Comentarista esportivo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Cquote1.svg Me desculpem o palavreado, mas esse árbitro é um BANANÃO Cquote2.svg
Caio Ribeiro demonstrando toda a finesse de garoto criado pela avó dos comentaristas esportivos
Cquote1.svg Acho que o Hamilton está bem na temporada, provavelmente ele vai ser o campeão esse ano Cquote2.svg
Luciano Burti comentando algo que ninguém sabe

Comentarista esportiva usando sua experiência para dar o seu pitaco sobre as atuações de Ana Buceta e Verónica Boquete pela Seleção Espanhola.

Comentarista esportivo é aquele cara, geralmente um atleta aposentado, que trabalha pra uma emissora de televisão fazendo comentários sobre eventos esportivos, pra conseguir pagar as pensões atrasadas.

Esta criatura participa de todas as transmissões esportivas, ao lado do narrador esportivo e do comentarista de arbitragem. As vezes o comentarista esportivo também participa de programas esportivos, e aí ele vira um prolífico memesource.

A função destes profissionais (sic), que quase sempre são analfabetos ou já estão com o cérebro derretido por conta do abuso de drogas enquanto competiam, é comentar os principais acontecimentos das partidas, e dar uma visão geral sobre os fatos. Algo que eles nunca fazem, digassi di passagi garotinho, a maioria caga para a partida que deveria comentar e prefere ficar falando coisas aleatórias ou contando fatos da própria carreira que ninguém quer saber.

Profissão[editar]

ESPN inova, ao invés de colocar um atleta pra comentar o basquete, eles colocaram a bola.

O comentarista deve ser uma pessoa que entenda razoavelmente do esporte que irá comentar, sabendo as regras e conhecendo bem as equipes e os atletas que irão atuar. Por essa razão, as emissoras geralmente colocam um ex-atleta para comentar a partida, como o Guga quando se trata de tênis, ou o Oscar Schmidt quando se trata de basquete. A única exceção é quando se trata de futebol, aí as emissoras colocam qualquer um pra comentar, mesmo que não entenda nada sobre o esporte. O importante é ser engraçado e divertir o público, por isso personalidades como Neto e Cusão Casão estão sempre com espaço na televisão para cornetar comentar, mesmo que eles nem saibam onde estão.

No Brasil, quase não existem comentaristas esportivos, apenas comentaristas de futebol. Na televisão aberta, os ex-atletas que comentam sobre outros esportes são apenas quebra-galhos, aparecendo na emissora uma vez por ano para comentar um evento esportivo bem específico, como a última partida da final da NBA. Quando alguma emissora exibe um esporte regularmente, como a Fórmula 1, muitas vezes o comentarista de futebol é colocado pra quebrar um galho na transmissão, só pra não ficar o vácuo. Na televisão paga, onde outros esportes que os brasileiros não se importam muito são exibidos com uma certa frequência, geralmente é contratado para ser comentarista um gordo qualquer com cara de virjão, ou as vezes uma atleta que caiu no ostracismo completo e ninguém nem lembra que existe.

Nos programas esportivos, também inexistem comentaristas esportivos, já que apenas é falado sobre o futebol. As vezes até é exibido o resultado de algumas competições importantes no começo do programa, e aí o comentarista de futebol é obrigado a dar o seu pitaco sobre, só pra não passar batido. Mas por falta de conhecimento, o comentarista em questão só faz comentários genéricos e monossilábicos, tão rápidos quando os comerciais da Jequiti, se limitando a dizer coisas como Cquote1.svg bela vitória do Federer, ele é muito bom mesmo Cquote2.svg ou Cquote1.svg grande vitória da Seleção Feminina de Vôlei, as meninas jogam muito e merecem Cquote2.svg.

Tipos de comentaristas esportivos[editar]

Comentarista que fala obviedades[editar]

Análises precisas de um comentarista que fala obviedades, que ajuda o amigo telespectador a compreender os pormenores da partida.

