodóvar.Maiores informações

Discografia

  • 1997 - Masturbação Contínua Prolongada
  • 1999 - Rosca curta, Pica Longa...
  • 2000 - Transando Com os Tubarões
  • 2001 - 100% Snoop
  • 2002 - Picas Ordinárias
  • 2003 - A CÚ skatcu EmoTv
  • 2004 - Tamo aí na boiolagem (Chorão mostrando toda sua fenimilidade)
  • 2005 - Imunidade Sexual
  • 2007 - Ritmo, macumba e muamba
  • 2009 - Tamanho 10 metros mete de ponta a ponta
  • 2013 - La Família 024

Chorão e o Ministério do Trabalho

Chorão foi colocado diversas vezes na "justiça" pelos seus escravos bolivianos da banda por não pagar salários e por abuso sexual.

Ele se defendeu dizendo que nunca deu o cu, nunca chupou pica e só come os emos que frequentam os shows da banda no Acre, onde isso é permitido (afinal, não há leis no Acre).

Fórmula usada por Chorão para compor suas músicas

Uso banal e excessivo de palavrões:

Visto que a capacidade intelectual do infeliz ainda equivale à de uma criança de 5 anos, fica evidenciada a necessidade excessiva de usar e abusar do palavreado chulo pra se expressar, afinal, nessa idade, o uso de palavrões é um forma de expressar "masculinidade", coisa que abandonamos ao chegar na idade adulta, mas como é sabido, mentalmente ele não é adulto...

Frases feitas e comentários clichês:

Pra tentar desqualificar o item 1, uma alternativa bastante utilizada tem sido o uso de construções linguísticas bem manjadas, numa tentativa de passar inteligência e consciência crítica em seus comentários. O problema é que tal tentativa acaba sempre resvalando em dizer coisas óbvias, que qualquer um diria, portanto, essa tentativa de inteligência acaba se configurando num tremendo fiasco.

Discursos pseudo-revolucionários

Uma patética tentativa de demonstrar consciência política,mas que perde a credibilidade por vir de alguém que diz odiar o capitalismo, mas vira garoto-propaganda de uma das maiores corporações capitalistas do planeta.

Encheções de linguiça diversas

Exemplo de embromation

Quando não se tem nada pra falar (quase sempre), o capitalista usa desse recurso, que pode ser dividido em três sub-categorias básicas:

Onomatopeias esdrúxulas

Aqueles barulhos, tipo "tchurumpapumprei", ou algo do tipo. É devido à grande influência do Cumpádi Wóxitu na banda.

Expressões sem sentido em Inglês

Essas podem ou não vir misturadas com falas em Português, para parecer um poliglota é a hipótese mais aceita, ...porém qualquer um pode ter acesso a esse tipo de expressão hoje em dia, gracas à Internet.

Gritar "Charlie Braw"

Gritos sem sentido, só pra não ficar calado muito tempo, embora fosse melhor que ele ficasse quieto...

Plágios descarados de músicas de outros artistas

Como o gordo não é lá nenhum modelo de originalidade em suas composições, tornou-se comum a prática de plagiar trechos de várias músicas, e pior, sem colocar o devido crédito, o que evidencia, além da falta de originalidade para compor suas próprias "músicas", uma tremenda cara-de-pau em copiar trabalhos alheios, tentando se passar por original...original "made in Paraguay", diga-se de passagem.

Veja também