Chupa-cu de Goianinha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PhotoJacksonMichaelThriller1.JPG Este artigo só pode ser coisa de MONSTROS!

Estrague este artigo que eles vão avançar e te comer! Nos dois sentidos!
Para não despertar a fúria deles, melhore este artigo, tá?

AGORA CORRE!!!

Cquote1.png Puta merda, primo, porque você me faz isso? Traz mal fama a nossa família! Cquote2.png
Chupa cabra sobre Chupa-cu de Goianinha

Cquote1.png Mas que delícia de monstro! Cquote2.png
Paulo Guina sobre Chupa-cu de Goianinha
Cquote1.png Isso aí é um monstro de Chup-Chup? Cquote2.png
Davy Jones sobre Chupa-cu de Goianinha
Cquote1.png Isso non Ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Chupa-cu de Goianinha

Chupa-cu em busca de vítimas.

Chupa-cu de Goianinha é uma abominação de outro mundo que foi invocado no Brasil após rituais satânicos por uma tribo de drogados no Acre. Essa tribo misturou umas galinhas mortas com enxofre e pó de mico, e dançou em volta da mistura sobre a lua pálida de março. Após 6 horas, 6 minutos e 6 segundos dançando, um portal surgiu de outro mundo, e o temível chupa-cu saiu de lá. Puto por ter tido seu momento em família quebrado, o chupa cu chupou o rabo de todos os membros da tribo matando quase todos de desnutrição e deixando os que sobreviveram aleijados e traumatizados pelo resto da vida. Mesmo tendo sido convidado lá sem seu desejo, ele achou que o Acre seria um lugar muito bom pra sua família morar, e desde então sua existência se proliferou por todo o Brasil, dando assim a criação da temível espécime "Chupa cu", que eventualmente, chegou em Goaininha, em Rio Grande do Sul. O bicho mostrou ser o mais forte e mais inteligente do Chupa-cu, levando dezenas de vítimas para ser chupadas, colocando a população em terror até que ele foi finalmente derrotado por um esquadrão de elite do BOPE.

Retrato falado de um Chupa-cu por uma rara caçadora de chupa-cus.

Lendas e Boatos[editar]

Muitos dizem que o Chupa-cu veio da mesma dimensão que os deuses antigos do H.P Lovecraft. Criados pelo Nyarlathotep após um momento de cansaço, ele se baseou no famoso "Chupa-Cabra" original brasileiro, mas com uma mudança: O Chupa-Cu não se alimenta de sangue de gado, e sim do sangue do cu das pessoas. Após a criação do bicho, ele os soltou numa dimensão própria pessoal enquanto terminava de mutar eles, mas devido á aquele evento lá em cima, eles acabaram sendo libertados antes da hora. Não que Nyarlathotep tenha ligado, pelo contrário, ele adorou ver que os humanos mais uma vez se provaram retardados e se mataram pela burrice deles. Após a chegada dos Chupa-Cus em Goianinha, não se demorou para uma pessoa morrer: Em 18 de fevereiro, um homem foi encontrado com o Toba pra cima, todo vermelho e mais pálido do que um nerd. Após observações mais próximas, se notou que o homem teve todo seu sangue chupado, e que uma boca foi colocada dentro do seu anûs. Uma câmera próxima gravou o ocorrido, mas após um segurança ficar cego só de tentar ver a gravação, foi proibido que qualquer 1 vesse o ato.

Uma rara vítima que sobreviveu ao chupa-cu, ainda traumatizado.

Com medo, a população tentou se esconder, mas não adiantou. No dia 20, mais 15 pessoas já tinham tido o cu chupado. Temer emitiu uma ordem de alerta, e vários soldados do BOPE foram convocados para caçar o Chupa-Cu. Apesar dos esforços, nenhum Chupa-cu morreu, apesar de ninguém ter acabado com o Cu-chupado no fim da história. Eles também encontraram o corpo de um Chupa-cu seco no meio do mato, dando assim o começo de uma teoria que diz que o próprio Chupa-cu não pode ficar sem sangue do cu dos outros, ou então ele acaba secando, tipo um vampiro, só que mais sexualmente. Finalmente, no dia 21, acabaram encontrando o covil do Chupa-cu. Próximo dele, haviam mais de 100 esqueletos humanos, todos com o toba pra cima e sangue, que provavelmente foi chupado mas não engolido, no chão. Mesmo sendo pego de surpresa, o Chupa-cu não se rendeu. Ele chupou o cu de mais 200 soldados antes de ser morto por um missel atirado por um tanque anti-aéreo a queima roupa. Foi dano demais pra ele se recuperar chupando sangue, e acabou sendo morto. Ainda assim, existem outros chupas-cus em outros estados, esperando pacientemente... para um rabo chupar.