Inspirados no Capitão Óbvio, esses comentaristas também são conhecidos como os enchedores de linguiça da transmissão. Eles não fazem análises sobre a partida, nem sobre o desempenho dos atletas e nem sobre o planejamento (ou a falta deste) das equipes que estão atuando. As vezes eles nem estão assistindo a partida de fato, então pra não passarem em branco sem nenhuma participação, eles falam coisas óbvias que não agregam em nada, do tipo Cquote1.svg para a equipe vencer, ela vai precisar fazer mais pontos do que a adversária Cquote2.svg, ou Cquote1.svg para o piloto que está em segundo vencer a corrida, ele precisa ultrapassar o primeiro Cquote2.svg. Esse é o tipo de comentarista favorito dos atletas e das equipes, já que não fazem nenhuma crítica, apenas mencionam os acontecimentos.

Ex: Ronaldo Fenômeno, Nivaldo Carvalho, Caio Ribeiro.

Comentarista tiozão do churrasco[editar]

Nem os caras da PF aguentaram Alê Oliveira contando MAIS UMA VEZ a piada do lateral caxumba, que quando desce é um perigo, e aí acabaram prendendo o cidadão.

Cquote1.svg Não confunda Tratado de Tordesilhas, com Tarado nas Ilhas Cquote2.svg
Dirceu Maravilha e sua piada mais usada, depois daquela que o Corinthians é carro 1.0
Cquote1.svg Facincani, você liberaria o Tóbio? Cquote2.svg
Sormani sobre o dilema do Palmeiras de liberar ou não o zagueiro Fernando Tóbio

É aquele tio engraçadão que ao invés de comentar algo de relevante, fica fazendo piadinhas engraçadalhas de quinta série, que refletem a idade mental desta criatura. A maioria destes comentaristas são gordos tetudos que nunca praticaram esporte algum na vida, eles sempre foram ou jornalistas ou as vezes até humoristas mesmo, mas eles conseguem uma vaguinha para comentar pois a emissora quer misturar esporte e stand-up em uma coisa só e assim evitar que o público entediado com o evento esportivo sem emoção que está sendo exibido mude de canal.

Ex: Alê Oliveira, Amigão, Antero Greco, Flávio Gomes, Fábio Sormani, Dirceu Maravilha, Denílson, Ratinho (?)

Comentarista puto[editar]

Cquote1.svg PÃÃÃÃÃÃÃÃO!!!!! Cquote2.svg

As vezes o comentarista fica 100% putaço porque o seu time perdeu do Guarani do Paraguai ou da Ponte Preta, porque o seu time foi humilhado pelo Água Santa, porque o piloto brasileiro aceitou deixar seu companheiro de equipe ultrapassá-lo na última curva e vencer a corrida ou simplesmente porque não deixam que ele dê o seu pitaco sobre a fala do Pipoca, nem sobre a fala do Mário Silva, nem sobre a fala daquela moça... nem sobre a fala do secretário de esportes. Ou o cara só é puto com a vida mesmo. Aí o resultado é que o comentarista acaba explodindo ao vivo, falando como o esporte tá uma porra e as vezes até abandonando o estúdio. Esses comentaristas esquentadinhos podem até não ser os melhores comentaristas, mas com certeza são os melhores memesources, e se não contribuem com suas análises, ao menos divertem alguns milhares de pessoas por aí.

Ex: Crack Neto, José Carlos Lippi, Felippe Facincani, José Trajano, Takis Tsoukalas.

Comentarista gostosa[editar]

Nos tempos em que valia a pena assistir os programas esportivos, hoje em dia é só maluco e velho decrépito.

As favoritas dos pedreiros que assistem programas esportivos no horário do almoço, as comentaristas gostosas são as mais queridas pelo público, não por seus comentários, até porque a maioria nem comenta nada, mas porque possuem um monumental par de coxas e as vezes até dançam ao vivo pra animar os telespectadores. As vezes a coisa até descamba pra putaria mesmo, como quando Paloma Tocci se vestiu de enfermeira de fetiche. A Band usa a estratégia de atrair o público com comentaristas gostosas desde quando transmitia o Brasileirão.

