Chen (Dota 2)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Tomadinha do poder.jpg Chen (Dota 2) tem PODER!
E te levará para qualquer lado da Força
LuzMão.png
Chen (Dota 2) surgiu da luz!!!

Son, go to the light... Go...

Luz de Cristo.jpg
Chen
Chen icon.png
Nascimento 1968
Hazhadal
Idade 49 anos
Altura 1,53 centímetros
Peso 55 quilos
Estilo de luta ENCANTA TUDO QUE VIER PELA FRENTE! GLÓRIA A DEUS!
Arma preferida Bastão ABENÇOADO
Técnica Máxima Secreta Dar um dízimo extra e curar todo mundo
Religião Evangélico. Achamos.
Profissão Conversão-mestre dos cavaleiros da dobra. Ou simplificando: Pastor.
Característica marcante AMA seu Deus. ODEIA infiéis.
Comida favorita Água ABENÇOADA
Frase favorita Você pode aprender a fé na ponta de uma espada.
Esporte Não tem tempo para essas TOLICES!
Mania Converter pessoas. Á força.

Cquote1.png Chen, já tentou ser mais devoto á compaixão e menos á espada? Cquote2.png
Omniknight sobre Chen
Cquote1.png Como posso ser devoto á compaixão se não posso UTILIZAR DA MINHA ESPADA? Que tolice! Cquote2.png
Chen respondendo ao comentário acima
Cquote1.png Chen, você é praticamente a putinh... digo, o coroinha do seu culto. Que fofo. Cquote2.png
Necrophos sobre Chen
Cquote1.png SAI DE PERTO DE MIM! Cquote2.png
Doom sobre Chen

Chen, o cavaleiro devoto, a mão dos cavaleiros da dobra, "pastor", ou só Chenzão, é um herói de inteligência do Dota focado em suporte e forçar a base inimiga durante o early game. O Chen em si é um carinha relativamente frágil em todos os estágios do jogo, não importa o quantos itens ele farme, ele vai continuar sendo um padre montado num javali com lepra, que não dá pra saber que mé mais frágil: O javali ou ele. Conclusão, o jogador terá que se proteger se manter longe de inimigos. Mas como fazer isso com tantos rikis, Bounty Hunters, e ninjas cortadores de cebola atrás de você? É fácil: O Chen tem uma habilidade dedicada á sua proteção e recrutamente de amiguinhos, que pode ser usada para conversão de animais hostis, que com certeza não é uma alusão á controle mental ou algo assim, é CONVERSÃO viu? Os animais hipinotiza... digo, convertidos ficam no controle do Chen, com ele podendo até usar as habilidades originais deles, para assim proteger sua bundinha frágil e matar inimigos. Com alguns dedos, o único limite de Chen é conseguir farmar e levar as torres com a ajuda de seus aliados fracos e inúteis.

História[editar]

Nas inóspitas terras áridas de Hazhadal, um clã, que não é os clãs de Clash of Clans e nem um clã do Game of Thrones, tenta sobreviver em meio á esse ambiente hostil. Foi nessa boca de fumo que o jovem Chen nasceu. Um bravo guerreiro desde criança, Chen aprendeu como utilizar das técnicas e paranauês da sua tribo para encantar os bichos hostis do deserto. Usando essa técnica, ele aprendeu ainda jovem como encantar os luchoti, mais conhecidos como dragões d'água ou javalis mancos, que então utilizou para achar água no deserto. Obviamente, a quantidade de água era equivalente de um belo porra nenhuma, mas era melhor do que tentar lamber a lama imaginando ser algo diferente. Mesmo porque, dizem que lamber lama pode ter efeitos colaterais desagradáveis. Como morte. Enfim, tudo ia muito bem para Chen, mas aí ele e seus amiguinhos da tribo decidiram atacar uma caravana para conseguir suprimentos, afinal, eles estavam montados em dragões gigantes, tinham vantagem numérica e podiam encantar animais, então a vitória deles era óbvia, certo? ERRADO! O "Raid" deu mais merda que merda de cavalo.

Chen e sua trumpe de bichos do mato.

