Gymnophiona

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Cobra-cega)
Ir para: navegação, pesquisa
Gymnophiona
Uma indecente gimnofiona.
Uma indecente gimnofiona.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Acordados
Classe: Bichos gosmentos
Ordem: Aleijados por opção


Cquote1.png Calma, não é uma lombriga... Cquote2.png
Alguém acalmando o vermífugo.

Gymnophiona é a ordem de animais gosmentos também chamados de cobra-cega toda melecada e sem cabeça é um anfíbio, por incrível que pareça, sendo uma cobra não-réptil, mas ao olhar aquela coisa mole e rosada que mais parece um caralho murcho gozado uma minhoca gigante, você já imagina que não se pode mesmo classificar como sendo réptil. Não se sabe em que toca as cobras-cega preferem entrar mas elas gostam de entrar em tocas e ficarem bem protegidinhas.

[editar] Origem

Algumas cobra-cegas costumam gostar de pau ao invés de se enterrar.

Quando os anfíbios se dividiram em anuros que queriam ter suas quatro patas bem pulantes sobretudo a perereca que pula feito um grelo grilo e as salamandras que se recusaram terminantemente a soltar o rabo, as cobra-cegas facilitaram as coisas e preferiam ficar logo sem patas nem cauda nem pinto, e disseram à Tupã, o deus relâmpago trovão, que adorariam ser deslizantes, e tiveram a vantagem de ter a pele mais lisinha e gosmenta (nojenta)...

Os demais anfíbios, assustados com essa aberração, arregalaram mais ainda os olhos já arregalados e não entenderam, mas elas estavam mesmo felizes e saíram se esfregando em todo mundo pra comemorar sua nova forma evoluída.

Saíram então, as cobra-cegas aproveitando sua anatomia e deslizando, sentindo a forma das coisas em sua sensível pele, e nem por isso se machucam muito, isso porque são seres muito maleáveis tipo as lesmas. Sejam machos ou fêmeas esses seres moles, ou nem tanto (ui), tem que se contentar em ser chamados de cecílias.

[editar] Características

As cobras-cegas não substituem as minhocas no serviço de revolver a terra, apesar de também adorarem viver enterradinhas, sim, sim, são os mais terrestres dos anfíbios, e nem poderia se esperar outra coisa de algo que leva o nome de cobra a não ser se enterrar.

Elas enxergam apesar do nome: a maioria delas tem sim pequenos olhos, inclusive o olho do cu, portanto não beije o lado errado, a música de alerta das minhocas serve também para elas. As que não possuem olhos de fato tem tentáculos, ou antenas que são bastante sensitivas e as guiam.

Jamais corte a pobre cobra-cega assim: Ela não irá se refazer.

Ao invés de soltar aquele derramamento de ova em pleno coito dentro d'água, elas são vivíparas e desenvolvem os filhotinhos dentro de um ventre e os tem em miniatura adulta.

Cobra-cega só não come perereca porque seria estranho um anfíbio comer outro, de início as cobras-cegas protestaram contra não poder comer pererecas, alegando que não era canibalismo, mas não colou e tiveram que se contentar mesmo com outro tipo de dieta: moluscos e vermes insolentes não ligue para essa parte riscada, é otakice minha.

Algo inevitável que acontece com as cobras-cegas é serem cheios de anéis, mesmo não sendo anelídeos, mas com esse formato a toca se abre melhor para que eles entrem, assim sendo não reclamam disso também. A brincadeira de cobra-cega, ao contrário do que se pensa, não é por causa dos olhos serem vendados, mas sim porque para encontrar as mãos vão deslizando e bolinando quem achar, mas esses anfíbios não se sentem homenageados com isso...

[editar] Famílias

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas