Clockwerk

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mc.jpg Esty artygo é dy pobry!

Esty artygo é sobry koyzas dy póbry, peçowas póbrys y o dono
taméyn dévy dy sê un pobretãwn do karáy!

Mordekaiser.jpg Este artigo é metálico!

Ele é revestido ou banhado a algum metal ou liga que se encontra na tabela periódica. Se você corroer este artigo, Mordekaiser vai exterminá-lo!

Rattletrap
Clockwerk.png
Nascimento 1993
Uma aldeia sem nome
Idade 23
Altura 1,50
Peso 59 quilos
Estilo de luta Parafernalhas tecnologicas
Arma preferida Seu gancho
Técnica Máxima Secreta Jogar um GET OVER HERE do scorpion... que leva ELE até o inimigo!
Religião Deus metal
Profissão Guerreiro Keen
Característica marcante Defende a masculinidade dos keens (Mesmo eles sendo todos covardes)
Comida favorita Óleo com batatas
Frase favorita "Uma boa ofensiva é uma boa armadura. Boa armadura também é boa armadura."
Esporte Pebolin
Mania Afirmar que NÃO É UM ROBÔ PORRA!

Cquote1.png Superman... Cquote2.png
Gigante de Ferro sobre Clockwerk
Cquote1.png NÃO, EU NÃO SOU O SUPERMAN! E EU NÃO SOU UM ROBÔ, PORRA! Cquote2.png
Clockwerk sobre o comentário acima
Cquote1.png Aí, porque esse cara não tem a predefinição robô no artigo dele? Cquote2.png
Você sobre Clockwerk
Cquote1.png AHHHHHHHHHHHHHHHH! EU VOU TE MATAR! Cquote2.png
Clockwerk ficando puto da vida

Clockwerk Ou rattletrap, também chamado de "Filha da mãe que te hooka de longe e então come seu cu com farinha", é um herói de força no dota focado em agir como um verdadeiro pedófilo: Ele fica no matinho, esperando um herói chegar perto, e quando ele vê uma brecha, ele usa de seu gancho para se jogar em cima do herói, espancar ele, levar seu corpo pra casa e então fazer coisas indescritvieis. Além de ser um perigo para inimigos separados, clockwerk também acaba com o dia (E a luta) de qualquer equipe inimiga: Suas engrenagens elétricas não só conseguem fazer uma areninha pessoal dele pra ser... "privado" com um só inimigo, como também empurra qualquer herói que chegar perto longe, o que leva a muitos palavrões de jogadores no tipo "EI MANO ME AJUDA AQUI TO SENDO ESPANCADO ARGHHHHHHHHH!", quando a verdade é que o herói, quando pego pelo clockwerk, tá mais fudido que personagem secundário no The Walking Dead. Com todo tipo de engrenagens guardadas no cu, clockwerk mostra que de fato a melhor defesa... é um soco direto no fuça.

História[editar]

A vida de clockwerk nunca foi lá grande coisa. Ele era antigamente aprendiz e filho de um relojoeiro em um vale. Ele porém, não fazia porra nenhuma no trabalho, e passava a maior parte do tempo cheirando cocaína atrás de sua casa. Foi assim que ele se salvou quando a guerra veio. O exército do deus morto, aquele doentão que destruiu o monastério do anti-mage, atacou o vilarejo do clockwerk e todo mundo acabou sendo comido no bom e mal sentido. Por sorte, como clockwerk estava hiper chapadão de dar um tapa na pantera, ele foi confundido como um aliado pelos zumbis, e foi poupado. Quando saiu dos efeitos das dorgas, percebeu que seu vilarejo parecia ter saido de um filme do Micheal Bay. Ele procurou por sobreviventes, mas todo mundo era ou um zumbi ou só um defunto mesmo. Foi então que ele entrou em casa e achou seu pai, agonizando no chão. Suas últimas palavras foram: "Filho, seu ofício agora é a guerra... vingue-se, levante-se, derrote o exército do deus morto... ah sim, e você é um vagabundo da porra que nunca me ajudou, seu drogado..." e morreu.