Habilidades e Características[editar]

Chupas-cus são um dos seres mais resistentes do folclore brasileiro. Graças a sua habilidade natural para chupar sangue do cu dos outros, ele pode reparar tecidos corporais danificados os substituindo com o sangue da suas vítimas, que como foi retirado fresquinho do rabo deles, funciona perfeitamente para ele poder se curar, já que, como uma criatura de outro mundo, sua principal alimentação é sangue e sofrimento. Mais sangue que o sofrimento, mas se entendeu. Chupa-cus são também extremamente rápidos e sutis. Muitos conseguem se infiltrar em casas humanas em plena luz do dia, utilizando isso como uma tática para entrar dentro de cestos de roupa suja e ficar lá, na tocaia, pra ai quando alguém tentar chegar perto ele devorar o cu da vítima, que além de ficar com o cu comido, fica com o cu sujo das roupas do cesto. Além disso, eles utilizam essa velocidade para alcançar as suas vítimas mais ágeis, utilizando o seu torso feito naturalmente para estuprar para correr ferozmente atrás daqueles que resistem suas temíveis chupadas.

Um raro chupa-cu de 2009 que foi caçado e morto por seres humanos. Perceba o esqueleto da cabeça, com glândulas feitas para chupar.

Há vários tipos diferentes de Chupa-cus, e cada um tem características próprias. O próprio chupa-cu de Goianinha é dito como um raro chupa-cu extremamente mutado, que ficou assim após ouvir batidas de funk demais perto de sua casa, o deixando duas vezes mais monstruoso e forte do que um chupa-cu, para compensar, ele se tornou vulnerável a armas nucleares, conhecidas também por ser a fraqueza de funkeiros. Dizem que, assim como os Xenomorphs, o chupa-cu adquire características de quem ele mata; assim, se um chupa-cu matar uma virgem, ele pode se tornar mais introvertido e até mesmo calmo, enquanto se ele acabar chupando a bunda de um ator pornô, o desejo de chupar dele se torna tão grande que ele acaba se secando duas vezes mais rápido, sendo assim sacrificar atores pornô é um ótimo modo de lidar com chupa-cus mais fortes. Foi também notado que chupa-cus são incapazes de chupar certos cus: um dia, Jailson Mendes foi atacado por um chupa-cu, que caiu no chão morto 5 segundos após enfiar sua boca no rabo dele. Não se sabe se isso foi devido à falta de ar que o coitado sofreu dentro da bunda alargada dele, ou só o puta cheiro ruim dela mesmo.

Foto do chupa-cu original.

Reprodução e vida[editar]

O ciclo reprodutivo do Chupa-cu é ambo bizarro e misterioso. Muitos daqueles que já tentaram observar chupa-cus se reproduzindo ficaram tão traumatizados que ou entraram em estado vegetativo ou se recusam a divulgar o que viram, com medo de deixar mais pessoas chocadas. Por sorte, após uma expedição de sucesso financiada pelo prefeito João Doria, um grupo de exploradores conseguiram adquirir informações sobre esse ciclo reprodutivo bizarro. Infelizmente, nenhuma imagem conseguiu ser adquirida, já que toda tentativa de tirar uma foto dos chupa-cus transando resultava no filme da foto QUEIMANDO. Foi visto que os Chupa-cus transam de modo animal, se lambendo durante o ato. O macho, ao finalmente alcançar o orgasmo, enfia sua boca chupadora na bunda da mulher, e coloca ovas em formato de pústulas dentro dela. Um dos exploradores acabou ficando cego só de ver essa cena. Em seguida, após mais ou menos 1 semana de incubamento, a fêmea bota os ovos através de sua boca. 3 exploradores tiveram um ataque cardíaco vendo isso. Por último, os ovos chocam em vários chupa-cuzinhos. Todos, MENOS 1 explorador morreram ao ver isso.