A caravana inofensiva era na verdade a caravana dos Cavaleiros da dobra. E eles estavam putos. Para eles, ser atacado era algo comum no dia-a-dia deles, mas ser atacados por um bando de TRIBAIS? Olha a ousadia dessa rapaziada de hoje em dia. Usando os poderes divinos deles, eles cortaram através dos ajudantes de Chen bem fácil. Nem mesmo quando Chen chamou uma revoada de luchoti para ajuda-lo foi de grande vantagem, já que os cavaleiros usaram a conversão DELES para conseguir os dragões para lutar do seu lado. Foi uma experiência BEM dolorosa para o Chen nos minutos que se passaram. Tipo, "bater o dedão na cabideira" de doloroso. Quando a luta acabou, só restou Chen. Os cavaleiros esperavam que Chen começasse a mijar nas calças e pedir por piedade, mas ao invés disso, ele apenas mostrou sua bunda pra cima e falou "Vem, pode vir com tudo!". Chocados com um ato tão doente e gay, os cavaleiros deram duas opções para o Chen: Ser queimado na pira por tamanha viadagem, ou se juntar a eles e virar macho alfa. Chen desistiu da sua vida barbara, e se converteu como cavaleiro. Mas continuou gay.

Habilidades[editar]

  • Penitência: SE ARREPENDA DOS SEUS PECADOS! Chen faz o herói inimigo selecionado se ARREPENDER de não ter pago o dízimo, de ter batido uma, de ter deixado a tampa do banheiro levantado, de ter andado fora da faixa de segurança, entre outras coisas HORRÍVEIS, deixando elees lentos e vulneráveis á dano. Para assim você responder a penitência deles com uma bela MACHADADA NA CARA!
  • Teste de Fé: Chen testa a fé do herói inimigo. Por "testar a ", queremos dizer JOGA UM RAIO DE LUZ DOS CÉUS QUE QUEIMA O HERÓI INIMIGO E MATA ELE CASO A VIDA ESTEJA BAIXA O BASTANTE. O interessante dessa magia é que ela dá dano aleatório, então é possível tacar desde a nuke mais fodona do mundo do Dota, ou ser só uma magia patética que até o ataque básico da Crystal Maiden daria mais dano. Tem também uma versão dessa magia para usar em aliados, mas ninguém liga pra ESSA magia.
  • Persuasão Sagrada: Chen tem o poder de recrutar vários animais da floresta, só usando uma simples habilidade. Como ele faz isso, é melhor ficar sem saber. Mas envolve ovos, um pouco de cabelo, e quartzos. Ou, dependendo da sua interpretação, um saco de dinheiro. Esse TAMBÉM é um ótimo modo de convencer alguém á trabalhar pra você. Essa habilidade tem uma melhoria do cetro de aghanim, que faz o Chen aumentar o seu saco de dinheiro ritual para dar uma propin... digo, persuasão maior pra sua trupe.
  • Mão de Deus: Na verdade, é uma mão de cura não relacionada a Deus, mas whatever, o que importa é que "mão de Deus" soa bem mais foda do que "mão não existente que foi colocada de modo metafórico aqui para você filosofar. ENFIM, essa é considerada por muitos uma das magias mais fortes do jogo, já que ela cura TODOS os seus aliados no mapa. A cura pode ser fraca, mas não se esqueça: O último ponto de vida é também o mais importante, já que se faleceu, se fudeu, como diria Aristóteles.

Fatos e Curiosidades[editar]

  • Chen é... um pouco devoto DEMAIS aos ensinamentos dele. Quase nenhum outro herói, nem mesmo seus aliados, conseguem ficar perto do Chen sem ter vontade de arrancar fora sua língua. Omni tolera POR POUCO, Chen, e mesmo assim metade do tempo que eles passam junto envolve o Omni tentando convencer Chen que socar os outros na cabeça NÃO É um modo bom de conversão. Chen não ouve nada que o Omni diz, então a maioria das conversas deles acaba com o Omni caindo fora do recinto. Nem a MONTARIA do Chen gosta dele, tendo mais de 150 tentativas de fuga.
  • Jogando de Chen, foque em montar sua tropa da floresta, e em seguida ir até a lane inimiga para demandar DÍZIMO dos seus inimigos. Caso eles não queiram pagar, pegue á força deles. Á igreja pede sacrifícios, e você não vai esperar o herói inimigo falar "não". Caso eles matem a sua tropa, VOLTE e vá pegar mais. Eu sei, esperar os bichos certos nascerem é difícil pra preula, e dá uma grande preguiça, mas um VERDADEIRO Chen precisa de ter paciência (De preferência uma de Jó) para ter sucesso na conversão dos seus inimigos.
  • Jogando contra Chen, NÃO TENTE enfrentar o pastor no começo do jogo. A tropa de animais dele vai MATAR você, já que eles os stats de um herói inteiro E AINDA POR CIMA estão sendo controlados por um jogador experiente e bom (Ou não né, vai saber se um moleque não pegou Chen imaginando que ia chutar a bunda de todo mundo). Tente jogar recuado, ou ser um espertinho e na tela de seleção de heróis pegar um personagem como o Doom para COMER os escravos do Chen. E você ainda ganha um gold extra pelo serviço!

Ver Também[editar]