Clarice Lispector

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikify.png Por favor, alguém arrume este pobre artigo segundo as diretrizes estabelecidas no livro de estilo antes que alguém infarte lendo esse artigo mal formatado...
AVISO: NÃO REMOVA ISSO ANTES DE TER CERTEZA ABSOLUTA QUE O ARTIGO JÁ FOI COMPLETAMENTE "WIKIFICADO", SENÃO VOCÊ PODERÁ SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS!
Dica: não sabe como wikificar um artigo? Então leia AGORA o nosso Tutorial Wiki! Ou peça ajuda para os usuários mais experientes...
Radioatividadegdrg.jpg
TANZEN!!!

Este artigo vem da Ucrânia. Seu autor morava em Chernobyl, idolatra Ruslana, Shevchenko e Verka Serduchka, e NÃO É RUSSO!
Serduchkaa.jpg
Asimov-isaac.jpg Este artigo é sobre um(a) escritor(a)!

Ele(a) talvez tenha heterônimos, sua "inspiração" vem de um copo de whisky e sua obra só ficará boa quando morrer de tuberculose.

Trabalhar, que é bom, nada! Clique aqui e vire a página.


"Sou tão profunda que engulo supositórios."
Clarice12.jpg


Nome Кларісе Ліспектор
Profissão Meretriz, farsária e aprendiz de escritora
Obras conhecidas Um amassão no escuro, Perto da suruba selvagem, A imitação da Pereira, A mulher que matou a cabrita.
Influências O fluxo de consciência de Virginia Woolf, a libido incontrolável de Vita Sackville-West, e a safadeza de Katherine Mansfield
Dieta Diplomatas e tudo o que há de comestível e gorduroso.
Religião Diz-se que uma vez fez pacto com o Diabo, e só.

Cquote1.png Você quis dizer: Clarice Winspector Cquote2.png
Google sobre Clarice Lispector
Cquote1.png A Clarice era piradona, bicho! Cquote2.png
Mano sobre Clarice Lispector
Cquote1.png Você deveria respeitar a memória da Clarice, seu energúmeno! Cquote2.png
Fernanda Montenegro sobre Mano acima
Cquote1.png Gente,acalma!Temos que respeitar mesmo a memória de Cecília Lispector! Ai,gente,ABAFA Cquote2.png
Luciana Gimenez sobre discussão acima
Cquote1.png Eu sou a reencarnação de Clarice Cquote2.png
89% dos membros de comunidades sobre Clarice no orkut
Cquote1.png Com certeza Cquote2.png
Apresentadora do Sem Censura sobre boatos na comu
Cquote1.png Clarice não é hermética, vós é que sois incapazes de decifrar a sua escrita arfante Cquote2.png
Pseudo-intelectual de pinto pequeno sobre Clarice Lispector
Cquote1.png Essa mulher é louca Cquote2.png
Vestibulando inconformado sobre Clarice Lispector
Cquote1.png Gracinha! Cquote2.png
Hebe Camargo sobre Clarice Lispector
Cquote1.png Clarice Lispector foi uma grande poetisa!!! Cquote2.png
Desinformados da comunidade sobre Clarice Lispector
Cquote1.png Você é foda? Eu sou o orgasmo! Cquote2.png
Clarice Lispector sobre Ela mesma, em 1933, no ginásio
Cquote1.png Ninguém me ama, ninguém me quer! Por isso eu vou, comer barata! Cquote2.png
GH cantando sobre sua vida

Clarice recebendo uma caixa de charutos da paz de Maria Bethânia

Biografia[editar]

Clarice6.jpg


"Não vou ser autobiográfica. Quero ser bio"


Foi uma escritora desequilibrada nascida na Ucrânia.


Haia Vadiespector (este foi seu primeiro nome,depois decidiram que se chamaria Clarice pois veio pro Brasil aos dois meses de idade, o que impossibilitava-a de ter um nome difícil num país como o nosso) nasceu em data indeterminada. Uns dizem que ela nasceu em 1920,outros 1926 e alguns há 10.000 anos atrás... O fato é que Clarice,em suas divagações,vivia dizendo que tinha nascido,morrido,renascido. Este fato impossibilitou biografia decente. Passou a infância toda no Nordeste onde já tendia para a literatura,participando de concursos literários que nunca ganhava, pois escrevia coisas que nem o mais literato dos literatos entenderia. Gostava de ler e de escrever e de pensar sobre a eternidade. Mal sabia ela que já era o início de sua vida desequilibrada. A mãe morreu quando Clarice ainda era pequena,mas acompanhou do inferno a vida de sua filha. O pai,que já não podia mais trabalhar com representação pois dava era pra coisas de alma (que frescura,meu deus!),viu-se desempregado tendo que ir pro Rio de Janeiro,onde morreu,deixando Clarice com as irmãs: Elisa e Tânia. Caralho sua mina chamada Tânia casou e levou as irmãs para morar consigo. Nessa época Clarice publicou seu primeiro conto de "fadas": O Triunfo. Depois publicou Perto do Coração Selvagem,título que seu amigo bichona lhe obrigou a pôr,menina,que eu te mato!


