Comunicação Audiovisual

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Larguei a SanFran depois de ler "Nunca Desista de seus Sonhos" e tô aqui na luta com vocês - que venha a específica! Cquote2.png
Vestibulando de Audiovisual sobre audiovisual
Cquote1.png Desligue a TV e vá ler um livro. Cquote2.png
MTV sobre audiovisual
Cquote1.png Vai ser estrela de cinema! Cquote2.png
Sua avó sobre audiovisual
Cquote1.png Eu nem queria, mesmo! Cquote2.png
Aluno de Midialogia sobre audiovisual
Cquote1.png Nunca ouvi falar Cquote2.png
Bruna Lombardi sobre audiovisual
Cquote1.png Gabaritei a prova específica Cquote2.png
Chuck Norris sobre audiovisual
Cquote1.png Ah, você faz artes visuais, né?! Cquote2.png
Pessoas sobre audiovisual
Cquote1.png Vocês pensam que são artistas?! Ninguém aqui é artista! Vocês são só uns IGNORANTÕES! Cquote2.png
Prof. Calil sobre alunos do audiovisual
Cquote1.png É uma anedota Cquote2.png
Prof. Calil sobre audiovisual
Cquote1.png Há erotismo nesse filme Cquote2.png
Prof. Calil sobre qualquer filme
Cquote1.png Vamos assistir a um filme com a Lilian Gish Cquote2.png
Prof. Morettin sobre qualquer aula
Cquote1.png Isso super-funciona, gente. Cquote2.png
Prof. Roberto Moreno sobre o próprio filme
Cquote1.png O filme de Roberto MORENO é decepcionante. Cquote2.png
Revista SET sobre Prof. Roberto Moreira
Cquote1.png E daí? Cquote2.png
Prof. Roberto Moreno sobre o próprio filme
Cquote1.png É muito... peitinhos! Cquote2.png
Prof. Roberto Moreno sobre o CINEMA
Cquote1.png Quero fazer filmes experimentais da escola expressionista com influências existencialistas de vanguarda. Cquote2.png
Aluno do primeiro ano sobre audiovisual
Cquote1.png Aê! consegui estágio na Globo! Cquote2.png
Aluno do quarto ano sobre audiovisual
Cquote1.png Esse ano me formo. Cquote2.png
Aluno do sétimo ano sobre audiovisual
Cquote1.png Você não entendeu a proposta. Cquote2.png
Aluno de Audiovisual sobre seu próprio filme
Cquote1.png Não convence. Cquote2.png
Aluno de Audiovisual sobre qualquer filme
Cquote1.png Não entendi. Cquote2.png
Sua família sobre seu filme
Cquote1.png Ô sô! Cquote2.png
Prof. Paulo Martins sobre qualquer coisa
Cquote1.png Acho que já temos material para uma segunda versão, não?! Cquote2.png
Prof. Angelo Piovesan sobre este artigo

Salas high-tech para estudos do audiovisual

Comunicação audiovisual é todo meio de comunicação expresso com a utilização conjunta de componentes visuais (signos, imagens, desenhos, gráficos etc.) e sonoros (voz, música, ruído, efeitos onomatopeicos etc.), ou seja, tudo que pode ser ao mesmo tempo visto e ouvido.

O que é[editar]

É mais uma porcaria pra fazer você perder tempo em frente à TV e diminuir o seu QI. TV: serve para exibir programas medíocres, muita, mas MUITA propaganda irritante e putaria em geral. Rádio: serve para tocar todas as músicas que você NÃO gosta(mesmo sendo uma rá do estilo musical que você curte) e também muita, mas MUITA propaganda irritante e piadas sem graça.

O que você pode fazer[editar]

Animação[editar]

Criar imagens com efeitos visuais, usando bonecos, fotografia, massas de modelar, desenho, papel, computação gráfica, fotos encontradas no Google, desenhos do seu priminho de 3 anos, fotos da sua mãe pelada. Pré requisito: não dormir nunca, ter o mesmo nível de criatividade de uma porta, ser virgem, ser gordo.

Captação de som[editar]

Escolher os equipamentos e microfones e tratar acusticamente a locação de forma que não dê para entender o que se fala nos microfones ou fique com aqueles ruídos.

Criação[editar]

Copiar programas, vinhetas e tudo das emissoras concorrentes. Pré-requisito: falta de criatividade.

Coordenação de programação Determinar o tipo de programa e o horário em que entrará no ar, o programa deve ser tão ruim quanto o da concorrente e no mesmo horário para que o telespectador não tenha opção do que assistir.

Direção[editar]

Criar programas, definir o conteúdo, escolher a linguagem e o público e supervisionar o trabalho da produção e da equipe técnica em rádio ou TV. Em cinema, coordenar todas as atividades relacionadas à realização de um filme: da contratação da equipe técnica à orientação dos atores em cena e edição das imagens e sons.

