Chrystian e Ralf

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ZezeDiCamargo e Luciano 1997.JPG ♪ É O AMOOOOOOOOR... ♫

Este artigo é sobre Sertanejo Romântico

E contém referências a Leandro e Leonardo,
letras meladas e/ou dores de corno

Punk.gif
Este Ser Curte Panque Roque.

Ele deve praticar cheiramento de gatinhos ouvindo Buzzcocks.

Punkaosairdeshopping.jpg
Cquote1.png Você quis dizer: Punks do Sertanejo Cquote2.png
Google sobre Chrystian e Ralf

Cquote1.png Nunca tomamos hormônios Cquote2.png
A dupla sobre sua voz finiha

Cquote1.png Você quis dizer: Puta vozes irritantes Cquote2.png
Google sobre Chrystian e Ralf

Cquote1.png Nós odiamos todos os sertanejos! Cquote2.png
Chrystian e Ralf sobre todos os sertanejos do planeta


Chrystian e Ralf é uma dupla sertaneja não sertaneja formada em Goiás, como quase toda dupla sertaneja. São conhecidos como dupla de voz mais gay do Brasil ou mais irritante ou mais filha da puta também pelas inúmeras cagadas que falaram e ajudaram enterrar sua carreira.

Início[editar]

Sentiu a masculinidade?

Numa era de trevas onde o brega reinava, um pequeno cara cantava versões de músicas country no Brasil, e ninguém dava fé nele como cantor das próprias músicas. Nome desse coitado?. José Pereira da Silva Neto, ou Chrystian se preferirem. Num lindo dia, vendo que seu irmão mais novo (Ralf) tinha uma voz tão fina e idêntica a dele, resolveu fazer uma dupla como de praxe. Lançaram um disco meio bosta (como quase todo disco de estreia) em 1983 e devido o número reduzido de duplas pra se ouvir na época, ganharam seu primeiro disco de ouro. Daí foram de vento em popa cantando suas dores de corno nos anos 80 com sua voz a lá Anderson Silva.

Sucesso e Auge (1986 - 1994)[editar]

Alguns discos de ouro seguidos garantiram a dupla um certo prestígio entre a galera da gravadora. Já eles eram meio roqueiros e não gostavam de gravar todo o ano, achando que atrapalhava a criatividade deles, sendo que eles não compunham porra nenhuma. Seu sucesso veio com canções de cagar como "Saudade", "Noite de Tortura", "Chora Peito" e outras viadagens. Chegaram a competir com Chitãozinho e Xororó como dupla mais foda dos anos 80 mas não conseguiram acabar com os Meninos do Brasil. Nos anos 90 não conseguiram mais competir com os A.M.I.G.O.S em popularidade, mas tinham seu público poser usual do tipo Cquote1.png EuUu aMuuuuuuÚÚ cHRRRYSSSTian i raLfiii Cquote2.png.

Briga com a Globo, SBT...[editar]

A dupla sempre se achou mais foda do que realmente é. Isso rendeu muitas merdas faladas em programas de televisão. Eles foram expulsos de mais de 8 mil programas de auditório. No Projac eles nem passam do portão da emissora. No SBT o Raul Gil os amaldiçoou e nunca mais entram no SBT devido terem falado "você é que faz o jabá pra gente".

Briga com os A.M.I.G.O.S[editar]

Eles foram burros de cutucar a máfia da época. Na verdade eles mexeram mais com Zezé Di Camargo e o Xororó. Nos programas eles faziam tiradas idiotas e que lhes custou caro. Como:

Cquote1.png Orra Zezé, para de falar Pare!!! Quer mostrar a capa do Cd também? Cquote2.png

Cquote1.png Ah Chitão, vocês não conseguem cantar Saudade no mesmo tom que a gente, nós somos mais afinados Cquote2.png

Cquote1.png Achamos que sua nova música é meio fraquinha Leonardo. A nossa é bem melhor. Cquote2.png

Cquote1.png Chega de babaquice. Agora a gente vai cantar! Cquote2.png

Decadência, Separação e Volta[editar]

Seu lado sombrio.

Depois de comprar briga com Deus e o Mundo, a sua carreira degringolou no final dos anos 90, e por birrinha de ambos se separam em 1999. O que deixou a população de cantores sertanejos muito felizes por terem se livrado desses malas. Ambos tentaram carreira solo mas não deu em nada e pra embriaguês dos seus colegas de profissão, eles voltaram a cantar juntos em 2001 com o sugestivo disco De Volta.

Independência e Rebeldia[editar]

Veja o artigo inútil principal:SMD

Ambos se revoltaram contra o "sistema" da música e largaram da Warner Music para seguir numa empreitada independente e vitoriosa (ou não). Lançaram um novo formato de mídia, o SMD, para que assim não tivessem mais nada a ver com as gravadoras. Depois de vender (segundo eles) mais de 200 mil cópias de seu CD SMD, seguiram cantando as mesmas músicas sem graça de sempre. Em 2007 lançaram o "Acústico 2" que parece a mesma porra do primeiro, só que mais "pesadão".

Em 2010 lançaram mais um SMD, com o a incrível novidade de um Heavy Metal (a música ) roubado de uma banda gaúcha sem importância. Se achando sempre os fodas, gravam um disco a cada 4 anos, não se sabendo porque "atrapalha a criatividade" ou não vendem nada mesmo. Hoje estão tão afundados que seus site oficial é hospedado na Deep Web. Eles agem que nem rosqueiros e se venderam para o punk romântico, gravando e cantando se drogando só quando eles querem e todas aquelas frescuras.

Junto com Almir Sater e Renato Teixeira, a dupla faz parte do lado Cult do sertanejo que ninguém escuta e está cagando pra isso e só um bando de posers acham legal pra se sentirem superiores a todo mundo.

v d e h
Os cantores e duplas sertanejas, sô!
Xitãoróxorãozinho.jpg