Conjunto Monástico de Novodevichy

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Conjunto Monástico de Novodevichy é o mais famoso conjunto de claustros de Moscou, que foi considerado patrimônio mundial pela UNESCO por representar a história das freiras da Rússia.

História[editar]

Um dos famosos frescos dos Conventos de Novodevichy.

Construído em 1524 por ordens de Basílio III da Rússia, em comemoração à vitória russa em Smolensk (agora qual a relação entre um conjunto de conventos novinhos com um massacre bem-sucedido na Bielorrússia, ninguém sabe até hoje). Após a conclusão do conjunto de mosteiros, Darth Ivan Vader, o Terrível, capturou mais de 8000 vilas nos Montes Urais e escravizaram as freiras que lá viviam nesse mais novo conjunto de mosteiros em Moscou.

O Conjunto Monástico de Novodevichy ficou conhecido por aprisionar muitas rainhas que foram forçadas a se casar com os excêntricos antigos imperadores russos. O que resultou no ocidente o famoso conto da Idade Média do cavaleiro ir até a PQP para salvar uma pobre princesa escravizada.

Durante todo o século XVII, freiras da Ucrânia e Bielorrússia foram capturadas e transferidas para Novodevichy onde cuidavam de um orfanato de meninas com o objetivo de transformá-las em esposas ideais de acordo com a visão comunista (dama na mesa, puta na cama).

Em 1922 os blocheviques fecharam Novodevichy e o transformaram no Museu da Emancipação da Mulher em comemoração à descoberta do orgasmo feminino.

Stalin em 1943, acabou com o museu e transformou aquilo num esconderijo de bombas atômicas disfarçado de igreja ortodoxa.

Após quase todo século XX abandonado, em 1994 as freiras retornaram para o convento para voltar à sua atividade original: Muamba de cigarros.

Monumentos[editar]

É um conjunto de convento, não tem nada de mais lá, uns pilares, um jardinzinho, telhados brancos. Essa arquitetura russa que faz tudo parecer um castelo.

Nos fundos há o cemitério da família real russa e são praticados os tradicionais cultos de necromancia das freiras russas.