Chicago Bulls

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Chicago Bulls
ChicagoBulls.jpg
Brasão
Hino Chicago - If You Leave Me Now
Nome Oficial Chicago Bullshits
Origem 1900 e guaraná com rolha
Apelidos Bulls, Burros
Torcedores Um monte de velhos com saudade do MJ
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote Touro Bandido
Torcedor Ilustre Obama
Estádio United Center
Capacidade cada vez mais vazio
Sede Se Cagou, EUA
Presidente Algum desocupado
Coisas do Time
Treinador Alguém
Pior Jogador Nuvola apps core.png Scottie Pippen, Michael Jordan, Dennis Rodman, Toni Kukoc, Derrick Rose
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png nenhum
Patrocinador Nike
Time
Material Esportivo Nike
Liga NBA
Divisão Divisão Central
Títulos 6 na época do MJ, depois disso, nunca mais ganhou nada
Ranking Nacional último
Uniformes



Chicago Bulls é aquele time de basquete da NBA em que o Michael Jordan jogou, se não fosse por isso, você nem saberia da existência, a não ser pelas milhares de camisas do Derrick Rose que você vê (ou via) por aí.

História[editar]

Fundação e Era Pré-Jordan (1966-1983)[editar]

O Chicago Jordans foi fundado em 1966 pelo pai de Jordan, querendo lucrar em cima do filho que com apenas 3 anos de idade já era o melhor jogador do bairro. Os outros ele pegou na mercearia e na farmácia da rua. Mas quem jogava era apenas Michael. Mas como ele era muito novo aquele velhote do David Stern (que na época não era velhote) não deixou ele jogar, por isso o pai de Jordan teve que se virar com o que tinha até o pivete atingir a idade necessária.

Pra compor o time sem gastar muitos din-dins, James (o nome do negão) arranjou uma porrada de negões da periferia de Chicago e botou uniformes neles mandando eles jogarem sob a promessa de uma lata de gim e uma boa dose de maconha. Como estes brutamontes só entendiam de dar porrada o Bulls foi um time do estilo quebra-quebra: quem tentasse entrar no garrafão saia com um membro quebrado. Até aí tudo bem, só que que quando foi inventado o sistema de bolas de três pontos a estratégia foi por água abaixo, e o time ficou na merda.

Os grandes jogadores da época foram Artis Gilmore, Bob Love, Jerry Sloan, Reggie Theus, David Greenwood. Detalhe que em 1979 podiam ter draftado Magic Johnson, mas o pai de Jordan perdeu pro gerente do Lakers numa partida de Uno.

Era Jordan (1984-1998)[editar]

O negão que fez o Chicago Jordans nadar em dinheiro

Em 1984 finalmente Jordan conseguiu passar de ano na Universidade da Carolina do Norte após tentar por cinco anos, e podia entrar na NBA. No verão do mesmo ano, ao sol e água fresca de Jordan, a campanha do Chicago Jordans foi um escândalo. Além de chegar aos play-offs, Jordan foi selecionado para o time All-Star e ainda recebeu o troféu de Calouro do Ano, conquistas de menor importância para ele. No início da temporada seguinte, ele sofreu uma fratura no , mas apesar disso o fez chegar em segundo lugar no score. Fato que não é registrado na história do basquetebol, afinal uma derrota de Michael (e, consequentemente, do Jordans) seria algo improvável.

Em 1986, Jordan continua mandando ver, sendo o primeiro a ir para o All-Star team. Nessa temporada o time registrou 50 vitórias, o que rendeu a Michael o troféu MVP (Mais Varão Possível). Foi em 1990 que o Chicago Jordans conquistou seu primeiro título, onde Jordan brincava com seus adversários, com 61 vitórias contadas naquela temporada. No ano seguinte, mais um título.

Mas em 1993, Michael Jordan chocou a população anunciando que ia deixar o basquete por causa da idade querendo jogar beisebol (será que o negócio dele era pegar no taco?). Em 1995, Michael retornou, e juntamente com seus amigos Dennis Rodman, Scottie Pippen, Ron Harper e Luc Longley foram um dos melhores times da história. Todo mundo ganhou título, até a direção do clube.

Era Pós Jordan (1999-2008)[editar]

Time ficou na merda, não ganhou porra nenhuma e só perdeu. Nem vale a pena falar aqui.

Era Derrick Rose (2008-2016)[editar]

Aí chegou Derrick Rose (sim, o "Rose" que você vê nas milhares de camisas espalhadas por aí) e botou ordem na casa, fez o time ficar fodão de novo. Aquele time com Rose, a bailarina francesa Joakim Noah (que foi DPOY e 1st All-Team nem sei como), Taj Gibson, Ashton Kutcher Kyle Korver, o animador de torcida Carlos Boozer e o técnico Tom Thibs foi um dos mais fodas da NBA, com uma defesa bem estruturada e Rose dibrando todo mundo a lá Ronalucho Gaudinho, ganhando MVP em 2011 e dando trabalho pro Miami Heat do LeBronha e sua trupe

Mas aí como tudo que é de vidro quebra, os joelhos de Derrick Rose passaram a quebrar mais que o servidor da Desciclopédia, e sem seu principal jogador o time nunca mais foi o mesmo, começava a temporada achando que ia deslanchar mas aí Rose se quebrava o time ficava na merda, indo pros playoffs perder nas semis ou mesmo na primeira rodada. Nem Jimmy Butler e o Paul Gasolina conseguiram muita coisa, e depois de tantas lesões os joelhos de Rose ficaram fudidos e ele nunca mais foi o mesmo

Atualmente[editar]

Em 2016 Rose foi pro Knicks encerrando toda uma era. Agora que Jimmy Butler saiu ,os Jordans vão iniciar todo um processo de rebuilding, ficando sem dinheiro e jogadores bons por mais uma década

Para se sustentar a diretoria investe em ações fora da NBA. Vide PCC, CV e MST

O time atual do Chicaguei Burros é realmente uma bela bosta. O melhor jogador do time é Zach Lavine, o que não é lá essas coisas. Para tentar ajudar o Zachzinho, a equipe possuí um espanhol com nome de russo, que nasceu na sérvia, Nikola Mirotic. Outro nome que está surpreendendo pela falta de habilidade e que esbanja inocência é Lauri Markkanen, um branquelo finlândes irmão do Kimmi Raikkonen que traiu o movimento nigga NBA velho.

Jogadores famosos[editar]