Comunidade Losangular do Reino de Aurora

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasão Oficial da C.L.R.A.

A Comunidade Losangular do Reino de Aurora (em inglês:Losangular Community Of The Dawn Kingdom)(C.L.R.A.) é uma igreja milenar monoteísta, crente à Deusa Ághata e tem suas origens entrelaçadas com o início do tempo em si. Embora muito antiga, a origem da C.L.R.A. nesse mundo só se deu no ano de 254688 (Calendário Auroriano), onde várias pessoas presenciaram uma aparição da divindade maior, a Deusa Ághata, no interior do Brasil, manifestado no golpe secreto de misericórdia denominado Losango Aberto Invertido, aplicado por Lindomar na babá malvada, e desde então vem atraindo fiés em todo o mundo. Ela foi fundada pelo profeta Demétrius e tem como principais fundamentos o Pagamento do Dízimo e a Subordinação Completa ao Clero da C.L.R.A. e à Deusa Ághata.

A C.L.R.A. é uma religião muito conceituada, que tem como ponto de orações a cidade de Brasília de Minas, situada ao norte de Minas Gerais, onde se encontra a Sagrada Pedra Preta, para a qual os seguidores da Comunidade devem orar, ao menos uma vez por dia, em adoração à Deusa Ághata.

História[editar]

Visão parcial da vigésima sétima ala do Templo Maior, em dia pouco movimentado.
Um dos fundadores da religião

A criação da Ordem Losangular remete aos tempos do princípio do fim da ignorância do homem a respeito de uma inteligência superior, na sua forma verídica. Na época, em meados do ano 254688 do calendário Auroriano, Ághata, cansada de ver o homem adorando o Deus errado, resolveu começar a se intrometer nos assuntos terrenos. Ela veio à Terra na forma de uma chinchila e começou sua jornada à procura de uma pessoa que fosse capaz de divulgar a Sua palavra. Só que assim que Ela chegou à Terra, uma pessoa pisou Nela e A matou. Era Demétrius, um nobre rapaz pobre, desempregado, que vivia nos arredores de uma pequena cidade, conhecida como Brasília de Minas. Demétrius então, pegou o corpo do pequeno animal e o jogou em direção a uma lixeira. Como ele era vesgo, ele errou feio. Acertou uma enorme pedra que ele poderia jurar que não estava ali antes. Quando ele se aproximou da pedra, ele sentiu uma enorme energia positiva saindo dela. De repente, Demétrius morreu. Parada cardíaca. Morte fulminante. Assim que morreu Demétrius se viu num enorme salão, em forma de um losângulo, com uma bela mulher à sua frente. Era Ághata, que Lhe falou:

"-Isso foi por você ter pisado um mim seu bastardo." Demétrius, sem saber o que falar ou fazer, refletiu por um instante e falou: "-Aaaah, você é o ratinho que eu matei?"

"-Que mané ratinho seu tapado, era uma chinchila, chinchila tá?"

Será este o iluminado Profeta Demétrius???

"-E chinchilas viram mulheres depois que morrem?"

"-Lógico que não sua anta. Eu escolhi aquela forma pra ir à Terra a procura de alguém que pregasse minha palavra."

"-Ahh, você é Deus? Mas porque você não escolheu uma forma melhor? Uma mulher mesmo, ou quem sabe um elefante, pra não correr o risco de alguém pisar em você e....aaaah.... desculpe a minha ignorância. Você fez isso tudo de propósito né? E eu fui o escolhido?"

"-Ehhh,ah... Exatamente, foi de propósito. Eu te escolhi para pregar minha palavra. Você voltará à Terra e..."

"-Mas você me mandará na forma de um rato também?"

"-Era uma chinchila. E não, você voltará na forma de uma pessoa mesmo."

"-Você vai me ressucitar, igual fez com Jesus?"

"-Igual eu fiz com quem?"

"-Com Jesu..."

"-Ah, vamos parar de papo. Deixa eu te mandar logo, você já ta me enchendo."

"-Ehh,, vou ser ressucitado!!!"

"-Que mané ressucitado. Você é feio demais. Vou te enviar pro corpo de alguém bonito."

"-Ué, mas isso num é tipo, possessão?"

"-E daí? Eu sou dona dessa porra toda mesmo."

