Clint Eastwood

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
McdonaldsAmerica.jpg
EUA Falencia.jpg

Powered by Chevrolet

Este artigo é gringo! Ele só usa eletrônicos da Apple, tem um Chrysler poluidor, não joga futebol e acha que é privilegiado. Não tente usar armas químicas de destruição em massa ou jogar aviões contra ele, a não ser que queira ir morar com o Bin Laden...

George Bush agradece! Alguém quer um Big Mac com Coca Cola?

Chuqui Nóia aprova essa porra!
Se chegar de viadagem você será jogado em uma rodinha de metaleiros vestido de emo.
Este artigo é varão!

Este é um artigo que pode te levar para o Lado Azul da Força.
Se você for gay ou indeciso, leia-o até o fim, que o Ricardão vai te apresentar a Fernandinha.

Cquote1.pngVocê quis dizer: Música da banda Gorillaz?Cquote2.png
Google sobre Clint Eastwood
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Clint Eastwood.
Não desrespeite Clint Eastwood, ou você vai se ver com a Magnum .44, a arma mais poderosa do mundo.

Clint Eastwood nasceu em 1789 no oeste selvagem (mas selvagem mesmo, onde só os mais fortes sobreviviam até 30 anos no máximo) na cidade de Dallas, Texas. Criado com leite integral de vaca, mamado na teta da própria, Clint teve uma criação espartana e comeu o pão que o diabo amassou, acordando muito antes das galinhas todas as manhãs e trabalhando 12 horas por dia, além de ter que defender a fazenda da família contra coiotes e ladrões, tudo só com uma faca de caça, já que a arma de fogo ainda não havia sido inventada. Crescido num ambiente multiétnico (fazendeiros brancos, escravos negros e imigrantes chineses que serviam como mão-de-obra barata) Clint teve muita amizade com o senhor Chi-Chi-Wa-Wa, um sábio velhinho chinês que lhe mostrou uma invenção extraordinária: a pólvora.

[editar] Biografia

Tendo nascido com um Q.I. acima dos 200, Clint viu naquele maravilhoso invento uma revolução para a humanidade, e com seus vastos conhecimentos de mecânica, ele pensou em criar um estilingue que lançasse projéteis carregados com aquele extraordinário artefato explosivo, no entanto tal invenção só causaria danos se a munição fosse lançada a uma velocidade altíssima. Isso foi o ponto de partida para Clint criar a primeira arma de fogo: a famosa Magnum 44, que seria seu parceiro pelo resto da vida. Clint usou a invenção para defender sua fazenda dos meliantes e tornou-se muito temido na região, sendo visto como um bruxo e perseguido como um pitbull. Clint fugiu para as montanhas e se amigou com uma índia com quem teve cinco filhos. Décadas mais tarde, Clint voltou à cidade e descobriu que sua invenção havia sido roubada e comercializada por um outro gênio que desvendou o segredo da Magnum e inventou abominações como escopetas, metralhadoras e canhões. Indignado com o que fizeram com sua invenção, ele pegou sua Magnum e expulsou todos os facínoras, sendo eleito xerife.

Clint olha o cadáver de um facínora

Como xerife, Eastwood protegeu sua cidade de meliantes facínoras como Jeremias José do Nascimento, Alborghetti, Billy the Kid, Jesse James e outros desprezíveis malfeitores. A fama de Eastwood chegou tão longe que o caubói foi condecorado pelo próprio Wyatt Earp por, assim como ele, nunca ter levado um tiro em toda a sua carreira policial. tido como um herói nacional, Clint Eastwood foi convocado para lutar na Guerra Civil Americana comandando o exército dos Estados Unidos da América contra os Estados Confederados do Sul (que no Brasil inspiraram a criação dos Estados Unidos do Sul. O general Eastwood levou seu exército á glorios vitória unificando de uma vez por todas a nação do Tio Sam. Sendo reconhecido como um gênio das batalhas, o marechal Eastwood comandou o exército americano na primeira e na segunda Guerras Mundiais, levando a gloriosa nação de Ronald McDonald a consolidar-se como a nação mais poderosa do mundo.