Ex: Renata Love Fan, Larissa Erthal, Paloma Tocci, Michelle Gianella, Mia Khalifa.

Comentarista que cai em piada velha ao vivo[editar]

A gostosa colorada que é uma mistura entre comentarista gostosa e comentarista que cai em piada velha ao vivo. Ao menos o Simas Maia da Mecânica Simas Turbo de Viamão teve seu comentário lido ao vivo.

Estamos em 2021, mas ainda tem quem caia nos trocadalhos do carilho genitais enviados pelo amigo telespectador. Graças aos comentaristas que caem em piada velha ao vivo, personalidades como Power Guido, Tomás Turbando e Paula Tejando estão sempre presentes nas transmissões esportivas ou mesmo em lives dando o ar de sua graça. Assim, esta subespécie de comentarista acaba caindo involuntariamente na categoria dos comentaristas tiozões, animando as transmissões ao ler comentários sem se precaver contra a malícia tupiniquim.

Ex: Marcela Rafael, Mauro Cezar Pereira, Amigão, Tom Barros, Milton Neves.

Comentarista drogado[editar]

Cquote1.svg AAHHHH, A ITÁLIA Cquote2.svg

Alguns comentaristas desta categoria são drogados de fato, outros apenas parecem drogados sem nem ter usado nada, o que é pior ainda. Estes seres nem sabem direito onde é que eles tão, então quando chega o momento deles comentarem, não sai nada coerente, a dificuldade pra conseguir formular uma única frase é perceptível. A sorte destes comentaristas é que não existe exame antidoping pra entrar na emissora, porque se tivesse, eles tavam fudidos.

Ex: Fernando Vanucci, Walter Casagrande, Takis Tsoukalas, Crack Neto

Comentarista torcedor[editar]

Também conhecido como puxa-saco, não importa o assunto que esteja comentando, pode ser futebol americano, tênis ou pebolim, esse tipo de comentarista é especialista em fazer uma acrobacia e desviar o assunto até que ele consiga falar sobre o seu time do coração. As vezes o assunto pode ser futebol mesmo, mas uma partida entre o XV de Piracicaba e o Sertãozinho, mesmo assim o comentarista vai dar um jeito de falar sobre seu time.

Ex: Crack Neto (de novo), Takis Olympiakos, Mauro Cezar Pereira, Walter Casagrande, Ronaldo Giovanelli, Velloso Cabelo de Boneca, José Trajano.

Comentarista mentiroso[editar]

Aquele momento em que nem a pessoa noticiada sabe do que se trata a notícia sobre ela.

Na ânsia de dar o furo... jornalístico, esse tipo de comentarista inventa um monte de coisa nada a ver e propaga suas notícias falsas em programas esportivos ou em suas redes sociais, cravando contratações de craques ou mesmo passando dados incorretos sobre os atletas. Baseando-se apenas na fonte as vozes na minha cabeça, esses comentaristas são os mais odiados e sem credibilidade do jornalismo esportivo, e ninguém leva o que esses zé-ruelas falam a sério.

Ex: Jorge Nicola, Crack Neto (mais uma vez, esse tá em todas as categorias), Edílson Capetinha Jogadô, Benjamin Back.

Comentarista Mãe Dinah[editar]

Um tipo de comentarista que adora dar palpites sobre o resultado das partidas, e que quase sempre erra (feio) em suas previsões. Se jogassem na Loteca, conseguiriam o feito de não acertar nenhum resultado, já que seu chutômetro é bem descalibrado. Os demais comentaristas e jornalistas, sabendo que os metidos a Mãe Dinah nunca acertam nada, sempre aproveitam para sugerir apostas, as quais eles sempre acabam ganhando. Também existe a possibilidade do dito cujo comentarista promover tais "palpites" apenas para irritar e encher o saco dos torcedores de certos times, para que os antis (A.K.A: rivais) fiquem babando ovo do comentarista, iniciando assim um flamewar daqueles...

Ex: Fábio Sormani, Milton Neves, André Rizek, qualquer um do Linha de Passe e... adivinha quem mais...