Cid Pollendina

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Boieng da Trans Brasil indo pro brejo.jpg Olha o(a) Cid Pollendina vindo!
Olha o(a) Cid Pollendina indo!

Este artigo fala sobre coisas que avuam pro alto.
Clique aqui pra ver quem mais vai pelos ares. Literalmente.
Mais um Cid de FF


Cidcosplay.jpg
Nome Completo Cid Pollendina
Classe Engenheiro, Mestre das Gambiarras
Terra Natal Nárnia
Parceiros Kauan Desu (mecânico que é seu braço direito)
Parentes Todos enterrados
Inimigos Cagnazzo (cara que se disfarçou de rei e ficou lhe dando ordens idiotas, como chupar o próprio pau)
Equipamento Preferido Chave de fenda
Habilidades Fazer balões

Cid Pollendina (シド・ポレンディーナ no Japão) é um velho gagá, um engenheiro que cria balões, mecânico que faz bico em oficinas e quebra-galhos oficial do grupo dos protagonistas, em Final Fantasy IV. Sua principal e única função é criar balões para os protagonistas não precisarem viajar a pé, e quando não está fazendo isso, mesmo com sua idade mais do que avançada, dá uma força nas lutas contra monstros fálicos que carregam no cu itens e dinheiro, batendo neles com suas chaves de fendas, chaves de rodas e com a peça que o Jailson Mendes lhe trouxe.

Vida[editar]

Recuperando as forças com o seu bichinho de estimação, após mais um dia de trabalho pesado na produção em série de canoas voadoras de guerra equipadas com canhões.

Nascido em uma vila isolada no interior do reino de Baron, desde pequeno, Cid demonstrava interesse em construções e projetos, criando alternativas para reformar a cara da senhora tua mãe, aquela puta velha. Não obteve sucesso em sua empreitada, mas mesmo assim, apenas por demonstrar interesse nas ciências exatas, e pouca inclinação para virar maconheiro futuramente, ele passou a integrar a equipe de engenharia a serviço do rei, para construir equipamentos de guerra para melhor explodir seus inimigos.

Apesar de não concordar com a violência, Cid, não podendo recusar dinheiro que iria sustentar os teus pais cachaceiros, passou a trabalhar em conjunto com as mentes mais brilhantes do reino, ou as menos idiotas, aprendendo os principais segredos que estavam nos livros raros da biblioteca do castelo do rei. Assim, ele ajudou a construir praticamente a frota inteira de balões de guerra do reino, inclusive sendo o responsável pela maior parte dos sistemas remendados com chiclete, o que lhe garantiu o posto de chefe dos engenheiros ainda na adolescência.

Nas horas vagas, quando não estava quebrando a cabeça pra construir canoas voadoras para seu rei, Cid assistia o seriado do MacGyver e o Telecurso 2000, para aprender a fazer gambiarras e construir material de guerra apenas com utensílios domésticos e chicletes, que sempre são necessários para remendar aquilo que precisa ficar grudado. Estes estudos complementares foram de fundamental importância para o aperfeiçoamento de Cid na arte das improvisações, sem isso, ele não teria conseguido construir nenhum balão, e seria apenas mais um idiota que ninguém liga a mínima.

Ainda jovem, com menos de 30 ânus nas costas, Cid já tinha construído 90% das armas de guerra do reino, e era o responsável direto pela maior parte das mortes causadas em nome de seu rei, com as armas que fazia misturando apenas um pedaço de ferro velho com dois parafusos enferrujados. O outro responsável era o cavaleiro negão Cecil Harvey, que viajava com seus machos nos balões de Cid e ia matar os inimigos do reino, aqueles que se negavam a pagar os impostos em dia, com as próprias mãos. Por conta desta semelhança, os dois acabaram virando grandes amigos, com Cid ensinando alguns conceitos de estratégia para aquela criança, e a protegendo como se fosse seu pai, já que por ser nerd e ficar a maior parte do dia trancado em uma oficina podre, ele não iria conseguir um filho biológico mesmo.

Ao chegar na velhice, Cid não aceitou aposentar-se e passar o bastão de chefe dos engenheiros para alguém mais jovem, ele fazia questão de continuar construindo balões de guerra, até fazendo um especial, mais rápido do que o normal, digassi di passagi. Por questões óbvias, o rei queria botar as mãos nessa porra, pois assim destruiria seus opositores muito mais rapidamente e com maior eficiência, porém, não querendo que seu mais novo filho caísse em mãos erradas, Cid o escondeu em um cu do mundo, e foi preso por traição por isso.

Aventuras[editar]

Rúbeo Hagrid, o irmão gêmeo de Cid, o desgosto da família, um fraco que faz uso da magia e nunca construiu um balão fodão para o seu rei massacrar inocentes.

Após passar uma longa temporada atrás das grades, comendo apenas sopão de legumes em um pote mofado, Cid foi liberto por Cecil e seu bonde, que voltaram para o reino apenas para pedir a Cid uma aeronave, para não precisarem ficar andando a pé por aí. Já que possuía uma consideração para com aquele pentelho, Cid aceitou fornecer para o grupo dos protagonistas a sua canoa voadora, com a condição de que ele ficaria com o grupo, pilotando a bagaça, pois ele tinha certeza que, se deixasse nas mãos de Cecil, iria acontecer alguma merda, e sua aeronave preciosa iria pegar fogo em menos de dois dias.

Agora participando de altas aventuras do barulho, mesmo com a idade avançada, Cid mostra-se útil, pois quando não está pilotando a canoa voadora chamada de balão, ele ou está fazendo bombas com material roubado do Estado Islâmico, ou está dando uma força nas batalhas, batendo nos monstros com seu conjunto de chaves de fenda feitas com o mesmo material que as facas ginsu, capazes de cortar canos de chumbo como se fossem nada. Apesar disto, ele não recebe muita atenção enquanto anda com os mocinhos, na verdade ninguém se lembra deste idiota até o momento em que ele é necessário para dar um "pump" no balão, fazendo com que o mesmo ganhe novas funções inúteis.

No fim, após a queda de Zeromus, e o fim das trevas que assolavam o mundo, pelo menos temporariamente, Cid é o que se mostra com a melhor saúde dentre todos os bonecos, mesmo sendo o mais velho e com cara de cachorro castigado. Apesar de broxa, ele sentia-se como um menino de 20 anos, e fez uso desta vitalidade construindo uma frota inteira de balões de guerra, deixando-os a disposição de seu novo rei, Cecil.

Jogabilidade[editar]

Cid não possui nenhuma afinidade com as artes arcanas, assim como os nórdicos de Skyrim, ele acha que esses truques são usados apenas por gente fraca, por isso despreza a magia de coração, tanto que não possui um único ponto de mana. Ao invés de confiar no misticismo, Cid confia apenas em sua ciência, analisando os inimigos com o seu scouter e procurando pelos seus pontos fracos, passando esta informação para os seus aliados, para assim eles melhor conseguirem dar dano.

Em combate físico, apesar de possuir uma preferência por lutar com chaves de fenda e de rosca, pela praticidade, já que está sempre com uma na mão, Cid também pode equipar armas pesadas, como clavas, machados e a senhora tua mãe, aquele bagulho obeso. Além disso, ele também pode equipar várias armaduras diferentes, e assim podendo ser usado como um tank quando houver a necessidade de proteger algum mago papel ou um assassino que só usa roupas leves e não guenta nem o sopro do vento.