E então, Ághata o enviou de volta à Terra, dessa vez na forma de um cara apresentável. Assim que chegou, ele se deparou com uma mensagem escrita à caneta em sua mão: "vá até a pedra que eu te matei". Demétrius então obedeceu a mensagem. Chegando lá ele encontrou, bem em cima da pedra, um livro em branco, com um bilhete à lápis na primeira página: "Eu te iluminarei para escrever esse livro, que será chamado de Santíssimo Livro Losangular Sagrado, onde terá todas as respostas que procuras. Você irá pregar o que este livro ensina. A partir de agora, serás o chefe da minha religião, que recebe o nome de Comunidade Losangular do Reino de Aurora e você, recebe o título de Mestre Maior." Foi a partir desse dia que Demétrius, primeiro Mestre Maior, começou sua dura jornada para a concretização de uma ideia divina que é a C.L.R.A.

Caixa-Forte da C.L.R.A.. Na parte superior: fiéis em dia de visitação. Na parte inferior: Demétrius fazendo graça junto a dinheiro, títulos da dívida pública e ações de multinacionais.

Membros[editar]

Os membros se identificam em forma de adesivos nos carros, camisetas e meias com a seguinte expressão "bebê a bordo".

Cultos[editar]

Os fiéis da C.L.R.A. uma vez por dia são obrigados a participar de no mínimo um culto em qualquer uma das 1.225.245.587 franquias espalhadas pelo mundo. Nos cultos, os fiéis devem orar com suas cabeças voltadas para a Sagrada Pedra Preta e para o Templo Maior, localizados na Cidade de Brasília de Minas, Minas Gerais, Brasil.

Dízimos[editar]

Os dízimos são obrigatórios e são da ordem de 1/10 do salário do fiel, podendo ser descontado em folha de pagamento para servidores públicos ou assalariados que trabalham em instituições credenciadas. Caso o fiel não pague um mês, a taxa de juros é de 0,99% a.d. e pode ser quitada com um empréstimo pessoal pela Finaceira Auroriana.

Parte da Pedra Preta, pedaço retirado da Pedra Preta Original, para servir de marco para o Mausoléu de Demétrius, ao fundo, de vidro

Conversão de Fiéis[editar]

Quando um fiel escolhe entrar para a C.L.R.A. ele tem que passar por uma série de rituais burocráticos, descritos na propaganda abaixo:

Se você, pagão, quiser se converter para a C.L.R.A. é fácil. Se apresente em uma de nossas filiais e saiba como proceder. Descubra todas as vantagens de se ingressar para a Ordem.

Para a conversão, você precisa de:

-Xerox de Identidade;

-Xerox de CPF;

-Xerox de Certidão de Nascimento;

-4 (quatro) fotos 3x4 (coloridas, vestimento escuro, fundo branco);

-Comprovante de Endereço (conta de água, luz ou telefone) recente;

-Comprovante de Renda (contra-cheque recente);

-Número do Cartão de Crédito;

-Número da Conta Corrente ou Conta Poupança;


A conversão acontecerá da seguinte forma, você se apresentará na Junta de Conversão para novos Fieis-Devotos , apresentando os documentos exigidos e contando com a presença de 2 (dois) avalistas. O atendente lhe dará as instruções para o procedimento.

Para ser convertido, além de estar com a parte financeira devidamente regularizada, é preciso fazer o Curso para a Conversão . Seus preços variam de cidade para cidade.

Assim que tiver concluído o curso, você já pode marcar a data da Cerimônia de Conversão e escolher a filial da C.L.R.A. que será devoto.

Santíssimo Livro Losangular Sagrado[editar]

Santíssimo Livro Losangular Sagrado (do grego, δημοτική tharév usýpros Κύπρος- Dimotiki Tharén Usýpros Kupros) é o nome dado ao livro sagrado da Comunidade Losangular do Reino de Aurora. Ele foi escrito entre os anos de 254688 e 254712 (Calendário Auroriano) pelo então Mestre Maior e, mais tarde, Profeta Demétrius.

Santíssimo Livro Losangular Sagrado

Diz o próprio livro que este foi escrito sob iluminação da Deusa Ághata ela mesma, que deu o dom da escrita ao profeta, que fez tão bem em pregar suas palavras na Terra. O livro é composto de 1456121 capítulos, cada um deles dividido em 21 parágrafos, contendo histórias, relatos e leis que devem ser conhecidas pelos fiéis-devotos da C.L.R.A..

Na nova edição do livro há um anexo com uma entrevista da Deusa Ághata feita por Jô Soares.


Matando Dúvidas[editar]

Os Grandes Mestres da C.L.R.A. nada têm a ver com os da Ordem Canafeira, e não existe nenhuma relação filosófica entre o Zen-Islamismo Taoísta Ocidental, o Harekrishnarismo Nepalês, ou o Budismo com a Religião Agathiana. Buda, e Krishna são personalidades desassociadas à C.L.R.A.