Conde D'Eu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Michaelmyers.jpg Este artigo é sobre um(a) ASSASSINO!

Este(a) louco(a) sadomasoquista provavelmente esquarteja suas vítimas, sofre de problemas mentais ou foi violentado(a) pelos pais. Se vandalizar o artigo, Freddy Krueger irá lhe fazer uma visitinha de noite!

Francia d.JPG ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Cuidado! A qualquer momento um alemão pode invadi-lo!


60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Conde D'Eu.

Cquote1.png D'eu, tá dado. Cquote2.png
Ditado popular sobre Conde D'Eu
Cquote1.png Meu marido querido, você D'Eu? Cquote2.png
Princesa Isabel sobre Conde D'Eu
Cquote1.png Meu genro, você D'Eu? Cquote2.png
D. Pedro II sobre Conde aí
Cquote1.png O conde deu!!! Cquote2.png
algum idiota sobre o conde, na aula de História.
Cquote1.png D'Eu pra quem??? Cquote2.png
Qualquer um que não entende de História sobre o Conde.
Cquote1.png Ainda prefiro o velho... Cquote2.png
Conde D'Eu sobre o novo
Cquote1.png Esse D´eu é de D'eus? Cquote2.png
Bento XVI em dúvida sobre Conde D'Eu
Cquote1.png Se D´eu, foi para algum Padre? Cquote2.png
Bento XVI ainda em dúvida sobre Conde D'Eu
Cquote1.png Filho da puta! Cquote2.png
Paraguai sobre Conde D'Eu

Conde Gastão de Orleans Dando Dado Donativo D´Eu, ou simplesmente Conde D´Eu o dele, é um fedorento francês que tentou ser imperador consorte do Brasil (e quase foi de 1891 a sabe Deus quando...), mas se ferrou e teve que voltar com sua esposa, Princesa Isabel, filha do Velho Rabugento do Brasil, pra França.

Vida[editar]

O pai de D´Eu provavelmente deveria ter um mau gosto medonho, pois o nome do seu filho é uma piada terrível. Em especial quando ele embarcou clandestinamente rumo a Brasil pra fugir da abusação de seus compatriotas, ele chegou em um lugar pior que não sabia francês e achava que sabia inglês. Por isso seu nome virou uma chacota pública.

Conde D'Eu em um passeio a cavalo.

Casamento[editar]

Isabel um dia estava com um escravo amante negro num baile da corte, onde estava o tal conde que tinha dito pra ela que Farinha de Suruí, Bebida de Parati e Fumo de Baependi é comer beber pitá e cair. A princesa adorou o comentário e perguntou o nome do excelentíssimo. Claro, ela adorou, acreditando que ele era um homem generoso e dfaria tudo por todos. Logo se casaram, muito embora Dom Pedro II ainda desconfiasse do karatêr do genro. TUDO EDITADO PARA DE PREGUIÇA E PESQUISE EM OUTRO SITE

General[editar]

Substituindo Duque de Caxias na Guerra do Paraguai, o Conde deu como ordem máxima que todo aquele que errasse o seu nome iria ser automaticamente morto por desacato a autoridade. Porém, antes que o Duqie partisse, D'Eu refugiou-se em sua barraca de campanha e, Duque de Caxias, o confundinado com uma índia paraguaia, o comeu a noite toda. D'Eu teve de retornar ao Brasil de maca e de "ladinho" uma vez que ficou sem sentar por semanas. Isabel ao reencontrá-lo disse: - D'Eu! E ele respondeu, sim mas Xixim (Duque de Caxias) me prometeu casamento!

Morte[editar]

Perfil do Conde D'Eu

Morreu depois de todos os filhos: um feto fêmea, um militar com reumatismo, um junior e um outro cara lá.

Cquote1.png É um cagão mesmo! Cquote2.png
Charles Henrique sobre Conde D'Eu

Herança[editar]

A maior herança dele foi o movimento punk, defendido a todas pelo seu filho Dado, a ponto de se expressar a maior insigna do Conde d´Eu:

Cquote1.png Todo aquele que se insurgir e errar meu nome traiu o movimento punk, velho! Cquote2.png
(Ou não)

Acredita-se que o Conde do Só Brega, indivíduo candidato a prefeito do Recife, também seja herdeiro do conde d´eu.

Mas afinal, o conde DEU?[editar]

Não, e por 3 motivos:

  1. Isso é um erro do Francês: se diz CONDE DÊ!
  2. Isso é infamante, dado que nenhum amante dele se apresentou
  3. isso é uma injustiça, já que:

O Sultão de Bag DÁ
Os príncipes do Su DÃO
e o São Judas TÁ DEU!!!

Ver também[editar]