Clockwerk enterrou seu pai junto do seu peixe-dourado de estimação. Após cheirar mais um pouquinho pra tirar a tristeza, ele concluiu que ficar sendo um emo não ia ajudar em nada. Ele entrou na sua casa, quebrou todos os relógios que tinha lá dentro, e pegou os rubis dentro deles. Pra qualquer zé droguinha ou favelado por aí, essas pedras só serviam pra vender na boca, mas clockwerk, por mais drogado que fosse, era capaz de ir além. Ele catou seu martelo, e depois de 1 semana trabalhando na sua antiga roupa, ele parecia ter passado pro um episódio do lata-velha: Não era mais só um drogado em roupa normal. Ele tinha feito um trabalho na roupa que a transformou em uma armadura de combate pra nenhum Homem de ferro botar defeito. Ele testou ela socando alguns zumbis que estava fora da sua casa. Mesmo quebrando sua unha, a armadura funcionava perfeitamente. Ele catou sua chave de fenda, e partiu no horizonte, DE NOVO fumando um bagulho. Que horas são? É HORA DO PAU! é hora do Clockwerk!

Habilidades[editar]

  • Investida de bateria: Clcokwerk sofre de vitiligo desde criança, e quando chegou na fase adulta começou a usar isso como arma. Rattletrap começa a tacar birinbinhas misturadas com sua pele mesclada, criando uma reação quimica que causa dano em todo mundo perto, parcialmente por causa da dor, e parcialmente por causa do nojo de ter um anão soltando a pele perto de todo mundo.
  • Engrenagens elétricas: A habilidade mais chata de Clockwerk. Através de uma bateria presa nas suas costas, clockwerk é capaz de invocar com sua mente algumas engrenagens perto dele. Essas engrenagens são eletrificadas pela Eletropaulo, fazendo com que qualquer inimigo que se aproxime leve um choque elétrico e caia pra trás. As engrenagens são quebradas em 4 ataque por inimigos, e em um só por clockwerk, já que ele manja das manjarias.
A bolacha trakinas engrenagem do clockwerk.
  • Foguete Sinalizador: Clockwerk mostra seu espírito brasileiro e solta um fogo de artíficio. Como Rattletrap passou anos treinando seu braços com punheta na infância, ele é capaz de jogar o foguete literalmente QUALQUER lugar do mapa, conseguindo atingir até mesmo a fonte inimiga. A única fraqueza da habilidade é que ela é, bem, um sinalizador: Essa porra só causa no máximo 200 DE DANO no inimigo, e isso no maior nível. Esperava o que de um foguetinho?
  • Gancho: A ultimate do clockwerk é seu ultimato pra pegar qualquer 1 por trás: Ele tira um gancho de 100 metros do rabo e joga pra longe, atingindo quase 2 telas de largura: Quase o dobro do gancho do pudge. A diferença é que clockwerk não é um gordo balofo que nem o pudge, e ao invés de puxar sua presa pra si mesmo, ele se taca em cima dela. Clockwerk não escolhe muito quem ele vai dar um pega, e pode puxar aliados e inimigos.

Fatos e curiosidades[editar]

  • CLOCKWERK NÃO É UM ROBÔ, PORRA! Sério, essa é a coisa que as pessoas mais assumem que ele é no jogo. Se encontrar alguém chamando ele de robô, faça um favor de socar a cabeça do maluco até que ele mude de ideia, porque se não o próprio Rattletrap o fará mudar. E acredite, ele usa métodos semi-dolorosos, com pular corda usando as tripas. Fantástico!
  • Rattletrap se comove muito pelo anti-mage, já que ambos perderam suas casas pro exército do deus morto e ambos eram antigos emos chorões pobres que viraram machos após terem suas casas fudidas. Magina também curte bastante o clockwerk, não só por seus passados serem parecidos, mas também porque, pelas próprias palavras do magina: "Um Keen que não usa magias! Isso que é um homem!"
  • Um certo soldado patriotista se encontrou com Rattletrap uma vez. Os dois lutaram, e, apesar do Soldado não querer admitir, clockwerk era um lutador muito bom. Especialmente já que os dois tinham o mesmo dublador!
  • Já dissemos que Rattletrap não é um robô? Ok, ok, nós já dissemos isso. É que tipo, é MUITO importante avisar esse fato. Que ele não é um robô. Nada robótico. Só um cara numa armadura com cara de robô. ENTENDEU? Sim? Ótimo! Só não se esqueça: ELE NÃO É UM ROBÔ.

Ver Também[editar]