Eastwood, mesmo estando no USA ARMY se recusou a lutar na Guerra da Coréia e na Guerra do Vietnã, por ISSO os EUA perderam estas duas guerras, o que fez com que ele perdesse a moral de destruidor e fosse reformado precocemente. Eastwood, que sempre teve muitos talentos, foi trabalhar num circo, onde se envolveu com a jovem e bela filha do dono. Numa sórdida conspiração, a jovem foi misteriosamente morta e Clint foi acusado do homicídio. Como único suspeito, ele foi declarado culpado e condenado à prisão perpétua no presídio de segurança máxima de Alcatraz.

Foto 3x4 de Clint na prisão

Em Alcatraz, Eastwood foi alvo de muitos meliantes que adorariam quebrar a cara do maior militar de todos os tempos e inventor da arma fogo. No entanto Eastwood lutava melhor que todos aqueles bundinhas juntos e arrebentou todos. Um fato interessante é que, diferente de 99,99% dos presos de Alcatraz, Eastwood nunca foi estuprado, pois todos lá sabiam que qualquer idiota que tentasse isso não veria o sol nascer de novo. Clint estava decidido a não envelhecer naquela prisão, então junto com três amigos que fez lá ele traçou um ousado plano de fuga que consistia em botar todos os guardas para dormir jogando éter da farmácia na ventilação do presídio (Clint conseguiu o éter seduzindo a enfermeira) e cavar um túnel que foi dar abaixo do nível do mar, e voltar para o continente a nado (parece impossível, mas para Clint Eastwod nada é impossível).

De volta ao continente, Clint procurou a ajuda de seu amigo Adrian Monk, um detetive nada ortodoxo mas que elucidava qualquer caso. Mesmo depois de dez anos, fazendo uma investigação complicada demais para você entender, Monk descobriu a verdade: foi o dono do circo que matou a moça. Inocentado e completamente livre, Clint prestou a prova para delegado da polícia civil e foi aprovado, passando a usar o codinome de Dirty Harry.

Depois de limpar a cidade de Detroit da criminalidade com sua inseparável Magnum 44 (que não ficou em Alcatraz) Clint se aposentou da polícia e abriu um negócio de entregas, trabalhando como caminhoneiro, profissão no qual teve dez vezes mais mulheres que Pedro. Porém numa das entregas que fez, na cidade de Madison, Illinois, Eastwood conheceu a (então) bela Meryl Streep. A química foi imediata, e os dois tiveram um tórrido e proibido romance, pois Meryl era casada e o marido logo voltaria de sua viagem de seis anos nos Alpes Suíços. Após mais essa aventura amorosa, Eastwood foi convidado pela NASA a usar seu intelecto de Einstein para consertar um satélite tão velho quanto ele.

Clint agradece seu último Oscar ganho

Depois de consertar o satélite, Eastwood iniciou uma nova carreira: lutador de boxe. Embora ninguém acreditasse nele e todos dissessem que era suicídio alguém tão velho praticar um esporte desse, Clint provou que todos estavam errados ao vencer Evander Holyfield de nocaute no primeiro round e sem suar. Eastwood também nocauteou Mike Tyson, Riddick Bowie e Muhammad Ali, que saiu da aposentadoria apenas para enfrentar o veterano de guerra. Abandonando mais essa carreira, Eastwood tornou-se treinador e deu aulas a uma menina que tinha um soco poderoso, mas esta perdeu a primeira luta e ficou em coma.

Após essa última tragédia Clint Eastwood embarcou em sua última e atual carreira: a de ator e diretor de cinema, no qual interpretou a si mesmo em mais de 30 filmes.

[editar] Ver também


v d e h
Oscar 1.jpg Logo Coisas de Hollywood.jpg Oscar 1.jpg
Oscar 4.jpg
Statuette.jpg
Lista de cineastas famosos (Alguns nem tanto):


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas