Club Social y Deportivo Colo-Colo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se procura pelo time baiano que teve preguiça de pensar em um nome mais original, consulte Colo Colo de Futebol e Regatas


Club Social y Deportivo Colo-Colo
Colo-colo.gif
Brasão
Hino Macho Macho Men!!
Nome Oficial Club Social y Deportivo Colo-Colo S.A
Origem Bandeira do Chile Chile- Santiago
Apelidos Culo-Culo
Torcedores índios
Torcidas Cocas e Culos
Fatos Inúteis
Mascote Índio pelado
Torcedor Ilustre David Arellano
Estádio Monumentalmente Monumental David Arellano Stark
Capacidade 40.000 sardinhas
Sede Santiago
Presidente El Bombachas
Coisas do Time
Treinador El Bartí
Pior Jogador Nuvola apps core.png (sem comentários)
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png muito álcool
Patrocinador El Cacique
Time
Material Esportivo Viños del Mar
Liga Campeonato Chileno
Divisão Série A
Títulos Libertadores da América 1991
Ranking Nacional 1° no rank chileno (o que não é vantagem alguma...)
Uniformes Uniforme colo colo.jpg
Som indígena.jpg



Club Deportivo Culo-Culo Suciedad Analónima é uma empresa chilena de cigarros disfarçada de time de futebol especializada em proctologia.

Fundado pelas Indústrias Coca Cola, o time tem como principal objetivo buscar cada vez mais a introdução da coca nos estádios e campos de futebol do mundo. Apesar do pouco carísma, é o único time do Chile e por isso conta com alguns torcedores que aos poucos estão virando a casaca pelo Universidad Católica.

História[editar]

Colo Colo campeão da Libertadores de 1991.

Tudo começou quando em 1925 vários indígenas e incas reuniram-se em Santiago para fundar o pior time de futebol do Chile em homenagem aos deuses. Como o time jogava o futebol apenas com os quadris, nunca conseguiu muito destaque durante essa era amadora.

Durante as décadas de 20 e 30, como era o único time do Chile, por isso foi 18 vezes campeão nacional e duas vezes vice (para si próprio). Tornou-se também o primeiro time chileno a perder jogos internacionais no México, na Espanha e em Portugal servindom como saco de pancadas, e animando os europeus e fazerem uma Copa do Mundo no Chile.

O time guarda na história uma grande tragédia, em 1927 uma amistoso contra o Real Valladolid, o Colo-Colo abusou da catimba argentina e por seu ídolo, presidente, técnico e capitão, o jogador David Arellano foi espancado até a morte de ódio, sendo o primeiro atleta não-argentino a sofrer esse tipo de lichamento público. Depois disso o Colo-Colo nunca mais ganhou um título de expressão e está de luto até hoje.

O futebol se profissionalizou no Chile, foi criado o Campeonato Inca de Futebol. O Colo-Colo apoiou a campanha do exame de próstata (Culo-Culo em espanhol). Os torcedores do time cheiram cola e traficam coca (daí a expressão Cola-Coca, adaptado fica "Colo-Colo") e aquele índio sarado e malhado no escudo do time não engana ninguém, daí o outro nome afetivo pelo qual o time é conhecido na comunidade hispânica, Culo-Roto - literalmente, "rabo arreganhado" (a quem duvidar, favor consultar a Inciclopedia).

Recentemente (nem é mais tão recente assim), o Colo-Colo tornou-se o primeiro time do Império Inca a ganhar a Libertadores da América e não foi por falta de tentativa, como no Chile não existem times de futebol, o Colo-Colo garante vaga no torneio continental automaticamente todos os anos. Tinha que ter uma vez que ele ganhasse o torneio... É claro que na final do mundo tomou de 3 a 0 do Estrela Vermelha da Iugoslávia e voltou pro Chile com 7 jogadores assassinados.

Estádio[editar]

O Estádio Monumental é o único estádio de futebol do Chile, parece uma caixa de fósforos, mas os mais otimistas gostam de dizer que ele lembra mais uma latinha de sardinha (ou um ônibus lotado na Bahia). Sem assentos os chilenos tem que se amontoar (já estão acostumados a isso, ver Geografia do Chile).

Títulos[editar]

  • Copa Libertadores da América: 1991.
  • Campeonato Inca: 28 vezes (1937, 1939, 1941, 1944, 1947, 1953, 1956, 1960, 1963, 1970, 1972, 1979, 1981, 1983, 1986, 1989, 1990, 1991, 1993, 1996, 1997-C, 1998, 2002-C, 2006-A, 2006-C, 2007-A, 2007-C e 2008-C).