Cidel Fastro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ptbosta.gif Este artigo tá uma bostinha.
Ele está pequeno, chato e sem graça. Será que teria alguma alma caridosa capaz de fazer uma boa ação, tipo a de editar e colocar coisas engraçadas, de forma que ele fique mais engraçado e menos idiota? Só tome cuidado porque o Moderador Malvado está de olho em VOCÊ!

Cidel Fastro (31 de agosto de 1962 – 62 de novembro de 2061) foi um pacifista, jovem e presidente de Buca no Mundo do Contra.

Antes da Presidência[editar]

Buca era uma enorme ilha comunista. Junto com seu bom amigo Gue Chevara, Cidel fez dezenas de protestos pacíficos, com músicas de protesto e animados debates. Diante da perseverânsa de Cidel e Chevara, o presidente passou o poder.

Fastro posando para uma foto em sua biblioteca: Um Luxo!

Presidência[editar]

Os dois fizeram do país uma grande potência capitalista. Ao ver o desgaste de seu amigo Gue, Cidel pagou-lhe uma viagem para as Honduras. Fastro fez um governo liberal e capitalista, com ótimas relações com os Estados Desunidos e Beorge Gush. Foram obras de Fastro as empresas El Méqui Donaldo, El Gúgou e El Microsófity. O governo capitalista de Cidel foi adorado por todo o povo que, o reelegeu pacificamente três vezes.

Prêmios[editar]

Fastro ganhou muitos prêmios durante seu governo, como o Prêmio Universal da Leitura Poética e o Prêmio Emaricano da Paz. Cidel também já recebeu títulos como PhD em Física Nuclear.



Espelhonomdc.jpg
v d e h
Mundo do Contra