Conquista (Minas Gerais)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Conquista (Minas Gerais) é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A prefeitura fica no mesmo quarteirão que o cartório e o da única agência bancária do Banco do Brasil.

Sciences de la terre.svg.png
Um dos mais modernos laboratórios de ciências de Conquista.

Localizada no Triângulo Mineiro, Conquista é uma das mais famosas cidades de Minas Gerais. Mas não porque é uma cidade boa de se viver, ou porque tem um alto investimento em educação. Na verdade, a cidade é conhecida em todo o território nacional apenas porque, com as suas construções que estão caindo aos pedaços históricas, serviu como pano de fundo para o projeto de novela conhecido como "O Astro", que passa em horário nobre na Rede Globosta.

História[editar]

As crianças de Conquista, provavelmente reunidas para algum importante debate escolar.

Se você já terminou o ensino fundamental (coisa que eu duvido), já deve saber que, durante o século XIX, todos os povos estavam querendo passar a mão no ouro que existia em abundância no estado de Minas Gerais. Porém, como naquela época Minas Gerais era apenas um grande matagal sem dono, a única maneira de se conseguir o tão sonhado ouro era enviando os mais valentes exploradores. Seguindo essa lógica, os portugueses montaram um grupo de exploradores, e enviaram para o cu de Minas Gerais, pois sabiam que nesses fins do mundo interioranos o ouro ainda estava intacto. E eles estavam certos: Quando os portugueses chegaram na região, encontraram diversas minas virgens, todas recheadas com as mais puras barras de ouro que valem mais do que dinheiro. Percebendo que aquela região era muito lucrativa, os portugueses resolveram levantar um pequeno vilarejo na região, e começaram algumas plantações, pois pretendiam permanecer naquele território por mais um bom tempo.

Com o passar do tempo, mais algumas pessoas chegaram na região, também interessadas em recolher o ouro. Como os portugueses não tinham um bom trabuco para expulsar os invasores, eles foram obrigados a aceitar de cu coração aberto aqueles forasteiros. Porém, isso não foi de todo ruim, pois os forasteiros ajudaram os portugueses à desenvolver o vilarejo, até transformá-lo em uma cidade propriamente dita (ou pelo menos algo próximo de uma cidade). Bem, mas de qualquer forma, a cidadezinha já tinha uma igrejinha no centro, então podia ser considerada como uma verdadeira cidadezinha interiorana.

Economia[editar]

Antigamente, a economia de Conquista era quase que totalmente baseada na agricultura, mais precisamente no plantio da mandioca. Esse negócio permaneceu vivo por muito tempo, até que os moradores resolveram abandonar as exportações, pois queriam a mandioca apenas para eles.

Atualmente, por incrível que pareça, a economia de Conquista é quase que totalmente baseada no turismo. Ninguém sabe porque isso acontece, afinal, não tem nada para fazer nesse fim do mundo.

Como chegar em Conquista[editar]

De carro[editar]

Desista. É bem provável que o seu fusca, que ainda nem terminou de ser pago, acabe ficando atolado em algumas das milhares poças de lama que existem na região.

De avião[editar]

Desista também. Se a cidade mal tem estradas asfaltadas, quiçá aeroportos.

De barco[editar]

Uma das melhores alternativas. Chegar de barco em Conquista é bastante fácil, principalmente durante o período das chuvas.