Conhecimento

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Discionario em png.PNG O Descionário possui um verbete sobre Conhecimento


Cquote1.png Busquem conhecimento
ET Bilu sobre em mensagem para a humanidade


Cquote1.png Você quis dizer: Alienação Cquote2.png
Google sobre Conhecimento

Cquote1.png Eu leio Machado de Assis e Nietsczhe!!!! Cquote2.png
Um filósofo poser achando que tem conhecimento

O conhecimento é (conforme nota oficial da OMS) uma trágica doença letal que afeta 35% da população mundial. Basicamente, trata-se de informações subversivas subliminares que entram na sua corrente sanguínea cerebral, sendo interpretadas por seu consciente interior, fazendo você acreditar em asneiras, como que o Lula ganhou as eleições quando na verdade a vitória foi da Lagosta (muito mais suculenta). O conhecimento transforma seus portadores em seres antissociais transformando-as em nerds incompreendidos que ficam falando de Pentium 4 e 1066 MHz / 8.5 GB/s de largura teórica da banda (quem diabos se importa com isso? Vai estudar como satisfazer uma mulher na cama).

A prova material e irrefutável de que o conhecimento é inútil!

O ciclo do conhecimento[editar]

O inventor dessa palavra.

O conhecimento conduz ao poder, o poder conduz à corrupção, a corrupção conduz ao dinheiro, o dinheiro conduz à indústria do jogo do bicho, a indústria do jogo do bicho conduz à heroína, a heroína conduz à DST, a DST conduz à sua morte. E tudo por causa do conhecimento. Ou seja, cerveja é algo altamente perigoso, mais ou menos como misturar repolho e ovo cozido.

Efeitos positivos do conhecimento[editar]

Consequências físicas de um praticante desta arte!

Não há nenhum efeito positivo, visto que o conhecimento apenas te transforma em um cachorro regido pelos caprichos da sociedade pós-moderna-contemporânea provocando uma irreversível lavagem cerebral que o conduzirá a adquirir uma Tele-Sena todo mês e escutar o novo lixo da Lady Gaga ou Justin Bieber e ainda achar bom.

Quanto mais conhecimento uma pessoa tem, mais ela desenvolve aspectos de esquizofrenia e falsa sensação de poder onde nos estados mais críticos da doença não resta outra opção a não ser internar-se num manicômio achando ser o Napoleão Bonaparte.

Efeitos negativos do conhecimento[editar]

Novos estudos feitos completamente na base do desconhecimento provam que o conhecimento é letal. Conforme os psicólogos, o poder é igual ao trabalho dividido pelo tempo, e, uma vez que o conhecimento é poder, e tempo é dinheiro, é possível afirmar que conhecimento é igual trabalho dividido por dinheiro. Usando álgebra simples (coisa que você não compreende por não ter conhecimento) é possível observar que quanto mais perto o conhecimento for de zero, mais próximo do infinito é seu dinheiro, a medida que quanto mais seu conhecimento crescer, mais o seu dinheiro se aproximará do zero. Ou seja, o mundo é dos golpistas. Você pode ser burro de doer, mas como tem papai e mamãe, fica parasitando seus pais, enquanto as pessoas com conhecimento que acabam saindo de casa estão hoje dormindo em buracos na periferia usando a mesma roupa por dois dias consecutivos.

Propagação[editar]

Os maiores responsáveis pela propagação do conhecimento são os arautos do inferno encarnados em identidades humanas, mais conhecidos como professores. Esses seres malignos conhecidos na mitologia como "vampiros" são os responsáveis por espalhar o conhecimento pela humanidade, torturando seus escravos (conhecidos como alunos) a escreverem sobre a camada de valência dos átomos do boro, fazer dever de casa enquanto você poderia estar fazendo algo melhor, como sexo com mais três pessoas ao mesmo tempo. Não, lógico que não. Você acaba sendo obrigado a ler livros do Machado de Assis. E o pior de tudo: tem de comparecer à escola por onze anos, para passar o dia inteiro recebendo conhecimento.

Diferença entre conhecimento e inteligência[editar]

Conhecimento é tudo aquilo que o mundo exterior o forçou a acreditar através de seus estímulos, enquanto a inteligência é a sua percepção intuitiva do seu redor. Um exemplo bem prático ocorre quando você dá o cu e adquire o precioso conhecimento de que o orgasmo numa relação anal é exclusivamente unilateral, paralelamente ao fato de que se fosse inteligente, jamais deixaria isso ocorrer.

Como se livrar do conhecimento?[editar]

Queime seus livros já!!! Queime seu computador!!! Não dê ouvidos aos seus professores, pastores, mãe, Wikipédia, pai, cachorro ou namorado. Tudo isso lhe ajudará a evitar o conhecimento.

O Desconhecimento[editar]

Em 7 de agosto de 2005, um grupo de onanistas inteligentes se engajaram num audacioso projeto contra o conhecimento. Em conjunto com as FARC que os patrocina com gatinhos para serem cheirados, estava criada oficialmente a Desciclopédia para tentar levar o desconhecimento agudo para a família brasileira, afinal, quem se importa com o nome completo, dia que nasceu, ou novelas que fez o Reynaldo Gianecchini? Importa saber é se ele é gay ou não.

As coisas que você não poderia morrer sem saber[editar]

  1. O elefante só come grama e continua gordo, e a baleia nada nada e nada e não emagrece.
  2. A teoria sintética e conteporânea da relatividade geral do universo acelerado em expansão cósmica e das cordas acima da velocidade da luz.
  3. As teorias do universo que não aprenderemos nas escolas
  4. A frase "Penso logo existo" é uma farsa, se fosse verdade você, loiras e portugueses não existiriam.
  5. Ninguém consegue lamber o próprio cotovelo.
  6. O elefante é o único animal com quatro joelhos.
  7. É melhor você ficar calado, porque o ouvido dos outros não é privada.
  8. Como matar um mafagafo
  9. 65% das mulheres americanas mandam flores para si mesmas no dia dos namorados.
  10. As respostas para perguntas sem respostas.
  11. O céu é azul.
  12. 75% das pessoas que leram esta lista, tentaram lamber o próprio cotovelo!

Ver também[editar]