Edição[editar]

Organizar o material produzido e fazer a montagem das cenas de filmes, vídeos ou programas de TV.

Edição de som[editar]

Criar, mixar e editar trilhas sonoras e sons de filmes ou vídeos.

Fotografia[editar]

Cuidar da fotografia do filme, da iluminação e também da definição de ângulos de enquadramento.

Montagem[editar]

Realizar a edição final das cenas de um filme ou um vídeo.

Produção[editar]

Providenciar a infra-estrutura necessária para a realização de programas de rádio e TV, de um filme ou vídeo. Escolher o projeto, elaborar o cronograma de filmagem ou gravação e contratar a equipe artística e técnica. Chamar entrevistados e providenciar o material de cena, o figurino, a maquiagem e o transporte, entre outras coisas.

Roteiro[editar]

Escrever narrativas, diálogos e apresentações de programas, novelas, minisséries ou filmes. Preparar blocos de programas para rádio e TV. Criar uma história ou fazer adaptações de obras para o cinema, com diálogos e descrição de cenas próprios da linguagem cinematográfica.

Técnica[editar]

Operar os equipamentos usados na filmagem, gravação de imagens e sons, iluminação, edição e fotografia.


História[editar]

Duende dançante, encontrado dentro das caixas.

No século XV, o Rei Rodovaldo XXX, da Noruega Islândica, desejava ver filmes pornôs, mas como eles ainda não tinham sido inventados, ele resolveu criar um meio de vê-los: encheu uma caixa com duendes mágicos vindos da Irlanda e ordenou que eles começassem a ter relações. Os duendes, confusos, simplesmente fizeram o que faziam de melhor: começaram a dançar. Pessoas que passavam por perto viram o filme de duendes mágicos dançantes e gostaram. O rei, furioso, mandou executar os duendes, mas era tarde demais: muitos outros estavam colocando duendes em caixas e fazendo suas produções. Com o tempo Hollywood surgiu e comprou a caixa magica de duendes, surgindo e se popularizando assim, o cinema. Alguns americanos teimam dizendo que foi Charles Chaplin, ditador Russo, que o inventou. O nome, é de origem Americana (cine=imagem, ma=mágica), e foi inventado por Chuck Norris. A ideia de que cinema é por slides foi criada por Nathan para enganar os americanos, e fazê-los não abrir o projetor e estragar o equipamento caríssimo.

Gêneros de Filmes[editar]

Dremo[editar]

Filmes feitos de Emos para Emos, são filmes tristes, feitos para infelizes que vão no cinema, e, ao invés de se divertirem, ficam tristes pessoas que gostam de chorar (A.K.A. emo). Se você gosta de chorar e cortar os pulsos, esse é seu gênero.

Ação[editar]

Não tem muito a se falar: é, em geral, o Dia-a-dia de Chuck Norris.

Comédia[editar]

Criado por algum político corrupto que se comoveu, e criou um filme sobre como eles roubam do povo, mas as pessoas acharam engraçada a situação de tão absurda.

Aventura[editar]

Foi inspiradobuyub no Narrador da Sessão da Tarde, de tanto dizer "galerinhas que se metiam em aventuras da pesada", alguém resolveu fazer um filme sobre isso, Gênero favorito dos nerds, por não ter mais o que fazer, alem de jogar RPG ou Paint Brush Online, fala sobre Indiana Jones alguém que vai para algum lugar com uma uma mulher boa pra caralho sensual, atrás de alguma relíquia.

Terror[editar]

Terror é basicamente um conjunto psfew filmes sobre a vida e historia de Dercy Gonçalves, o motivo para as pessoas terem tanto medo desse gênero é porque o rosto de Dercy aparece constantemente na tela grande do cinema.

Animação[editar]

É um documentário sobre a vida de Bozo.

Pegação no cinema[editar]

Além de ser o local utilizado para exibição de filmes, o cinema também é muito usado por jovens casais que por não terem idade ou grana um local melhor para fazer isso aproveitam o escurinho pra curtir uns amassos. Alguns conseguem chegar até as vias de fato, mas isso é algo difícil de acontecer, afinal de contas se no meio de um filme da Disney Você decidir dar uns pegas na sua namorada a plateia vai acabar percebendo que aqueles gritinhos/gemidos/sussurros meio... hã... exóticos, não estão sendo dados pela Minie, ok? Portanto, geralmente a coisa fica só no "mão naquilo e aquilo na mão".

Além disso existe sempre o risco do pentelho sensato lanterninha aparecer e apontar aquela luz desagradável na sua cara com o discurso de "Por favor, senhor, ela não pode ficar sentada no seu colo."