Cinismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Diógenes dizia que era feliz vivendo num barril cercado de cachorros pulguentos vira-latas. Isso já explica porque ele é um dos maiores cínicos da história.

Cquote1.png A Desciclopédia é cínica Cquote2.png

Cinismo é uma das duas maneiras racionais de encarar a vida (a outra é o suicídio), pois só a dissimulação pode tranquilizar a angústia de que não há vida após a morte.

A Wikipédia diz que o cinismo é uma corrente filosófica que defende o desapego aos bens materiais como forma de alcançar uma vida gloriosa por natureza, é claro que quem formulou essa teoria a fez com cinismo em si, pois todo mundo sabe que a verdadeira felicidade está na apreciação da miséria alheia, logo a definição da Wikipédia para cinismo é apenas psicologia reversa dos verdadeiros cínicos.

O cinismo está na ausência de pudor, gozo pelo sofrimento alheio e tiração de sarro. A Desciclopédia é o exemplo material concretizado de cinismo, não existe nada mais imbecilmente incoerente no mundo que um site de pura idiotices que em seu cinismo na verdade trata de informações verdadeiras veladas sob o véu do humor.

Assim sendo, o cinismo é um víeis sarcástico de humor onde na realidade a suposição é real, pois quando a Desciclopédia afirma que a Lady Gaga é uma jovem transexual fazendo dublagem mal feita de artistas decadentes como Kylie Minogue, Britney Spears e Christina Aguilera, apesar de não haver embasamento teórico e ser uma afirmação descredibilizada, o seu subconsciente cínico sabe dessa verdade irrefutável.

Origem[editar]

O carnaval nada mais é do que um estímulo cínico à prostituição, às bebidas, às drogas e à violência.

Tudo começou quando Sócrates saltitava em Atenas com seus paga-paus, e disse: Olha quanto bagulho o ateniense precisa para sobreviver. E assim, o seu aprendiz Antístenes sofreu um insight e desenvolveu o cinismo, cuja teoria acreditava que a masturbação é a única forma verdadeira de auto-expressão.

Como adquirir cinismo?[editar]

Uma pessoa sabe que é cínica quando ao raciocinar sobre Deus faz algum comentário sarcástico ligeiramente ateu ou herege sobre isso, mas no fundo se borra de medo da morte e acredita em Deus, e se desculpa com o Senhor em pensamento dizendo apenas ser uma brincadeirinha bem humorada.

Como identificar um cínico[editar]

Advogado, astrólogo, barman, político e atendentes de telemarketing são todos cínicos por definição. Todavia, é fácil identificar um cínico fora dessas áreas, ele sempre é aquela pessoa que peida e pergunta gritando dissimuladamente quem foi o porco que peidou.

Pensamento[editar]

Uma pessoa cínica usando essa foto como sendo ele, no Orkut.

Os cínicos acreditam no desapego aos bens materiais tal que a felicidade se encontra no fato de ir viver nu no mato com a natureza (isso até ele morrer por ter ingerido alguma fruta venenosa, ou ter sido atacado e arregaçado por uma onça).

Os cínicos são rivais dos historiadores pela busca da verdade. Enquanto os historiadores cogitam a verdade através de vasos astecas desenterrados nas montanhas do Peru, os cínicos atingem a verdade forjando-as através de roteiros de seriados americanos.

Falsificacionismo[editar]

Uma vez que o pensamento cínico é só pensar em nada, e fazer piadas sobre o lixo que é a sociedade humana da qual o próprio cínico se insere, o objetivo do cínico é zombar com as crenças dos outros através do falsificacionismo de todas as crenças, apenas para se divertir sobre como a mente é ignorante.

Individualismo[editar]

O cinismo é uma forma mais marrenta do individualismo, pois não busca apenas a satisfação pessoal, pois a satisfação pessoal de um cínico é ver os outros sem satisfação pessoal.

Realismo[editar]

Para o realismo, o cinismo é uma busca incessante pela perda da humanidade e ganho da sanidade. Uma corrida inútil para ser um completo imbecil.

Para o realista cínico, a felicidade se manifesta através de um sexo oral feito por alguém que não esteja se imaginando chupando uma manga.

Ironia[editar]

Homens, cínicos por natureza. Uma afirmação cinicamente irônica sobre os homens.

A ironia se manifesta no cinismo através da música always look at bright side life, como uma forma de encarar o absurdo que é o universo em si, levando assim a pseudo-existência de Deus nas coxas.

O cinismo é uma forma de ironia não declarada de demonstrar o que é necessário na vida, como afirmar que a existência de um papel higiênica por si só é inútil, mas a necessidade de limpar a bunda é real.

Niilismo[editar]

O cinismo é uma forma de niilismo bem humorado, o bigode de Nietzsche por exemplo, é uma crítica cínica niilista ao punk. O cinismo não é uma negação cega de valores, é uma crítica de um sistema de crenças incoerentes. É uma atitude, uma mentalidade e uma análise crítica visando a provocação.

É... O cinismo é uma doença psicológica crônica gerada pelo assombro do infortúnio do incógnito Deus.

Cínicos famosos[editar]

  • Antístenes: O inventor da desgraça. Na verdade só inventou o cinismo para se aproveitar de ter sido um discípulo de Sócrates e então poder ser lembrado para sempre em sites como Wikipédia.
  • Diógenes de Sínope: Um mendigo que encontrou no cinismo uma forma de ocultar a sua infelicidade por ser um favelado.
  • Crates de Tebas: Outro mané que perdeu sua fortuna no pôquer e se tornou cínico. Foi o inventor do jargão "rir para não chorar".
  • Hitler: Pois foi muito cínico com os judeus.
  • Estados Unidos: Por terem financiado o 11 de setembro e jogado a culpa nos países do Oriente Médio, além de derrubarem o governo de países como Venezuela, França, Escócia, Finlândia, Tangamandápio, Acre, Brasil, Ásia, Sua casa.
  • Luis Inércio Mula da Silva: Por dizer que fez alguma coisa quando todos sabem que a única coisa que fez foi não alterar o que o FHC deixou.
  • Rato Salim Maluf: Por roubar a vida inteira e mentir descaradamente só porque agora octuagenário não vai mais para a cadeia.
  • Chaves: Importante cínico que ficou internacionalmente famoso devido à série de TV, na qual vivia num barril e mendigava alimentos do pessoal da vila.