Publicado seu livro,muito esperta e já casada com um diplomata, ela largou Tânia cuidando da irmã sapata para ir conhecer a Europa junto com o marido. Foi um período onde ela conheceu muitas mulheres da vida em Paris,Lisboa,Itália,etc... Também foi o período onde ela adquiriu sua cultura geral inútil. Em carta para as irmãs dizia Clarice:

" Oh,Tânia,oh,Elisa, a Europa é belíssima e Maury,meu marido,paga tudo pra mim! Digam o que querem! Digam o que querem que ele lhes comprará! Eu aprendi ontem que a Terra é um planeta,vocês sabiam disto?!? Estou pensando em escrever um conto sobre uma mulher que,ao atravessar a rua,é atropelada por um cachorro e começa a pensar sobre a essência de."

Em 1946 publicou O Lustre. Foi fatal para a sua outra irmã, Elisa, que também queria ser escritora. Claricie confessou : - eu dei o cu sim pra 252 em 2 diaaaaas e oque que se tem a ve com isso . Clarice foi ganhando fama de puta e Elisa nada... Ficou depressiva.

Nessa época, Clarice engravidou do marido e teve um filho. Depois teve outro. Chamavam-se Pedro e Paulo. E ela fez até um diário chamado Conversando com P. (OH! QUE FALTA DO QUE FAZER!!!!),que o marido lhe disse ter um teor erótico. Ela amou! Seguindo a onda da irmã e sendo traída pelo marido,ela começou a ter amizades com uma moça gay,que a levava para boates gays... Ela GAMOU!

Clarice10.jpg

Depois morou em Washington(VIVA!), convidou Érico Veríssimo para ser padrinho dos filhos junto com a sua mulher (que na época tinham bastante dinheiro. HAHÁ), e mantinha relações sexuais com L.F.Veríssimo e mais meia dúzia de cabras! JESUS!

Sofreu um acidente gravíssimo ao dormir com o cigarro aceso e perdeu,entre outras coisas, o dedo, o cabelo,todos os livros e as joias que o marido lhe comprara! Quase morreu - mas não morreu. Nessa época já separada do marido.

Sua eterna paixão foi o escritor Lúcio Cardoso, autor do não menos neurótico Crônica de Uma casa Assassinada. Só que Lúcio era gay e Clarice vivia perguntando para Lygia Fagundes Telles: por que ele não me come? por que ele não me come? Aí Lygia dizia: Clarice, minha linda, o jeito é escrever e gozar sozinha...

Publicou muitas coisas, todas muito chatas e com o único propósito de fazer adolecentes (com a vida social falida) comprarem seus livros e pensarem ser algo além do que idiotas.

Seguiu-se um período de reflexões,em que ela publicou Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres (oh,vai,vai,vai... Ui! Ah,ah,ui,ahhhhhhhhhhhh,awwwwwwwwwwwwwww)... A Paixão segundo GH (da barata lá),Água Viva ( só quem enxerga águas vivas se arrastando pelo chão da sala entende. Depois A Hora da Estrela,onde ela contava a história verídica de Macabéa,uma anta nordestina atropelada por um carro amarelo.

ConceDEU uma entrevista (guiada pela assessora,que lhe pediu que fizesse cara de misteriosa pra renderem os livros) em 1977 na qual ela deixou bem clara ter muitos amigos (imaginários) e morreu no mesmo ano,vítima de câncer na boca e xoxota,pois fumava muito cigarro e trepava de maneira compulsiva com mendigos africanos,dentre outras coisas. Ainda na década de 70, CL começou a fazer sucesso no meio universitário (principalmente entre professoras carentes e jovens mal amadas).

Quando largou do marido ela ficou pobre e seus livros não vendiam direito(por motivos obvios). Depois que ela morreu(pela 3ª vez só nesse texto), a Nova Fronteira e depois a Rocco, pra ganharem dinheiro, fizeram lindas edições dos livros dela e CL voltou à tona. Aliás, à tona não, apenas começou a vender mais. Hoje Clarice é pop, e mesmo quem não entende porra nenhuma do que escreveu acha ela maravilhosa e sexy (confira sua comunidade no Orkut).


Clarice é hoje usada como uma máquina de fazer dinheiro pela Rocco. Benhê, Clarice tem até comu no Orkut. Clarice Lelélispector Tá POP

Frases ilustres de Clarice[editar]

  • "Se ontem fosse amanhã, e amanhã fosse ontem, hoje seria hoje!"
  • "Quem não fuma não conhece a vida e não a ama"
  • "Foi o cão que botou pra nois bebê!"
  • "Eu vivo de lado,sentada e em pé: se me canso,descanso. Se não me canso,eu não existo mais no."
  • "Aumente seu penis em 15cm!."
  • "O que se faz depois de que já se fez toda a urina existente dentro de nós que somos vós ou sois vóis e tu me és.".
  • "Eu quero a desarticulação da membrana de meu it".
  • "Sou tão profunda que tornei-me viciada em supositórios".
  • "O que eu digo só toca a quem toca" [trocadilho ¬¬].
  • "Se eu morrer,digam assim: Volte para a terra que te cuspiu os olhos trêmulos".
  • "Morrer é como viver, só que ao contrário."
  • ‎"É estranho sentir saudade de algo o qual mal vivi ou evitava viver."
  • "Chega dos textos bobos da Lygia, vamo falar de coisa boa! A nova tecpix..."
  • "Um, dois, três, quatro, pra ficar maneiro joga o clima lá no alto."