Club Atlético Tucumán

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Club Atlético Tucumán
Escudo do Atlético Tucumán.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Club Atlético Tua Mãe
Origem Bandeira da Argentina Argentina - San Miguel de Tucumán
Apelidos Cagados
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Argentino
Divisão Primera División
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Club Atlético Tucumán é um timinho extremamente secundário e desconhecido da Argentina que não serve para nada e nunca chegou nem perto de ganhar algo relevante. Localizado na distante San Miguel de Tucumán, uma cidade do Acre cedida à Argentina, é portanto um time odiado por todos clubes grandes de Buenos Aires, que sempre agradecem quando esta porcaria de Atlético rebaixa e os poupam de ter que viajar para o meio do nada. O seu maior rival é o San Martín, um time sem divisão que só sendo tão fraco assim para ser algum rival à altura.

História[editar]

Fundação[editar]

Jogo do Atlético Tucumán lotado porque confundiram e acharam que era jogo da seleção nacional.

Fundado em 1902 na ex-capital do Acre, San Miguel de Tucumán, a ideia era criar um time de cuspe à distância, o esporte nacional local, mas por não haver demais times de outras cidades deste desporto, a equipe gradativamente migrou para o futebol, para aproveitar o vasto gramado onde praticavam cuspe à distância. Criado em 1902, é considerado o time mais antigo do Acre, datado de antes mesmo de sua descoberta, hoje teletransportado para Tucumán.

Anos de inutilidade[editar]

Embora tivesse sido fundado há tanto tempo atrás, por 70 anos ninguém sabe por onde esteve o Atlético Tucumán, pois não era avistado em nenhum campeonato relevante. Todavia, recentes escavações arqueológicas na sala de troféus do time, descobriu-se o total de 21 taças do campeonato acreano, todas conquistas datadas do século XIX conforme resultado de minuciosos exames de carbono-14.

Primeira divisão[editar]

A estreia do time na primeira divisão argentina foi em 1973, onde conseguiu manter-se por uns meros 8 anos, sempre disputando para não rebaixar a atraindo antipatia de todos times de Buenos Aires que odiavam ter que viajar lá pra longe pra golear um time semi-amador.

Primeira Divisão de 1984[editar]

Em 1983 subiria de divisão mais uma vez, mas no ano de 1984 só cumpriria tabela e já rebaixaria no mesmo ano, pois a AFA havia criado uma nova regra onde times do Acre rebaixariam de qualquer jeito. Uma vez caído, ficou nas divisões inferiores pelos próximos anos.

Ascensão[editar]

O retorno para a primeira divisão seria em 2008, mas com a chegada da tecnologia da aviação na Argentina, a grande distância deixou de ser empecilho, e o time foi aceito para servir de ponto grátis para os grandes da capital, afinal nunca ganharia mesmo, só servindo assim para fazer número no campeonato argentino e dar impressão de variedade.

O memorável ano para a equipe foi o de 2015, quando conquistou seu bi-campeonato da Primera B Nacional, assegurando assim a sua vaga inédita na Libertadores de 2017, algo que só foi possível porque a Conmebol naquele ano passou a oferecer mil vagas para a Argentina.

Torcida[editar]

Por se tratar de uma cidade isolada os habitantes de Tucumán tem que se contentar em torcer para este time. Para ajudar, a equipe ainda tem escudo e uniforme idênticos ao da seleção da Argentina, o que ameniza um pouco quaisquer traços de vergonha que os possíveis torcedores possam sentir.

Títulos[editar]