Charlotte Lewis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Agnes lum.jpg

Charlotte Lewis é uma ex-gostosa
Ela já inspirou muitas homenagens, mas foi o tempo quem realmente a comeu.

PoR-Death.gif
Charlotte Lewis já morreu!

Chaves:"Eu gosto de Sanduíche de Charlotte Lewis!"

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Charlotte, com raiva de ter sido uma inútil.

Cquote1.png Você quis dizer: Ruiva gostosa, mas inútil Cquote2.png
Google sobre Charlotte Lewis

Cquote1.png Esse lugar é a moooorteee!!!! Cquote2.png
Charlote sobre assustar seus ammigos pouco antes de morrer

Cquote1.png Me dá mais chocolate mamãe Cquote2.png
Charlotte Lewis sobre mostrar toda a sua sanidade mental durante suas últimas palavras em vida.

Charlotte Lewis é uma personagem do seriado LOST que surgiu na quarta teporada da série e morreu no começo da quinta, ou seja, mesmo tendo sido parte do elenco principal nesse meio tempo, nunca passou de uma inútil, posta lá para cumprir a cota de mulheres no elenco.

História[editar]

Pouco se sabe da história de Charlotte, afinal ela era tão inútil que foi um dos poucos personagens que nunca recebeu um flashback. Ainda assim, sabemos que ela costumava ser uma prostituta de luxo de Charles Widmore, que foi contratada para ir no navio KaxanaKahana, que iria para a ilha capturar um certo alguém.

O objetivo de Charlotte nesse navio era, obviamente 'entreter" todos os tripulantes, sem exceção, e foi exatamente isso o que ela fez com todos eles, várias vezes com cada um, durante todo o percurso do barco. Mas havia uma coisa com que Charlotte não contava: Ela se apaixounou ela encontrou um cientista louco endinheirado que estava lá, chamado Daniel Faraday, e tenou ficar com ele para roubar seu dinheiro. Faraday era exigente com suas companhias, e por isso ela a partir daí fingiu ser uma antropóloga renomada para ele.

Finalmente chegando na terrível ilha, a amiga de Charlotte, a também prostituta Naomi decidiu ir primeiro de para-quedas, para ver se havia ali algum cliente para seus "serviços". Infelizmente, os sobreviventes da ilha estavam tão desesperados pelos "serviços" da mulher que ela não aguentou e depois de fazer seus "serviços" para todo mundo, acabou morrendo de cansaço e inaniçã, tendo sua carne devorada por eles logo em seguida.

Charlotte viu tudo isso e ficou assustada querendo comer a carne dela também, e pediu para ser a próxima a ir. A tripulação deixou e junto dela mandou outros três inuteis para que fossem mortos e eles se vissem livres deles: o loucoc Faraday, um piloto hippie e drogado chamado Frank Lapidus e um falso médium chamado Miles Straume. Os quatro deram de cara com os sobreviventes mas conseguiram ficar amigos deles, e naquela noite, todos se reuniram, juntos em volta da fogueira, para comer os restos da prostituta morta.

Morte[editar]

Charlotte morrendo, enquanto Faraday pensa em como vai estupra-la.

Como tudo em Lost dura pouco e sempre aparece alguma zona para ferrar com todo mundo, logo a ilha comçeou a passar por constantes viagens no tempo nas quais clarões de luz levavam Charlotte e os outros sobreviventes para tudo quanto é época e eles tinham que sobreviver enfrentando egípcios, cowboys, neandertais, esquimós, astecas, bailarinas e o que quer que tenha aparecido naquela ilha maldita no passado ou no futuro. Lapidus se mandou daquela ilha com alguns sobreviventes que lhe pagaram propina, mas Miles, Daniel, Charlote e o resto que estava lá ficou para morrer.

E não bastando flechas de fogo e bizarrices sem nenhum sentido que fizeram o grupo na ilha se resumir a uns seis ou sete gatos pingados, Charlotte começou a sangrar sem para pelo nariz, aparentemente porque retardados mentais não conseguem sobreviver á viagens no tempo. Com os sangramentos, que vinham diretamente do cérebro de Charlotte e a faziam dizer besteiras e coisas sem nexo o tempo todo, a ruiva começou a ficar cada vez mais burra, e a sangrar de tudo quanto é orifício.

Logo todos os sobreviventes que sobraram ficaram irritados com as besteiras que ela dizia e deixaram ela pra trás, menos Daniel que ainda acreditava que podia ter uma "rapidinha" com ela antes que ela empacotasse. No final, ela sangrou, sangrou, e sangrou tanto que, finalmente, sua cabeça explodiu e seus miolos foram espalhados por toda a ilha, servindo de alimento para os que ainda estavam lá.

E assim, termina a vida de Charlotte Lewis, que como pode ver, não fez porra nenhuma que vale-se a pena na história.

Realidadade Paralela[editar]

Exato, realidade paralela é mais um dos vários absurdos que a série criou. Iniciada na sexta temporada, ela foi usada para remostrar todos os personagens mortos, já que os contratos de seus atores ainda não havia expirado. Charlotte apareceu também, mas não teve importância pra variar. Ela nessa realidade, continua sendo uma prostituta de luxo, aparecendo num episódio aonde vende os seus serviços pra o Sawyer.