Temível anúncio que mostrou a verdade: Não é só 1, mas um exército inteiro de chupa-cus.

Até agora, também pouco se sabe sobre a vida de um chupa-cu. Pelas poucas observações, foi notado que os bebês chupa-cus são ainda mais ferozes que os pais, e podem muitas vezes comer aqueles que os criaram, muitas vezes, horrivelmente, chupando o cu deles, se tornando assim um dos casos de incesto mais pertubador e doentão que já existiu desde o Game of Thrones. Depois de matar seus pais, muitos chupa-cus fazem sua primeira caçada por pessoas. É possível que o motivo que mesmo se reproduzindo rápido não conseguirem dominar o Brasil, é que, devido a sede insaciavel de chupa-cus por bundas mais a falta de experiência em caçar dos chupa-cus recém adultos, faz com que eles fiquem confiantes demais e tentem atacar seres ainda mais fortes e misteriosos que eles, como o curupira e nordestinos. Os chupa-cus não tem um tempo de vida ditado, já foi notado chupa-cus que possivelmente tem milhares de anos e ainda continuam tão fortes quanto os novos, tornando a própria ideia de ser chupado por um bicho velhote desses a coisa mais assustadora do mundo desde a criação de Boku no Pico.

Chupas-Cu famosos[editar]

  • Chupa-cu de Goianinha: Derp, é o Chupa-cu que esse artigo foi nomeado por, é óbvio que ele ia ser um dos chupa-cus famosos! O Chupa-cu de goianinha é o segundo chupa-cu maior e mais forte, ficando atrás somente do chupa-cu original. Capaz de aguentar mais de 8000 balas no seu rosto, ele aguentou bravamente contra todas as forças do João Dória, só morrendo após o sacrifício heroico de um homem que deixou o seu cu ser chupado, assim o deixando na mira de um missel nuclear, a única coisa capaz de feri-lo devido a sua influência dada pelas funkeiros.
  • Chupa-cu gigante: Um temível chupa-cu que decidiu nadar no rio tietê, e que após sair de lá contraiu tantas doenças que virou um chupa-cu mutante e gigante de mais de 20 metros. Além de grande, esse Chupa-cu é extremamente forte, porque indo pela lógica dos filmes de monstros de Hollywood: Maior = a mais forte, ou algo assim. Ele teve de ser metralhado por 100 homens para ser enfraquecido, e mesmo assim, tiveram que chamar o Godzilla pra dar o golpe final nele. É claro, com a vinda do Godzilla, o Chupa-cu morreu MUITO rápido.
  • Chupa-cu demoníaco: Um Chupa-cu que foi invocado por um culto satânico de São Paulo, e que matou o culto inteiro depois de descobrir que eles eram maconheiros, a única coisa que os Chupa-cus desprezam mais do que humanos normais. Esse Chupa-cu pode se esconder nas sombras usando o seu cu retrátil mágico, que encobre ele numa mancha escura. Ele foi morto após entrar num beco e comer um monte de veneno de rato jogado por um padre local no chão. Quando questionado, ele só disse "MORRE CRIATURA DO CAPETA!".
  • Chupa-cu original: O Chupa-cu original foi o primeiro Chupa-cu que existiu. Dizem que ele é literalmente a encarnação em carne, osso, e boca chupadora do Nyarlathotep. Ele é capaz de parar o tempo estilo Dio Brando, pular mais longe e mais rápido que o Homem-Aranha e o Flash, socar mais forte que o Mike Tyson e Chupar os cus mais fortemente que o Zé Bonitinho. Esse ser, apesar de forte, não parece ter interesse na humanidade por enquanto, ficando contente em chupar somente a bunda de emos e drogados que entram em seu território.
  • Chupa-cu de Moema: O Chupa-cu de Moema, é um dos mais fortes por vir justamente do cu do mundo. O Chupa-cu de Moema tem uma boca alargada por se alimentar de travecos, emos, pescadores, caminhoneiros, seguidores do João Dória(De Minas Gerais) e cachorros com diversas doenças não catalogadas pelo homem. Esse Chupa-cu foi eleito prefeito de Moema por apresentar mais utilidade que os moradores locais e controlar a população de Transexuais do local, Acredita-se que é amigo íntimo de Dado Dolabella(Dadinho Dolabunda)

Ver Também[editar]

Giroletta 01.jpeg
v d e h
Lendas Urbanas